Posts

Área de Recursos Humanos no Canadá: Salários, carreiras e futuro

A área de Recursos Humanos no Canadá é considerada bem promissora. Só para se ter uma ideia, as posições de trabalho deste campo de atuação estão na lista das 100 melhores profissões da província de British Columbia, seja em cargos de gerência ou não. De acordo o WorkBC, são esperadas mais de 5 mil novas posições na área até o ano de 2025 apenas nesta região do país.

Interessante, não é mesmo? Então leia o texto abaixo para mais informações detalhadas da área de Recursos Humanos:

Tendências da área de Recursos Humanos no Canadá

Recursos Humanos no Canadá

A área de Recursos Humanos no Canadá vem mudando drasticamente nos últimos tempos. De acordo com a pesquisa da Randstad, empresa canadense de gestão de carreiras, a entrada de jovens (Millennials e Geração Z) tem feito as empresas mudarem rapidamente seus costumes.

Um exemplo são as jornadas de trabalho, que no Canadá geralmente são das 9h às 17h, e agora começam a mudar. Muitas empresas estão adotando a prática de contratar trabalhadores temporários ou freelancers, permitindo a prática de home office ou de trabalho em espaços compartilhados. Por isso, os profissionais de RH precisam saber adaptar-se a essas novas tendências. Outra grande tendência é poder adaptar-se a locais de trabalho flexíveis.

Ainda segundo a pesquisa, a tecnologia também está influenciando o trabalho dos profissionais de RH. Atualmente, saber lidar com o mundo digital é praticamente um pré-requisito no Canadá. Os profissionais da área precisam saber usar diferentes ferramentas online de gerenciamento de colaboradores.

Carreiras promissoras na área de Recursos Humanos no Canadá

Com escassez de mão-de-obra em setores como tecnologia, engenharia e negócios especializados, a necessidade de ter pessoas talentosas em Recursos Humanos no Canadá está mais alta do que nunca. A lista dos empregos em demanda nesta área em 2018 está relativamente inalterada em relação ao ano passado. Novamente, a pesquisa destaca os Gerentes de RH e Recrutadores no top 3 do ranking.

Confira abaixo:

  1. Gerente de Recursos Humanos (HR manager)
  2. Recrutador (Recruiter)
  3. Generalista de RH (HR generalist)
  4. Coordenador de Recursos Humanos (HR coordinator)
  5. Assistente de Recursos Humanos (HR assistant)
  6. Diretor de Recursos Humanos (HR director)
  7. Parceiro de negócios de RH (HR business partner)
  8. Consultor de RH (HR advisor)

Crescimento da área de Recursos Humanos no Canadá 

Existem atualmente mais de 130.000 profissionais de recursos humanos atuando no Canadá. Ano passado, o setor foi responsável por criar 3.925 postos de trabalho, indicando um crescimento saudável. Isso significa, que a profissão está em alta demanda no Canadá.

Salários na área de Recursos Humanos no Canadá

RH no Canadá

Uma das dúvidas mais frequentes de quem está começando na área de Recursos Humanos no Canadá é qual o salário inicial e quais são as perspectivas para o futuro.

Recursos Humanos no Canadá: salários

O salário médio da área de Recursos Humanos no Canadá em 2018 está CAD 63.400 por ano, um pouco acima dos CAD 63.000 registrados em 2017. Embora não seja muito significativo, ainda é um crescimento!

Além disso, a área ainda continua sendo uma das mais bem pagas no país. Os 10% dos salários mais baixos estão na faixa dos CAD 40.600 ou menos, enquanto os 10% das altas remunerações giram em CAD 86.200 anuais.

Recursos Humanos no Canadá

 

Habilidades necessárias

Seguindo as atuais tendências de mercado, existem algumas habilidades que são mais procuradas pelas empresas canadenses.

A lista das principais habilidades de RH está muito semelhante a do ano passado, com o CHRP e o HRIS ocupando os dois primeiros lugares mais uma vez. No entanto, os profissionais responsáveis pelo planejamento e sucessão de carreira subiu para a 3ª habilidade mais demandada.

Isso pode indicar que as empresas estão procurando especialistas em RH para ajudá-los a transformar a geração Milênio e as gerações mais jovens em funções gerenciais.

  1. Certificação: Certified Human Resources Professional (CHRP)
  2. Conhecimento em sistemas de informação da área de RH (HRIS )
  3. Plano de sucessão e crescimento na empresa
  4. Sistemas de gestão de aprendizagem
  5. Software de rastreamento do candidato
  6. Oracle peoplesoft
  7. CRM (Customer Relationship Management)
  8. Microsoft sharepoint

Principais setores contratantes da área de Recursos Humanos no Canadá

RH no Canadá

A lista de indústrias que contratam profissionais de RH em 2018 é bem diferente do ano passado. A Manufatura e a Engenharia tiveram um ano muito bom no Canadá, portanto, faz sentido que eles precisem de profissionais de RH para ajudar no recrutamento para a demanda crescente.

O aumento dos empregos de RH em construção e governo também faz sentido quando se considera o número de novos projetos de infraestrutura que foram lançados no ano passado.

Veja os principais abaixo:

1. Manufatura
2. Cuidados de saúde
3. Varejo
4. Finanças e seguros
5. Tecnologia da informação

Formação exigida para atuar na área de recursos humanos no Canadá

Para atuar na área de recursos humanos no Canadá, normalmente é exigido uma graduação ou um diploma de College em uma área relacionada, o que inclui administração e psicologia, por exemplo. Alguns empregadores podem exigir ainda três ou cinco anos de experiência anterior na área desejada, habilidade com sistemas de computador necessários para o trabalho e o Certified Human Resources Professional (CHRP).

Fonte: Randstad

Veja mais:

Veja o que você precisa saber sobre entrevistas de emprego no Canadá
Aprenda como adaptar seu currículo aos padrões canadenses

Logística no Canadá: Carreira, salários e futuro

Se você parar para pensar, tudo envolve logística em nosso dia a dia. Desde as funções básicas, como ir ao supermercado, até as atividades de maior complexidade como recebimento e distribuição das multinacionais. No Canadá, claro, isso não é diferente. O país, que é o segundo maior em extensão territorial do mundo, é reconhecido como líder em transporte. E se você está pensando em atuar com Logística no Canadá, a boa notícia é que os empregadores precisam de você.

Só para se ter uma ideia, de acordo com a Randstad, empresa especializada em mercado de trabalho canadense, a área de logística é uma grande aposta para os próximos anos no país. Interessante, não é mesmo?

Áreas em demanda para Logística no canadá

Logística no Canadá

O setor de logística passa por praticamente toda a economia do Canadá. De costa a costa podemos perceber a grandiosidade desta atividade que envolve o armazenamento, transporte e entrega de mercadorias. Se você está em Vancouver, por exemplo, poderá trabalhar no maior porto do Canadá, responsável por conectar mais de 170 nações em todo o mundo.

As compras online também merecem um parágrafo especial. Este setor é um dos mais comentados na pesquisa da Randstad. Atualmente, as empresas que trabalham com vendas online estão cada vez mais exigentes na hora de processar todos os pedidos pois, a cada dia, os prazos ficam mais curtos. O domínio do comércio eletrônico e das compras online também impulsionou a demanda constante por profissionais de Logística no Canadá.

E a procura por profissionais é intensa: para se ter uma ideia, em 2018, os trabalhadores de warehouse (armazém), como em 2017,  é a atividade mais em demanda neste setor. Pedidos online precisam ser armazenados e enviados, e armazéns e centros de atendimento estão surgindo em todo o país para lidar com a demanda.

Conheça as áreas em demanda no Canadá:

1. Operador de armazém
2. Operador de empilhadeira
3. Coordenador de logística
4. Trabalhador em geral
5. Mecânico
6. Envio e recebimento
7. Order Clerk
8. Gerente de armazém

Logística no Canadá: crescimento do setor

Logística no Canada

A indústria de logística emprega quase 1,1 milhão de canadenses. Podemos verificar que há uma demanda constante por profissionais em todo o país, porém a necessidade é particularmente concentrada na região central. Onde quer que tenha um centro de fabricação, pode ter certeza que você encontrará uma grande equipe focada no processamento e distribuição dos materiais. Montreal é um dos destaques com a maior parcela de empregos gerados nesta área.

Salários em logística no Canadá

O salário médio anual no setor de logística no Canadá é de CAD 36.300, o que representa um aumento em relação aos CAD 35.000 registrados em 2017. Os salários mais baixos respondem por CAD 28.400, enquanto as maiores remunerações giram em torno de CAD 44.200 ou mais.

De acordo com a análise da Randstad, as maiores remunerações estão em Ontario e na parte oeste do país. Já em Quebec, podemos identificar uma leve baixa em relação à média nacional. Veja abaixo:

Logistica no Canada

Para termos mais uma referência na questão de remunerações na área de Logística, o site WorkBC, também muito conhecido no Canadá, fez uma análise dos salários das posições em demanda na província de British Columbia. Por exemplo, o cargo de Coordenador de Logística de Produção conta com salários iniciais  de  CAD$ 11 por hora. Porém, a média geral para esta posição de trabalho é de CAD 21.25 e os salários mais altos giram em torno de CAD 48.08 a hora. A expectativa é que 700 novas vagas sejam abertas para esta profissão até 2025.

Já para o cargo de Supervisor de Supply Chain serão aproximadamente 2.120 vagas até 2.025, com médias salariais de CAD 16 (mais baixa), CAD 24,04 (média) e CAD 42,31 (mais alta).

Como sair na frente da concorrência

A grande novidade de 2018 para as habilidades em demanda na área de Logística é a entrada do software freight+. Também aparecem como destaques as atividades que envolvem  a capacidade de conduzir veículos como empilhadeiras, tratores e caminhões basculantes.

Portanto, se você está procurando um emprego no setor de logística, garantir uma certificação de direção é um passo importante para um emprego estável.

Veja quais habilidades os empregadores estão buscando:

  1. freight+
  2. Motorista de empilhadeira (forklift driving)
  3. Motorista de caminhão (tractor driving)
  4. Motorista de caminhão basculante (dump truck driving)
  5. Movimentador de materiais (Materials handling)
  6. Transportador de materiais perigosos (Transportation of dangerous goods)
  7. Documentos de embarque (Bills of landing)
  8. Manutenação preventiva (Preventive maintenance)

Setores em alta na área de Logística no Canadá

Logística no Canada

A maioria dos empregadores canadenses está recrutando ativamente candidatos focados nas indústrias de varejo, transporte e atacado. Além disso, devido ao aumento das oportunidades disponíveis neste setor em 2017, há muitas opções para escolher, independentemente das preferências do local de trabalho.

Veja mais abaixo:

  1. Varejo (Retail)
  2. Logística (Logistics)
  3. Atacado (Wholesale)
  4. Manufatura (Manufacturing)
  5. Construção (Construction)

Onde procurar por vagas na área de Logística no Canadá?

Para te ajudar nesta empreitada, seguem abaixo alguns dos principais sites de busca de emprego no Canadá. Mas fique atento, pois a busca desenfreada para todas as oportunidades não é a melhor estratégia. E ainda, faça currículos e cover letters customizados, pois os empregadores querem entender quais são suas experiências e como você poderá contribuir para o novo desafio.

Go2HR

O Go2HR é um site de Vancouver, mas que reúne oportunidades nas áreas de turismo e hospitality de toda British Columbia. Lá você poderá encontrar empregos de verão, oportunidades em hotéis, restaurantes, etc. O sistema de busca do site é bem simples e você pode selecionar a região onde quer trabalhar para facilitar a procura.

WorkBC

O Work BC é uma iniciativa do governo de British Columbia que tem como objetivo ajudar aos moradores da província em todas as questões referentes ao mercado de trabalho local. No geral, o órgão auxilia na busca por emprego e também em planos de carreira. O site conta com um banco de dados bem abrangente e inúmeras opções de vagas disponíveis.

Indeed

O Indeed, que já é famoso no Brasil, também é no Canadá. O funcionamento do site é muito simples: basta acessá-lo e já na página inicial você vai encontrar o sistema de busca. Você poderá procurar as oportunidades selecionando o local onde reside, posição desejada ou empresa.

Job Bank

O site Job Bank é a principal fonte de busca de emprego no Canadá. O site é coordenado pelo governo canadense e oferece aos usuários informações sobre as oportunidades em aberto, os pré-requisitos exigidos para a vaga, salários etc.

BCJobs

O BC Jobs reúne as oportunidades de emprego em British Columbia e faz parte de uma rede de sites. Cada província conta com o seu.

Monster

O Monster.ca reúne as oportunidades disponíveis em praticamente todo o território canadense em um único lugar. Para facilitar a sua vida, você pode selecionar a cidade desejada e buscar o emprego dos sonhos por lá.

Veja mais: Veja o que você precisa saber sobre entrevistas de emprego no Canadá
Aprenda como adaptar seu currículo aos padrões canadenses

Administração no Canadá: Salários, carreiras e futuro

Já pensou em trabalhar na área de administração no Canadá? Se a sua resposta foi sim, este texto é ideal para você!

Embora muitas tarefas de escritório tenham sido digitalizadas, o papel dos responsáveis administrativos não diminuiu. Na verdade, muito pelo contrário. Profissionais nesta área que são tecnologicamente experientes têm uma enorme vantagem sobre seus colegas menos inclinados tecnicamente.

Em 2018, a grande maioria das habilidades administrativas requer tecnologia de algum tipo. De acordo com a pesquisa da Randstad, empresa especializada em mercado de trabalho no Canadá, outra grande tendência é uma crescente dependência de profissionais administrativos para lidar com tarefas de contabilidade. Mais da metade das habilidades que os empregadores estão procurando envolve esta qualidade, que incluem contas a pagar e receber, conhecimento de software contábil e escrituração geral.

Outro dado muito bacana foi revelado pela pesquisa anual das melhores ocupações no Canadá, realizada pela revista Canadian Business. Neste relatório, a carreira de Administração no Canadá aparece entre as 25+, sendo representada por diversos cargos. Um deles é  Corporate Sales Manager (Gerente de Vendas Corporativas), que envolve uma forte prática administrativa e organização; e Business Services Manager (Gerentes de Negócios), responsável por gerenciar a empresa.

Atividades administrativas em alta no Canadá

Administração no Canadá

Em 2018, trabalhos de escritório que apoiam e facilitam o trabalho de outros funcionários continuam sendo os mais populares. A necessidade destes profissionais vem crescendo gradativamente.

Veja abaixo:

  1. Assistente administrativo (administrative assistant)
  2. Recepcionista (receptionist)
  3. Auxiliar de escritório (office clerk)
  4. Gerente de escritório (office manager)
  5. Assistente executivo (executive assistant)
  6. Bookkeeper
  7. Contas a pagar (accounts payable )
  8. Administrador do escritório (office administrator)

Salários para área de administração no Canadá

Um dos fóruns mais agitados nas redes sociais são aqueles falando sobre profissões em demanda no Canadá. Um ponto muito interessante é que profissionais de Administração no Canadá têm remunerações consistentes em todo o país.

Em 2018, o salário anual médio desta área no país está  em torno de CAD 39.800, um salto em relação ao ano passado, que registrou uma média de CAD 37.000.  Veja abaixo a média salarial por cidade canadense:

Salários por cidade: Área administrativa no Canadá

Administração no Canadá

 

 

 

 

 

 

Mesmo que a maioria das oportunidades da área de administração esteja nos grandes centros, você poderá encontrar oportunidades em todo o Canadá. Só para se ter uma ideia, atualmente há mais de 1,8 milhão de profissionais atuando. E em qualquer momento que você pesquisar por esta área, encontrará, pelo menos, 30 mil vagas ativas no país. Ótimo, não é mesmo?

De acordo com o último Censo, houve um aumento de 4.270 novos postos de trabalho neste setor no último ano, indicando que os funcionários do escritório são mais necessários do que nunca.

Dicas para se dar bem na área de administração no Canadá

Administração no Canadá

Uma das dicas para aumentar suas possibilidades, não só na área administrativa, é buscar as ocupações em demanda e focar nas atividades exercidas. Por exemplo, a pesquisa da Randstad está sempre colocando em evidência algumas habilidades com a ideia de impulsionar os profissionais no mercado.

Para a área de administração no Canadá, por exemplo, os empregadores estão procurando uma série de habilidades. Fique atento à evolução da tecnologia, pois saber lidar com ela é um dos pontos cruciais para garantir sua empregabilidade no Canadá.

Veja alguns conhecimentos que te colocarão um passo à frente:

  1. Pagamentos de contas (Accounts payable)
  2. Recebimento de contas (Accounts receivable)
  3. Quickbooks
  4. Relacionamento com clientes (Customer Relationship Management)
  5. Sistema de arquivamento (Filing systems)
  6. Software de contabilidade (Accounting software)
  7. Certificado de Segurança (Security clearance)
  8. Software de contabilidade geral (General ledger software)

Administração no Canadá: top setores para esta área

A economia baseada em serviços do Canadá depende da expertise de funcionários qualificados. As empresas precisam de pessoal administrativo para manter suas operações do dia a dia nos trilhos.  Em 2018, a equipe administrativa é a mais requisitada em vários cenários de varejo, bem como o crescente setor de saúde.

Veja abaixo

1. Administração
2. Varejo
3. Manufatura
4. Atacado
5. Cuidados de saúde

Fontes: Randstad

Canadian Business (Canada’s Best Jobs 2017: The Top 25 Jobs in Canada)

Sites de emprego no Canadá

Para te ajudar nesta empreitada, seguem abaixo alguns dos principais sites de busca de emprego no Canadá. Mas fique atento, pois a busca desenfreada para todas as oportunidades não é a melhor estratégia. E ainda, faça currículos e cover letters customizados, pois os empregadores querem entender quais são suas experiências e como você poderá contribuir para o novo desafio.

Go2HR

O Go2HR é um site de Vancouver, mas que reúne oportunidades nas áreas de turismo e hospitality de toda British Columbia. Lá você poderá encontrar empregos de verão, oportunidades em hotéis, restaurantes, etc. O sistema de busca do site é bem simples e você pode selecionar a região onde quer trabalhar para facilitar a procura.

WorkBC

O Work BC é uma iniciativa do governo de British Columbia que tem como objetivo ajudar aos moradores da província em todas as questões referentes ao mercado de trabalho local. No geral, o órgão auxilia na busca por emprego e também em planos de carreira. O site conta com um banco de dados bem abrangente e inúmeras opções de vagas disponíveis.

Indeed

O Indeed, que já é famoso no Brasil, também é no Canadá. O funcionamento do site é muito simples: basta acessá-lo e já na página inicial você vai encontrar o sistema de busca. Você poderá procurar as oportunidades selecionando o local onde reside, posição desejada ou empresa. No próprio site, você deverá cadastrar seu currículo para a vaga escolhida e ele será encaminhado automaticamente para o empregador que está recrutando novos funcionários.

Job Bank

O site Job Bank é a principal fonte de busca de emprego no Canadá. O site é coordenado pelo governo canadense e oferece aos usuários informações sobre as oportunidades em aberto, os pré-requisitos exigidos para a vaga, salários etc.

BCJobs.ca

O BC Jobs reúne as oportunidades de emprego em British Columbia e faz parte de uma rede de sites. Cada província conta com o seu. Se você está em outra parte do Canadá, pode ter acesso ao site da sua região clicando aqui.

Craigslist

Esse com certeza é o mais famoso entre os brasileiros. Cada província tem o seu próprio site com informações específicas daquela localidade. É um ótimo lugar para buscar oportunidades. Veja os sites de cada região: Calgary, Edmonton, Halifax, Montréal, Ottawa, Québec, Saskatoon, Toronto, Vancouver, Victoria, Winnipeg

Monster

O Monster.ca reúne as oportunidades disponíveis em praticamente todo o território canadense em um único lugar. Para facilitar a sua vida, você pode selecionar a cidade desejada e buscar o emprego dos sonhos por lá. Há vagas em Barrie, Brampton, Calgary, Edmonton, Fort McMurray, Halifax, Hamilton, Kamloops, Kelowna, London, Mississauga, Montreal, Nanaimo, Ottawa, Red Deer, Toronto, Vancouver, Victoria e Winnipeg.

Veja também: Você sabe quanto ganha um profissional da sua área no Canadá?
Empregos no Canadá: como organizar sua pesquisa

Área de Marketing no Canadá: Salários, vagas de emprego e carreiras

A área de Marketing no Canadá é uma das mais procuradas pelos brasileiros que chegam ao país. Muitos deles já contam com uma vasta experiência no Brasil e embarcam para a América do Norte na esperança de conquistar uma vaga neste mercado que não para de crescer.

Apenas na província de British Columbia, por exemplo, várias atividades da área estão aparecem como profissões em demanda. Um dos fatores que chamam a atenção é que a área de de Marketing no Canadá, como em todo o mundo, é bastante abrangente. Você poderá se encaixar em diversos cargos, pelo simples fato de ter um diploma e experiência neste setor.

Área de Marketing no Canadá: cenário atual

Marketing no Canadá

De acordo com a empresa de pesquisa Randstad, em 2018 o setor de Marketing e Vendas criou 1.160 empregos no Canadá. Mais de 50% estão na região de Toronto. Portanto, se sua ideia é crescer nesta carreira, este pode ser um destino interessante. Calgary e Ottawa também tiveram crescimento relevante.

Com 1.5 milhão de profissionais no país, a pesquisa mostra que a chave para ascender nesta área é ter criatividade, saber analisar dados e ser um bom vendedor. Estes profissionais têm acesso a uma vasta quantidade de informações, mas devem ser estratégicos e inteligentes em suas avaliações. Em 2018, os empregadores em vendas e marketing estão interessados em usar a tecnologia para gerar resultados.

O conhecimento de ferramentas digitais, como software de CRM, SEO, PPC ou Google Analytics, proporcionará uma vantagem para sua carreira.

Salários da área de Marketing no Canadá

Uma das dúvidas mais frequentes de quem está começando na área de Marketing no Canadá é qual o salário inicial e quais são as perspectivas para o futuro.

O salário médio de Vendas e Marketing em 2018 é de CAD 59.200 por ano, acima dos CAD 56.000 do ano anterior. Os 10% das remunerações mais baixas da área de Marketing no Canadá estão na faixa de CAD 38.700. Já os mais altos estão em torno de CAD 79.700 ou mais por ano.

Veja abaixo os valores por província e as médias nacionais:

Marketing no Canadá

 

Carreiras mais promissoras dentro da área de Marketing no Canadá

Marketing no Canadá

As atividades de vendas dominam a lista deste ano. Podemos considerar como uma boa notícia para quem procura promoções, já que muitos cargos de gerenciamento são novos na lista deste ano, incluindo o Gerente de vendas e o Gerente de produtos. O cargo de Gerente de desenvolvimento de negócios também é novidade. Isso indica que as empresas estão fortemente focadas no crescimento em 2018.

Veja as carreiras mais em demanda:

  1. Representante de vendas (sales representative)
  2. Gerente de vendas (sales manager)
  3. Gerente de contas (account manager)
  4. Executivo de contas (account executive)
  5. Desenvolvimento de negócios (business development)
  6. Gerente de marketing (marketing manager)
  7. Coordenador de marketing (marketing coordinator)
  8. Gerente de produto (product manager)

Diferenciais para se dar bem na área de Marketing no Canadá

Marketing no Canadá

Atualmente, os empregadores canadenses estão procurando profissionais de marketing que estejam atualizados com o mundo digital. Para atuar na área de Marketing no Canadá, é desejável ter domínio de softwares específicos e ser antenado em relação às novas tendências digitais. Veja abaixo algumas habilidades desejáveis para os profissionais de marketing:

  1. Domínio de sistemas de CRM
  2. Habilidade com vendas
  3. Conhecimento de Marketing digital
  4. SEO (Search Engine Optimization)
  5. B2B Sales (Business to Business Sales)
  6. Google Analytics
  7. Adobe Photoshop
  8. Marketing Communications

Top indústrias que contratam na área de Marketing no Canadá

A lista das cinco principais indústrias em vendas e marketing permanece praticamente inalterada em relação a 2017.  Os setores de varejo, atacado e manufatura aparecem como os principais empregadores da área de Marketing no Canadá.

Dado o forte ano que a indústria de manufatura do Canadá teve em 2017, faz sentido investir em profissionais de vendas e marketing para continuar a movimentar os produtos em um ritmo constante. Confira abaixo a lista:

1. Varejo
2. Atacado
3. Manufatura
4. Finanças e seguros
5. Marketing

A área de Marketing no Canadá é regulamentada?

Um ponto positivo é que a área de Marketing não está entre as profissões regulamentadas no Canadá. Isso facilita bastante, pois normalmente não é exigido uma licença ou registro do órgão regulador da profissão na província onde você irá trabalhar.

Qual formação é normalmente exigida pelos empregadores?

Para as áreas de Advertising e Public Relations, normalmente os empregadores exigem um bacharelado ou um diploma de College em Comunicação, Relações Públicas, Marketing ou Jornalismo.

Já para a área de Marketing especificamente, são exigidos um bacharelado ou diploma de College em administração ou algo relacionado, com especialização em vendas ou Marketing.

Para a área de Relações Públicas, pode ser exigido a certificação APR (Accredited in Public Relations).

Fonte: 

Randstad

 

Saiba mais:

Onde procurar emprego no Canadá?

Dicas para conseguir um emprego em sua área antes mesmo da graduação no Canadá

 

Importância do inglês para entrada no mercado de trabalho canadense

Muitos brasileiros chegam ao Canadá com um currículo de dar inveja, porém, quando entram no mercado de trabalho canadense esbarram na barreira do idioma, e tudo começa pela entrevista de emprego.

O empregador poderá ficar impressionado pela sua experiência no Brasil, porém ele não irá te contratar sem antes te conhecer pessoalmente e entender, de fato, quais são seus objetivos no país e o que você poderá contribuir para a empresa. E isso tudo será explicado em inglês!

É aí que muitas oportunidades são perdidas pois, dependendo da posição, será necessário ter um nível de inglês um pouco mais avançado. Afinal de contas, se comunicar bem em inglês será indispensável para o seu sucesso.

Mercado de trabalho canadense: meu inglês não é muito bom, o que eu faço?

Nesta etapa, vale a pena, então, pensar se não é interessante começar pelas vagas mais operacionais, como atendimento em loja, estoque de materiais, construção civil, entre outras, que não exigem um alto grau do idioma e, ao mesmo tempo, proporcionam diálogo com outras pessoas.

Segundo pesquisa da Labour Force Survey 2017, site oficial do governo canadense, a taxa de empregabilidade no país cresceu 1,6% em relação ao ano anterior. Portanto, fique tranquilo, que há oportunidades para todos os níveis!

O importante é pensar que toda experiência é válida e nunca deixar de estudar inglês, pois quanto mais avançado você estiver, mais oportunidades aparecerão. Outra alternativa se você não estiver muito seguro é procurar algo voluntário, pois além de ser muito valorizado no Canadá, você dará um “up” no seu inglês.

Resumindo: o inglês vai te ajudar a abrir portas em diversas áreas no país, principalmente em áreas mais estratégicas como Marketing, Finanças e Tecnologia. Mas não desanime, pois há diversas vagas que exigem um nível mais baixo do idioma e que podem ser seu pontapé inicial no mercado canadense. Lembre-se que muitos brasileiros que hoje estão fazendo carreira em empresas canadenses,  começaram em posições “de entrada”.

Dicas para se sair bem na procura de emprego no Canadá

O primeiro passo para a entrada no mercado de trabalho canadense é a busca de vagas. E não vá achando que elas aparecerão milagrosamente em sua vida.

Amplie seu “networking”

A nossa primeira dica e que também vai ajudá-lo muito a aprimorar o inglês é: amplie sua rede de contatos. Não é segredo para ninguém que o networking é algo muito importante para uma carreira de sucesso. Por isso, tire um tempinho para aprimorar sua rede de contatos, especialmente se você é um pouco introvertido. A ideia aqui é se comunicar. E em inglês! Comece a procurar na internet eventos de network em sua área de atuação. Saia de sua zona de conforto!

Segundo alguns especialistas, uma outra opção é usar o Linkedin. No Canadá, as pessoas têm o costume de realizar a chamada “informational interview”, ou seja, marcar de conversar pessoalmente com alguém da área ou da empresa na qual está interessado sobre o mercado de trabalho . Esta rede social pode ajudar e muito em um primeiro contato.

Não use gírias na entrevista de emprego

Muitas pessoas, principalmente adolescentes, aprendem diversas gírias em inglês e elas acabam aparecendo nos diálogos de forma natural. Mas tenha em mente que esta “mania” é vista de forma negativa pelos empregadores. Para Robert Fodge, de uma empresa localizada em Dover, Delaware, a forma de falar pode ser um grande problema durante a entrevista. Segundo ele, a forma de usar a linguagem é muito importante. Gírias não tem espaço no mundo dos negócios.

Jamais minta durante a entrevista

Segundo o site Monster.ca, uma das maiores reclamações dos entrevistadores é quando os candidatos não são completamente verdadeiros. Acredite, pequenas mentiras são muito comuns. Um exemplo frequente é, por exemplo, “aumentar” as realizações profissionais.

Principais perguntas em entrevistas de emprego

Para te ajudar a se preparar, é muito importante que você trace uma ideia das suas respostas no momento da entrevista. E como ela será em inglês, a dica é treinar em casa (na frente do espelho mesmo!) para não gaguejar na hora.

Assim como no Brasil, nas entrevistas de emprego no Canadá também existem aquelas perguntas-chave que, independente da vaga disputada, serão feitas pelos entrevistadores para conhecê-lo melhor e avaliar se você tem o perfil ideal para a empresa.

1)Tell me about yourself.

Com esta pergunta, o entrevistador quer, além de lhe deixar mais tranquilo, ouvir de você porque ele deve lhe contratar e o que você tem para oferecer à empresa. Para responder esta questão, a sugestão é que você fale um pouco sobre as suas qualificações e experiências anteriores relacionadas com a vaga disponível, suas habilidades, incluindo a maneira como você lida com as pessoas, e alguma informação pessoal que demonstre estabilidade.

2) Tell me about your experiences with this type of work.

Neste caso o entrevistador quer descobrir se você é capaz de desenvolver o trabalho proposto. Se você já teve alguma experiência parecida anteriormente, conte onde e dê exemplos de suas realizações. Caso sua experiência não seja a mesma, mas seja relacionada à vaga disponível, indique as habilidades que podem ser aproveitadas e também demostre vontade de aprender. Em caso de não ter feito nada parecido, foque apenas em suas habilidades e indique seu interesse no treinamento disponibilizado pela empresa.

3) Why do you want to work here?

Neste momento o entrevistador quer saber o que você conhece e gosta na empresa além de descobrir se você quer contribuir para o crescimento da companhia ou se está apenas atrás de segurança e dos benefícios oferecidos. Para responder a esta pergunta, primeiramente você precisará descrever o que você sabe sobre a organização. Além disso, não esqueça de indicar como as suas habilidades vão de encontro ao que eles estão precisando no momento e sua vontade de crescer com a empresa.

4) Why did you leave your last job?

A intenção desta pergunta é descobrir se você teve algum problema no passado e se há algum motivo para não contratá-lo. O empregador também quer avaliar sua atitude em relação aos colegas de trabalho, supervisores, políticas da empresa e situações difíceis.
Ao responder esta pergunta, sempre fale algo positivo sobre a sua antiga empresa. Também descreva brevemente a sua razão para ter deixado o emprego. Se você saiu bem da empresa ou tem uma carta de recomendação, conte para o entrevistador. Caso a sua situação não tenha sido tão boa assim, mencione o que os colegas de trabalho gostavam em você, algumas de suas realizações no antigo emprego e a oportunidade que você está tendo de procurar novos desafios e crescimento na carreira.

5) What kind of salary do you need?

Neste caso, o entrevistador quer saber se o salário que você tem em mente vai de acordo com o que a empresa está disposta a pagar. Nesse caso, temos três diferentes sugestões de resposta:

  • “I’m really interested in finding out what salary range you are offering”.
  • “I’m negotiable and ready to discuss an amount which is fair to both of us, and takes into account my responsibilities and qualifications”.
  • Caso o empregador esteja realmente interessado em contratá-lo, ou insista em uma resposta, diga um valor que você saiba que é realista. Por isso, saiba o quanto você precisa para conseguir cobrir seus gastos mensais. Pergunte também sobre benefícios e oportunidades de crescimento dentro da empresa.

6) When are you available for work?

O motivo desta pergunta é óbvio: descobrir quando você pode começar e se você tem outros compromissos. Se você estiver livre para começar imediatamente, diga. Caso você esteja trabalhando e ainda precisa avisar ao atual empregador, deixe claro o tempo que você necessita para isso.

7) What are your greatest strengths?

Com esta pergunta, o empregador quer descobrir o quão bem você se conhece, se você acredita em suas competências e se está confiante de que é a pessoa certa para a vaga. Para responder, diga que além de suas habilidades profissionais, treinamentos ou experiências anteriores você também tem qualidades que podem colaborar com o seu trabalho e liste cada uma delas. Se ainda tiver tempo, esteja preparado para dar exemplos reais e citar situações anteriores nas quais suas características lhe ajudaram a fazer um bom trabalho.

8) What are your weakness?

O motivo desta pergunta é descobrir se você não é a pessoa ideal para a vaga. Neste caso, você poderá apontar seus pontos fracos, mas ao mesmo tempo mostre que você está sempre trabalhando para superá-los.

Exemplos:
“I’m so enthusiastic that I want to do 100 thing at once, so I have to sit down and make a list of priorities and plan a schedule. That always works well with me”.
“I’m eager to have computer training, so I’m enrolling in evening courses for next term”

9) What are your long-range goals?

Os motivos desta pergunta são claros: descobrir se você tem interesse em permanecer na empresa; se a vaga é o que você realmente quer; identificar seus planos de carreira e se eles estão de acordo com os objetivos da companhia. Quando for responder a esta pergunta, mostre interesse e comprometimento com a sua área de trabalho.

10) Can you work under pressure or tight deadlines?

Neste caso, se for verdade, responda “sim”. Você pode falar algo do tipo “I know pressure and deadlines are a part of work and I enjoy meeting realistic goals and challenges”. Cite também exemplos de experiências passadas e descreva os prazos e pressões que você considera normais no tipo de trabalho que você estará executando.

Caso trabalhar sob pressão não seja o seu forte, primeiro cite alguns de seus pontos positivos e depois diga que você prefere saber os deadlines com antecedência para que você possa se organizar e trabalhar melhor.

Leia também:

Estratégias para procurar emprego no Canadá em 2017
Entrevista de emprego no Canadá: Como responder às três perguntas mais difíceis?
Saiba o que NÃO fazer em uma entrevista de emprego
Dicas valiosas para se dar bem em entrevistas de emprego

Dúvidas frequentes: Estudo no Canadá

Quer estudar no Canadá, mas está cheio de dúvidas? Então veja abaixo o texto que preparamos para você. Ele responde as principais dúvidas de nossos clientes:

1)Quais cursos dão direito à permissão de trabalho?

Atualmente, de acordo com a lei canadense, para ter direito a trabalhar o aluno precisa ser um estudante full-time em um programa pós-secundário, ou seja, pós-ensino médio, como colleges, bacharelados, mestrados, etc, com no mínimo seis meses de duração.

Nestes casos, enquanto está tendo aula, o aluno poderá trabalhar até 20 horas por semana (part-time). Já nos períodos de férias, denominados “scheduled breaks”, o estudante poderá trabalhar até 40 horas por semana.

Se o aluno estiver cursando um programa que conta com componente de trabalho (co-op), ele poderá trabalhar full-time no termo destinado para esta parte prática do curso (até 40 horas na semana).

É importante destacar que estudantes matriculados em cursos de inglês NÃO tem permissão para trabalhar.

Clique aqui e saiba mais sobre o assunto

2) Se eu tiver uma permissão de trabalho, posso começar a trabalhar a partir do dia que entrar no país?

A permissão de trabalho é válida a partir do primeiro dia de aula do estudante na instituição de ensino. A regra também é válida para o cônjuge. Antes do início das aulas nenhum dos dois podem trabalhar, mesmo que já tenham um work permit válido.

3) O que é o PGWP? Quais cursos dão direito à essa permissão?

O Post-graduation Work Permit (PGWP) é uma permissão de trabalho de oito meses a três anos de duração que o estudante internacional pode solicitar após completar seus estudos no Canadá. Porém, nem todos os cursos oferecem o direito de aplicar para o PGWP. De uma maneira geral, os programas que dão direito à essa permissão são:

*Faculdades públicas: Qualquer programa com duração acima de oito meses;
*Faculdades particulares: Qualquer programa que seja um degree (Exemplo: Bachelor Degree, Associate Degree ou Masters Degree)

Confira no site do governo canadense se a sua instituição é elegível ao PGWP.

Cursos vocacionais e cursos de inglês não dão direito ao PGWP. Nestes casos, após a conclusão deste tipo de curso, o estudante precisa retornar ao Brasil, a não ser que encontre um outro caminho para continuar no Canadá (como se matricular em um outro curso, por exemplo).

Clique aqui para mais informações sobre o PGWP

4) Qual a diferença entre Colleges e programas de carreira (cursos vocacionais)?

Os programas de carreira ( também conhecidos como cursos vocacionais ou co-op) têm esse nome porque apresentam um componente de estudos mais um componente de trabalho.

Eles são cursos de diplomas e certificados oferecidos em instituições privadas e apresentam uma série de vantagens para os estudantes: Normalmente contam com valores mais acessíveis e exigem um nível de inglês mais baixo quando comparado ao nível exigido pelos Colleges em geral. Eles também oferecem ao estudante a possibilidade de trabalhar 20 horas semanais off-campus durante o programa.

Porém, como já dito anteriormente, eles não dão direito à solicitação do PGWP ao término do curso, não sendo o mais indicado para aqueles que desejam imigrar para o país.

Infelizmente, não há uma lista identificando quais são as instituições públicas e privadas do país. Por isso, procure o seu consultor 3RA para não correr risco de tomar uma decisão equivocada e perder seu tempo e dinheiro.

Obs.: É importante tomar muito cuidado com a nomenclatura co-op. Existem programas em instituições públicas que contam com um termo de co-op, ou seja, um período no qual o estudante precisará trabalhar – ou fazer um estágio – para completar o curso. Este caso é diferente do citado acima.

Clique aqui e saiba mais sobre a diferença entre os cursos vocacionais e colleges

5) Quero levar o cônjuge para o Canadá. Os cursos vocacionais dão direito ao Open Work Permit?

De uma maneira geral, não. Há relatos de pessoas que até conseguem o Open Work Permit para o cônjuge estando matriculados neste tipo de programa, mas isso não é garantido como é no caso dos colleges públicos. Outro ponto importante a se considerar é quando o casal tem filhos. Cursos vocacionais não dão direito ao ensino público gratuito para as crianças e/ou adolescentes.

6) Existe alguma pontuação extra no sistema de imigração para quem conclui cursos no Canadá?

Sim. Desde o dia 19 de novembro de 2016, estudantes internacionais que concluírem programas pós-secundários ganham pontos no Express Entry, sendo 15 pontos para aqueles que tiverem uma credencial elegível de um programa de um ano ou dois anos e 30 pontos para quem tiver uma credencial elegível de um programa pós-secundário de três anos ou mais ou uma credencial elegível de um programa de mestrado ou doutorado; ou ainda uma credencial elegível no nível de um grau profissional de entrada para a prática para uma ocupação listada na matriz de classificação ocupacional nacional no Nível de Habilidade A para o qual o licenciamento por uma entidade reguladora provincial é necessária.

Clique aqui e saiba mais sobre o assunto

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Então deixe sua pergunta nos comentários para a nossa equipe ;)

Conheça mais sobre o Post-graduation Work Permit – PGWP

Quem está planejando estudar e/ou imigrar para o Canadá com certeza já deve ter ouvido a sigla PGWP, certo?

Para quem ainda não sabe, o Post-graduation Work Permit – PGWP – é uma permissão de trabalho de 8 meses a 3 anos de duração que os estudantes internacionais têm direito de solicitar após completarem seus estudos no Canadá. Por oferecer mais tempo de permanência no país e permissão de trabalho sem restrição de horas, o PGWP é hoje uma das principais opções para ajudar aqueles que desejam imigrar futuramente.

Porém, o que nem todo mundo sabe é que não são todos os cursos ou escolas que oferecem ao estudante esse direito de pedir pelo PGWP. Já recebemos em nossa agência muitas pessoas desesperadas que investiram um valor altíssimo em colleges de dois anos no Canadá, e que no final do curso descobriram que não teriam o direito de pedir o visto aberto de trabalho. Imagine a frustração e arrependimento dessas pessoas?

Uma das vantagens de contar com a assistência de uma agência especializada como a 3RA Intercâmbio é ter a garantia de se matricular em uma instituição que lhe dará esse direito (caso essa seja a sua vontade, já que a 3RA também oferece cursos vocacionais). Por ter duas agências no Canadá – uma em Vancouver e outra em Toronto – a agência tem uma relação muito próxima com as instituições de ensino e é  é especialista no assunto.

O diretor educacional da 3RA, Francisco Zarro, gravou um vídeo explicando um pouco mais sobre o PGWP, instituições e o formato dos cursos que dão ao aluno esse direito. Veja aqui:

 

Veja abaixo algumas dúvidas frequentes de nossos alunos sobre o PGWP:

1) Quando preciso aplicar para o PGWP?

Você tem até 180 dias após o recebimento da carta oficial de conclusão de seu curso para aplicar para o PGWP e você precisa ter um status válido no Canadá, caso faça a aplicação dentro do país. Para mais informações, entre em contato com a equipe da Immi Canada pelo e-mail [email protected]

2) Como aplicar para o PGWP e quais documentos irei precisar?

Você poderá aplicar online no site oficial da imigração canadense ou pelo correio.

  • Será preciso enviar todos os formulários exigidos pela imigração;
  • a cópia do passaporte completo;
  • cópia da permissão de estudos;
  • cópia do diploma ou certificado da instituição canadense ou do histórico escolar ou uma carta oficial da instituição declarando o término do curso.

3) O meu cônjuge também terá direito a estender a permissão de trabalho junto com o meu PGWP?

Para que o cônjuge consiga estender a permissão de trabalho junto com o aplicante principal, o estudante, no momento da aplicação do PGWP, deverá ter um contrato simples de trabalho firmado com uma empresa, em uma vaga full-time, dentro dos NOCs 0, A ou B. Para quem não sabe, o NOC é um sistema nacional que classifica e descreve todas as ocupações no país. Neste link você consegue descobrir em qual NOC a sua posição de trabalho se encaixa.

4) Não consegui o contrato de trabalho. Como meu cônjuge poderá continuar no Canadá?

Neste caso, as opções são ou o cônjuge se matricular em uma instituição de ensino e estender sua estadia como estudante ou então apenas como turista. Porém, caso você consiga um contrato de trabalho depois, o seu cônjuge poderá aplicar novamente para a permissão de trabalho.

5) Todos os cursos dão direito ao estudante aplicar para o PGWP?

Não. Para ter direito a pedir pelo PGWP, o aluno deverá ter concluído um programa em uma faculdade pública de no mínimo oito meses de duração ou um programa de degree em faculdades particulares (no caso das privadas, não valem diplomas e certificados). Ainda existem uma série de outros requisitos que devem ser seguidos. Por isso, é sempre importante contar com uma agência especializada como a 3RA Intercâmbio. Assim você terá a garantia de que irá se matricular em uma instituição que lhe dará esse direito.

Para te ajudar ainda mais, o Governo Canadense liberou uma lista com todos os colleges que dão direito ao PGWP.  Seguindo os passos da tela você vai encontrar a província, o nome da instituição e se aquele college é elegível ao PGWP através das opções sim e não.

Outras informações sobre o PGWP podem ser obtidas no site oficial da imigração canadense.

Leia mais:

Dúvidas frequentes: Estudo no Canadá

Dúvidas frequentes: Cursos vocacionais