Por Que Escolher a Área de Marketing Digital em Montreal?

Montreal é a segunda maior cidade do Canadá e nela estão diversas das principais empresas do país.

Eu convidei aqui para bater um papo comigo a nossa querida Bruna que é representante da ILSC/ Greystone College e tem cursos nessa área em Montreal. Então o conhecimento dela é bem grande. Esses cursos, eles são montados baseado na necessidade da indústria. Nós vamos bater um papinho aqui sobre essa área de marketing digital na cidade de Montreal.

Muitos brasileiros procuram o marketing né?  E a cidade de Montreal, acaba sendo um destino também procurado pelos brasileiros. Então, vamos fazer essa ponte aqui, passar informações desse mercado ali na cidade de Montreal. Montreal, hoje, para os brasileiros, também tem sido a porta de entrada. A gente fala que Montreal é um mundo à parte dentro do Canadá.

Então, alguns benefícios que só vêm como vantagem para os alunos que estão planejamento ir para o Canadá e numa área que eu acho que depois desse período que a gente passou foi uma das áreas que mais cresceu profissionalmente falando. Tem muitas oportunidades bacanas para quem está se planejando e principalmente dentro dessa área que a gente vai falar hoje.

Essa área de tecnologia avançou em torno de cinco a dez anos na pandemia.  Realmente é uma área que cresceu muito durante a pandemia né Bruna? De repente, fomos impossibilitado de sair de casa para fazer as coisas que a fazíamos em uma rotina normal: fazer compras, comprar um presentinho aqui, um presentinho ali… Antes, entravamos em um site para comprar alguns aparelhos eletrônicos e, de repente fomos obrigado a fazer qualquer tipo de compra online por conta dessa contenção dessa restrição de deslocamento que tivemos.

Você falou de avanço de cinco a dez anos num período curto de tempo, foi justamente por conta disso. As pessoas não tinham mais a possibilidade de sair de casa e tudo se voltou para digital, porque hoje, na palma da nossa mão, temos banco, temos aplicativo de compra… Eu até brinco quando falamos de Marketing Digital: Eu ouvi falar de um restaurante bacana e eu queria conhecer. A primeira coisa que você faz é ir na internet para pesquisar alguma informação, para ver como é que é, para ver se você realmente gostaria de ir ou não. Então isso vem crescendo. Assim como a área de TI, não vai faltar oportunidade, não é uma coisa que vai acabar na verdade. A tendência é que se evolua cada vez mais é que abram mais oportunidades para diversas pessoas que estejam interessadas em entrar na área ou que já estejam na área.

Montreal é segunda maior cidade do Canadá. Ela fica só atrás em termos de população de Toronto, e é uma cidade muito tecnológica. Historicamente, Montreal é uma cidade de muitas empresas de tecnologia. Tem inclusive grandes empresas canadenses que tem esse desenvolvimento na área de tecnologia. Eu costumo dizer sempre que existem duas áreas que, apesar de não serem TI exatamente, elas vão junto com a empregabilidade de TI que é o Marketing Digital e o Designer Gráfico porque a tecnologia não funciona sem esses profissionais né? Se pegarmos uma média de salários anuais, essas áreas estão sempre acima de uma média canadense. Então, assim, estamos falando do segundo maior centro financeiro e também populacional do Canadá, estamos falando de uma das áreas e regiões com maior empregabilidade nessa área. Montreal oferece muito a um profissional de tecnologia, um profissional de Marketing Digital e tudo mais.

Você falou uma coisa lá no começo que eu achei interessante. Você falou que Montreal é um país dentro de outro país, acaba oferecendo coisas que não são oferecidas em outros locais no Canadá. Então vamos pegar um pouco essa sua deixa para explicar.

Então eu falei no início, a Bruna é representante do Greystone College. O Greystone College é uma das maiores instituições de ensino privadas que nós temos aqui no Canadá. Uma excelente escola, do grupo da ILSC. Ela tem escolas em Vancouver e Toronto. Os programas dela em Vancouver e em Toronto não concedem o direito ao PGWP, aquele visto de trabalho após a conclusão do seu curso. Quando passamos para Montreal, por ter leis ali daquele local você muda bastante essa regulamentação e Greystone College em alguns dos seus cursos, ela passa a oferecer o PGWP.  Existem diversas vantagens para isso, uma delas é a financeira, tem um custo um pouco menor do que $11 mil dólares canadenses. Mas é um curso com mais ou menos de dezenove meses de duração e depois você tem um PGWP de aproximadamente dezanove meses, ou seja, por um valor abaixo de onze mil dólares, você está falando de mais de três anos de Canadá. Então, financeiramente, não conseguimos encontrar esse valor em nenhum outro lugar no Canadá. Essa diferença que existe ali na província de Quebec acaba tornando as coisas super interessantes. Uma delas é cursos incríveis, com um custo muito abaixo da média, proporcionando o PGWP e proporcionando junto o visto de trabalho para o cônjuge, também filhos terem direito à escola pública gratuita. Então tem muito benefício.

Nesses dois últimos anos, devido à pandemia, aparecerem diversas promoções principalmente nos colleges privados, como a Greystone College. Hoje são praticados valores muito abaixo do que existiam antes da pandemia. Naturalmente, as escolas, elas mudam a tabela de preços todos os anos.  Então, nós aqui da 3RA, já esperamos que a tabela de preços das escolas, no ano que vem, no momento já olhando um pós-pandêmico, já tendem a voltar ao que era o valor normal antes da pandemia.

Então, lembramos que passamos um valor abaixo de onze mil dólares. São três anos e dois meses no Canadá e que você vai estudar em uma das áreas com alta empregabilidade, grande entrada no mercado. Depois terá um tempo muito grande de PGWP e você vai pagar um valor abaixo de onze mil dólares por isso. Antes da pandemia, esses valores que hoje nós praticamos, principalmente das empresas privadas, eles são muito diferentes dos praticados anteriormente. As escolas não vão conseguir aguentar isso por muito mais tempo, então não perca essa chance  e entre em contato agora com um consultor da 3RA para ver a melhor opção para você lá na Greystone College em Montreal. Eles têm um curso de marketing digital também de outros recursos interessantes, com direito ao PGWP.

Então vamos voltar um pouquinho para o marketing digital, não tinha como deixar de falar isso né Bruna?

Esse preço, apesar de ter que se matricular até o final do ano para garantir, não quer dizer que vocês precisam embarcar imediatamente, tem um tempo para planejamento, aplicação de visto e etc… Então é mais para garantir o mesmo valor que realmente eu também de tantos anos nessa indústria, não tinha visto nada parecido com tantos benefícios para os alunos, então é uma ótima oportunidade.

Uma coisa que eu acho interessante você saber é que o Marketing Digital ele é muito multifacetado, você pode vir de diversos segmentos e entrar nele.  Você pode vir por exemplo, do segmento de Business, Tecnologia, de Vendas. Eu vi aqui no histórico da 3RA que nós já perdemos alguns funcionários para esse mundo.

Diversos que foram para o marketing digital em si e também para trabalhar com vendas de produtos para empresas e tudo mais. Nós vimos está área crescer muito aqui no Canadá ao longo desses anos. Se pegarmos Montreal que é uma cidade super tecnológica, a segunda maior cidade do Canada, as opções são enormes né?

O Marketing acaba abrangendo muitas áreas. A questão do Marketing é que você pode usá-lo dentro da sua própria área. Então, às vezes, você tem uma formação prévia aqui no Brasil, em alguma área específica, você pode trabalhar em uma empresa na área de Marketing para promover essa área que você já tem um conhecimento prévio, então, é uma formação mais claro, você ganha qualificações a mais, mas você complementa o seu conhecimento prévio. Então, o conhecimento nós nunca perdemos, não é?

Você vê hoje médicos, dentistas, advogados, blogueiros fazendo um marketing digital forte. É necessário, independente da área. Principalmente agora durante o período de pandemia, aquela questão que eu falei, das pessoas irem buscar informações nas redes sociais, na internet, no geral. Muitos profissionais, independente da área, eles têm os seus perfis sociais de divulgação de Marketing, e tem uma pessoa que precisa ser responsável por fazer essa divulgação de forma que atinge ao público certo que atinja o resultado esperado.

Então, Marketing Digital é uma das áreas que têm mais oportunidades e abrange outras áreas para a pessoa que está se formando ou que está ingressando em um conhecimento na área do marketing.

 

Mande uma mensagem aqui para 3RA que nós podemos te orientar. Eu acho que o tempo agora está muito crucial né Bruna? Entre em contato com um consultora da 3RA, para que você aproveite os preços de pandemia e venha estudar num período já pós-pandêmico.  :)

 

 

Quero ir para o Canadá, preciso mudar de carreira?

Antes de fazer as malas, é muito importante entender quais rumos a sua profissão pode tomar em terras canadenses e como isso pode afetar a sua projeção profissional.

Se a sua profissão é regulamentada, você não precisa necessariamente mudar de profissão no Canadá. Pois a maioria das profissões regulamentadas no Brasil, também são por aqui. Essa é uma das dúvidas mais frequentes entre os alunos que buscam imigrar.

Das profissões regulamentadas, uma área que sempre demanda profissionais é a de engenharia e arquitetura pelo grande aquecimento do mercado e expansão das cidades. A área de saúde também é uma com forte demanda no mercado canadense.

Para as profissões não regulamentadas, vale pesquisar qual área de atuação mais se assemelha com o trabalho que você desempenha hoje.

Apenas uma área de atuação que é regulamentada porém, com algumas implicações é a de advocacia, pois a base do direito no Canadá é completamente diferente do Brasil. Ainda assim, é possível trabalhar em áreas relacionadas.

Quero começar do zero

Muita gente opta por vir ao Canadá estudando, por exemplo. Isso significa que a pessoa pode escolher aprender a profissão que sempre quis se arriscar a fazer. Aqui, há engenheiros que viraram chefes de cozinha, há publicitários que começaram a ensinar dança, há advogados que agora são programadores… e por que não?

Sim, o Canadá dá oportunidades para que você consiga trilhar seu caminho e reconstrua a sua carreira na área que atuava no Brasil. Porém, a não ser que você chegue ao país transferido pela mesma empresa e na mesma posição, você precisará provar ao mercado de trabalho canadense quem você é, o que você faz e quais são suas experiências.

Lembre-se que em ambos os casos, ter a mente aberta para aprender uma nova cultura é essencial.

Conversamos com Vanessa Campanholo da Capilano University sobre este tema. Quer assistir ao bate-papo, clique aqui.

Querendo vir para o Canadá? Converse com um dos nossos consultores e descubra qual a melhor opção para você colocar seu projeto Canadá em ação!

Estudo e imigração para o Canadá

Atualmente, muitos brasileiros que chegam ao Canadá para estudar acabam se apaixonando pelo país e decidem tentar um processo de residência permanente. E, neste momento, surge aquela dúvida: Os meus estudos no Canadá podem me ajudar de alguma forma a continuar no país de maneira definitiva? A resposta é sim. Veja mais no texto abaixo: 

Alguns cursos do Canadá oferecem a possibilidade de obter uma permissão de trabalho após a graduação. Essa permissão é conhecida como Post Graduation Work Permit, o famoso PGWP. Nós  já abordamos esse assunto em vários outros textos aqui no blog. No entanto, agora decidimos voltar a falar dele para explicar como e porque ele pode ser um forte aliado de quem deseja fazer do Canadá o seu lar definitivo.

Além disso, o estudo pode colaborar para uma imigração futura de outras formas. Muitos cursos oferecem uma pontuação extra no processo federal, o Express Entry. Este programa tem como foco principal trabalhadores qualificados. 

Outra vantagem é que alguns cursos também dão direito a uma permissão de trabalho sem restrição de horas para o cônjuge. Essa permissão é válida a partir do primeiro dia de aula do estudante de College. Isso também pode ajudar o casal a se qualificar mais rápido para um dos processos de imigração disponíveis. 

Quer entender melhor como essas permissões de trabalho adquiridas através do estudo podem ajudar você a imigrar para o Canadá? É só continuar a ler esse texto. ;)

Vamos começar falando um pouco sobre o PGWP:

Como funciona o PGWP?

Resumidamente, o PGWP vai te dar a oportunidade de permanecer por mais um período trabalhando em terras canadenses logo após a sua formatura no Canadá. A validade desta permissão vai variar de acordo com o tempo de seu programa de estudos. Ela pode ser de oito meses a até três anos. Veja abaixo como funciona a duração do PGWP:

  • Se você concluiu um curso de oito meses de duração, você poderá ser elegível para oito meses de permissão de trabalho.
  • Se você concluiu um curso de 12 meses de duração, você poderá ser elegível para uma permissão de trabalho de um ano.
  • Se você concluiu um curso de dois anos ou mais de duração, você poderá ser elegível para um open work permit de até três anos.  

Como já falamos em outros textos aqui do blog, é importante lembrar que nem todas as escolas e cursos oferecem a possibilidade de aplicar para o PGWP após a graduação. Cursos de inglês e vocacionais, por exemplo, não oferecem esse direito. No site oficial da imigração canadense é possível verificar todos os critérios de elegibilidade do PGWP.

No entanto, em suma, os cursos que te tornam elegível ao PGWP são os seguintes:

  • Programas full-time com duração mínima de oito meses em instituições públicas.
  • Programas full-time de degree em instituições particulares (Exemplo: Bachelor Degree e Masters Degree)

Lembramos também que o governo divulgou recentemente a lista das instituições que dão direito ao PGWP. Apenas tenha em mente que o “Yes” estampado na coluna “Offers PGWP” não é garantia que o programa escolhido por você vai te tornar elegível. É preciso ficar atento não só à escola escolhida, mas também às características de cada programa. Por exemplo: Vamos supor que você faça um programa de seis meses em uma das instituições apontadas nesta lista. Ainda que esteja marcando “Sim” para o PGWP, um programa de apenas seis meses não te dará direito a aplicar para essa permissão de trabalho. Entendido?

Como o estudo e/ou PGWP podem te ajudar a se qualificar para imigrar para o Canadá?

É muito importante ressaltar que estudar no Canadá não vai garantir a sua residência permanente. Muitas pessoas acreditam que, ao concluírem um curso no país e aplicarem para o PGWP, receberão a residência automaticamente. Isto não é verdade! Durante o período do seu curso e do PGWP você é considerado um residente temporário. Você só se tornará um residente permanente após ser aprovado em um dos processos de imigração do Canadá. 

Como já falamos na abertura desse texto, o que acontece, na verdade, é que a conclusão de um curso no país pode te ajudar (e muito!) a se qualificar melhor para um desses programas de imigração e, consequentemente, a imigrar para o Canadá definitivamente. Por exemplo: você poderá ganhar pontos extras no processo federal, o Express Entry, logo após a sua formatura. 

Veja apenas alguns exemplos abaixo:

  • São concedidos 15 pontos para aqueles que concluírem um programa pós-secundário de um ou dois anos de duração;
  • São concedidos 30 pontos para quem concluir um programa pós-secundário de três anos ou mais; ou tiver uma credencial elegível de um master’s degree ou doutorado.

Além disso, ao se formar em uma instituição canadense e que dê direito ao PGWP, as suas chances de conseguir um emprego qualificado aumentam e isso também pode te ajudar a somar pontos nos processos de imigração.

Por exemplo: Ao completar um ano de trabalho remunerado full-time (mínimo de 30 horas semanais, 1.560 horas anuais) no país dentro dos NOCs (National Occupational Classification) 0, A ou B,  você poderá se tornar elegível ao Canadian Experience Class, uma das vertentes do Express Entry.  Além disso, somará mais pontos por conta dessa experiência canadense.  

Caso você só consiga um trabalho part-time, você precisará provar o equivalente a um ano full-time, ou seja, as mesmas 1.560 horas (Você pode comprovar que trabalhou 15 horas semanais por 24 meses, por exemplo). Lembramos que a experiência profissional acumulada enquanto você estiver com visto de estudante não entram nessa conta e, por isso, o PGWP é tão importante. Com esta permissão aberta de trabalho você poderá começar a contar esse tempo de experiência canadense.

É importante destacar ainda que apenas o fato de somar um ano de experiência de trabalho qualificada no Canadá também não garante a sua residência permanente, mas sim, mais pontos para o processo de imigração. O convite para a residência permanente dependerá da nota de corte. Caso você tenha uma pontuação igual ou superior ao estabelecido, você receberá o ITA (Invitation to Apply) e poderá submeter a documentação para a análise do oficial de imigração.

Obs.: Se você ficou confuso com o termo “National Occupational Classification” (NOC) citado acima, calma que a gente explica! O NOC é um sistema que descreve e classifica as profissões no Canadá. Normalmente:

  • Os NOCs 0 são referentes às funções de gerenciamento;
  • Os NOCs A à ocupações de nível profissional;
  • Os NOCs B à trabalhos técnicos; 

Você pode consultar qual o NOC da sua profissão no site da imigração canadense. Basta digitar o nome de sua função em inglês e observar o código que aparece na coluna “Skill level or type”.

Imigrar para o Canadá: Visto de trabalho aberto para o cônjuge

Para os que estão embarcando junto com o cônjuge, o estudo pode te ajudar a imigrar de outras formas.

Ao escolher uma instituição e um programa que irão lhe garantir o direito de aplicar ao PGWP, o seu cônjuge também terá direito à permissão de trabalho sem restrição de horas pelo mesmo tempo de duração de seu programa de estudos.

Com o work permit em mãos desde o seu primeiro dia de aula, o seu cônjuge poderá batalhar pela imigração de vocês logo de início. Desta forma, não será preciso esperar os pontos extras adquiridos com a sua experiência de trabalho durante o PGWP.

A situação é a mesma citada no tópico anterior. Ao completar um ano de trabalho remunerado full-time (1560 horas) nos NOCs 0, A ou B, o seu cônjuge poderá se classificar para o Canadian Experience Class. Como consequência, ele irá garantir mais pontos no Express Entry. Sendo assim, a imigração de vocês poderá chegar antes mesmo da sua formatura.

Porém, assim como no caso anterior, a experiência canadense não garante a residência permanente.  Este tempo de trabalho irá somar mais pontos no processo. Isso poderá tornar o cenário bem mais favorável para vocês. A elegibilidade e a pontuação no processo vão depender também de uma série de outros fatores. Alguns exemplos são: escolaridade, idade, experiência de trabalho, entre outros.

Também é importante destacar que, caso vocês não consigam imigrar para o Canadá antes de sua graduação, é preciso ficar atento a alguns detalhes. Você só poderá estender o visto de trabalho do seu cônjuge junto com o seu Post Graduation Work Permit (PGWP) caso você tenha uma oferta full-time dentro dos NOCs 0, A ou B.  Caso você não tenha esse contrato de trabalho no momento da aplicação do PGWP, o seu cônjuge deverá estender o visto como turista ou estudante. Porém, assim que você conseguir o trabalho, você poderá aplicar novamente para a permissão de trabalho de seu acompanhante.

Formas de imigrar para o Canadá: Processos provinciais

É sempre bom lembrar que o programa federal de imigração – Express Entry – não é a única opção disponível. Há também outras formas de imigrar para o Canadá. Uma outra alternativa são os programas provinciais.

A província de British Columbia, por exemplo, conta com o BC Provincial Nominee Program (BC PNP) no qual uma das categorias – a International Graduate – é focada em estudantes internacionais que concluíram programas de estudo no Canadá.

Para ser elegível, o estudante precisa seguir uma série de critérios. Veja apenas alguns:

  • Ter aceitado uma oferta de trabalho full-time e por tempo indeterminado de um empregador da província de British Columbia. Esse trabalho precisa estar dentro de um dos NOCs 0, A ou B.
  • Poder exercer legalmente a ocupação na provincia de British Columbia.
  • Ter condições de se manter e manter financeiramente os seus dependentes no Canadá.
  • Ter status legal no Canadá.
  • Ter completado um programa de degree, diploma ou certificado em uma instituição pós-secundária nos últimos três anos. A instituição precisa ser considerada elegível pelo governo canadense.
  • Provar proficiência no idioma de acordo com o exigido pelo programa e categoria.
  • Entre outros;

Lembramos que a 3RA Intercâmbio é uma empresa especializada em educação no Canadá. Este texto trata de processos imigratórios de uma maneira geral. Cada caso é diferente e, por isso, recomendamos que você procure a Immi Canada. A immi é nossa empresa parceira e especialista em vistos e imigração no país. Eles poderão fazer uma análise de seu perfil e indicar o melhor caminho para você, já que existem vários disponíveis atualmente. Email de contato: [email protected]

Depoimento: Imigrar para o Canadá antes mesmo do PGWP

Imigrar para o CanadaRafaela Borges é cliente e funcionária da 3RA Intercâmbio. Ela iniciou seus estudos no British Columbia Institute of Technology (BCIT) em Setembro de 2016 no programa de Marketing Management. A graduação estava prevista para Março de 2018.

Em Novembro de 2016, o marido, Diego Mendes, conseguiu um emprego em sua área de atuação – Edição de vídeo. Após somar um ano de trabalho no país, o casal se qualificou para o Express Entry através do Canadian Experience Class. Com isso, eles garantiram a residência permanente antes mesmo da emissão do Post Graduation Work Permit (PGWP).

“Quando procurei a 3RA estava buscando por um programa que me desse a possibilidade de três anos de PGWP. Não tinha certeza se queria ficar no Canadá para sempre, mas pensei: Quanto mais tempo, melhor. Acabou que imigramos antes mesmo do PGWP ser emitido, bem perto da data da cerimônia da minha graduação. Foi uma surpresa boa e um grande presente”, disse.

Para Rafaela, a possibilidade de o marido poder trabalhar full-time desde o primeiro dia de aulas dela fez toda a diferença.

“Sem dúvidas, com uma permissão de trabalho sem restrição de horas fica mais fácil conseguir um emprego. Os empregadores preferem contratar quem já está no país e com permissão para trabalhar full-time. A experiência canadense do Diego elevou bastante nossos pontos no Express Entry. Fomos chamados logo no primeiro draw após ativarmos o perfil. Se eu não tivesse estudando, o Diego não teria a possibilidade de trabalhar full-time. Com isso, não teríamos como conseguir esses pontos extras, o que facilitou bastante o processo para a gente”, finalizou.

Todas as informações deste texto foram revisadas com a contribuição da Immi Canada, empresa especialista em vistos e imigração, que conta com consultores credenciados ao ICCRC (Immigration Consultants of Canada Regulatory Council). 

Vancouver classificada como uma das melhores cidades estudantis do mundo

Escolher o local certo para viver como estudante pode ser tão estressante quanto estudar para o vestibular, ainda mais se for em outro país.

Para te ajudar nessa escolha, a QS, empresa internacional no ramo de educação acaba de lançar sua lista das principais cidades estudantis e Vancouver é uma das principais escolhas. Segundo a QS, Vancouver está na posição 16 numa lista de 120 cidades ao redor do mundo.

O QS classificou as cidades com base no número e no desempenho de suas universidades, na quantidade de empregadores que estão contratando ativamente, na acessibilidade, na conveniência, na qualidade de vida e na diversidade do corpo estudantil.

O feedback de mais de 87.000 estudantes internacionais foi levado em conta nos resultados.

Você pode encontrar o ranking completo de cidades em: https://www.topuniversities.com/city-rankings/2019

trabalhar e estudar no canadá

Trabalhar e Estudar no Canadá: a importância de seguir as regras do país

Recentemente, o site Global News abordou a importância de seguir as regras sobre  trabalhar e estudar no Canadá. O website destacou que um estudante de um college público da província de Ontário burlou as normas do país, pois estava trabalhando full-time durante o período dos estudos. A imigração canadense, então, ordenou que ele fosse deportado ao seu país de origem no último dia 15 de junho. 

Nós sabemos que, no Canadá, estudantes podem trabalhar apenas 20 horas por semana, se estiverem em um programa que dê este direito. Porém, existem pessoas que, para bancarem o alto preço do custo de vida do país e das mensalidades de seus estudos, trabalham mais do que o é permitido por lei. Mas isso é errado! O aluno pode trabalhar em período integral apenas nas pausas programadas ou nas férias do college. 

 Trabalhar e Estudar no Canadá: Entenda a matéria do Global News 

 Jobandeep Sandhu, natural da Índia, trabalhava como motorista de caminhão e foi abordado por policiais federais em uma ação rotineira. O estudante de 22 anos disse que chegava a trabalhar quase 50 horas semanais para assim poder pagar seus estudos e ajudar um irmão com as despesas pessoais. Ele era aluno de Engenharia Mecânica na cidade de Mississauga. E mais, se formaria em apenas 10 dias do momento em que foi descoberto pelas autoridades. 

Trabalhar e estudar no Canadá: regras para estudantes internacionais 

Quando você chega no Canadá como estudante de um programa que lhe permite trabalhar por 20 horas semanais, o governo entende que seu foco são os estudos. Na situação mencionada na reportagem do Global News, um porta-voz da Agência de Serviços de Fronteira do Canadá (CBSA) disse que o estudante cometeu algo “inadmissível” no Canadá ao “violar os termos de uma permissão de estudo”. 

Por isso, é muito importante o estudante internacional se atentar às regras do país. Principalmente se vier em família, pois caso aconteça algo, isso pode influenciar no projeto de todos os membros. 

Caso você tenha alguma dúvida sobre seu visto, entre em contato com a Immi Canada. A empresa é responsável e especialista em vistos e imigração para o Canadá. Veja algumas regras e permissões para estudar no país. 

Trabalhar e estudar no Canadá: o que pode e o que não pode fazer

Existem muitas opções para quem deseja estudar e trabalhar no Canadá. O que muita gente não se atenta é que, para poder trabalhar enquanto estuda, o aplicante deve estar inscrito em um programa de carreira ou um curso de desenvolvimento profissional em um college ou universidade. Além disso, o programa escolhido deve obedecer a alguns critérios estabelecidos pelas Leis do Governo Canadense. 

Uma questão que muita gente não sabe é que estudantes de idioma não podem trabalhar no Canadá! Antes de junho de 2014 quem estudava inglês ou francês no país podia pedir um visto de trabalho. Essa permissão dava ao aluno o direito de trabalhar a mesma quantidade de horas que ele havia estudado depois que o curso de idiomas terminasse. Porém, no dia 1º de junho de 2014 essa lei canadense mudou.

 Os consultores educacionais da 3RA são especializados em programas de estudo no país e poderão te auxiliar em seu planejamento. Além disso, poderão te passar algumas dicas para que sua experiência no Canadá seja a mais proveitosa possível. Entre em contato com a 3RA Intercâmbio . 

Primeiro passo: escolher o programa de estudos 

Como falamos anteriormente, para que o aluno possa trabalhar no Canadá ele precisa estar matriculado em um programa full-time, com duração mínima de oito meses, ou em uma faculdade privada em um curso de degree.  Existem dois tipos de instituições: os colleges e as universidades. 

O college é mais voltado ao mercado de trabalho, em áreas de alta demanda e empregabilidade. São programas de diploma e certificado que possuem o foco na área prática. Já as universidades oferecem bacharelados, mestrados e doutorados. Estas instituições são voltadas à produção de pesquisas. 

Trabalhar e estudar no Canadá: programas vocacionais

Uma das alternativas para quem deseja estudar e trabalhar no Canadá é fazer um programa vocacional. O curso conta com valores mais baixos se compararmos aos colleges públicos, e ainda te dá o direito de trabalhar full-time durante o período do estágio remunerado (co-op). 

Os cursos vocacionais são conhecidos como career colleges ou programas de “Estudo + Trabalho”. Neste tipo de programa, o aluno fica em sala de aula por um período e depois coloca em prática o que aprendeu na teoria. Neste momento, o estudante poderá trabalhar 40 horas por semana (lembrando que ele poderá trabalhar por 20h desde o primeiro de aula). 

Estes cursos são oferecidos nas credenciais de certificado e diploma e são ministrados em colleges privados. Para ingressar, é necessário ter o Ensino Médio completo (2º grau), e ter, no mínimo, 18 anos de idade. As áreas mais comuns são: hotelaria, negócios, atendimento ao cliente, entre outras.

Para poder trabalhar, o curso vocacional deve ser full-time com, no mínimo, seis meses de duração. Lembrando que mesmo que você chegue antes ao Canadá, poderá trabalhar apenas a partir do seu primeiro dia de aula. Caso você estude inglês antes, que pode ser inglês geral ou Pathway, durante este período não é permitido trabalhar.

Trabalhar e estudar no Canadá: colleges que dão direito ao PGWP 

Outra opção para quem deseja trabalhar e estudar no Canadá é fazer um programa em um college que dê direito ao PGWP. O Post-graduation Work Permit é uma permissão de trabalho sem restrição de horas que os estudantes internacionais têm direito de aplicar ao fim dos estudos no Canadá. 

Para ter direito a pedir o PGWP, o aluno precisa ter finalizado um programa de uma faculdade pública de, no mínimo, oito meses de duração ou em um curso de degree em faculdades particulares. Como nos cursos vocacionais, estes também possibilitam que o aluno trabalhe 20h por semana desde o primeiro dia de aula. Confira os colleges que dão direito ao PGWP.  

O estudante tem até 180 dias para aplicar para o PGWP. Esta é uma regra nova do Governo canadense, já que este prazo anteriormente era de apenas 90 dias. Além disso, não é necessário mais ter um visto de estudos válido, mas é necessário ter um status temporário válido no Canadá, caso faça a aplicação dentro do país. 

O PGWP é concedido apenas uma vez na vida. Portanto, fique de olho no tempo deste visto: 

  • Conclusão de um programa de oito meses de duração: poderá ser elegível para oito meses de PGWP;
  • Conclusão de um programa de 12 meses de duração: poderá ser elegível para um ano de PGWP;
  • Conclusão de um programa de dois anos ou mais: poderá ser elegível para até 3 anos de PGWP.

Trabalhar e estudar no Canadá: Vantagens de fazer um curso que dê PGWP

Estudante com cônjuge

Se você estiver com seu cônjuge no Canadá, ele também poderá ter o visto de trabalho aberto atrelado ao visto de estudos do aplicante principal que está estudando em um programa que dê o PGWP. Desta forma, se vocês estiverem pensando em permanecer no país, a experiência do cônjuge já estará valendo para processos de imigração caso ele esteja em um trabalho nos NOCs 0, A ou B. 

O NOC –  National Occupational Classification (NOC) é um sistema nacional que classifica as ocupações no Canadá. 

Após a finalização do seu curso você poderá aplicar para o PGWP e aí sim sua experiência de trabalho vai começar a contar pontos para processos de imigração.  E o cônjuge? Calma, ele também terá a possibilidade de estender a permissão de trabalho junto com o aplicante principal. O estudante só precisará apresentar uma oferta de trabalho e alguns paychecks recentes. Contate a Immi Canada  pelo e-mail [email protected] caso tenha alguma dúvida. 

Atenção: Recentemente, a imigração atualizou as regrinhas a respeito do momento em que o cônjuge, que está acompanhando um estudante de college ou faculdade, poderá começar a trabalhar no Canadá. Agora, o cônjuge está liberado para trabalhar a partir do momento em que o seu Open Work Permit (visto aberto de trabalho) for aprovado e o SIN number for emitido, não precisando mais aguardar o estudante iniciar suas aulas no college ou faculdade. Para o estudante, a regra permanece a mesma – ou seja, ele só poderá trabalhar (até 20h semanais) a partir de seu primeiro dia de aula no college ou faculdade. 

PGWP x imigração

É muito importante destacar que a experiência de trabalho no Canadá não garante a residência permanente. Ela irá apenas somar pontos no processo, tornando o cenário mais favorável para vocês. Existem outros fatores que vão ajudar, como experiência de trabalho, nota em prova de proficiência de inglês, entre outros. 

Caso tenha alguma dúvida nesta aplicação, entre em contato com a IMMI Canada pelo e-mail [email protected]

Famílias com filhos

Uma outra grande vantagem é que, dependendo da credencial do curso, os filhos poderão estudar em escola pública no Canadá. Em British Columbia, as crianças têm direito a estudarem de forma gratuita a partir dos cinco anos; e em Ontário, a partir dos quatro. Antes disso, as crianças podem ir para a creche no Canadá, que é paga. 

Pagamento do college

Por fim, um ponto importante que podemos ressaltar é que o pagamento do curso é feito por semestre. Muitos clientes quando se deparam com o valor total do programa se assustam porque pensam que precisam quitar tudo no primeiro momento. Mas no Canadá os pagamentos são feitos a cada 4 meses, em sua maioria (semestre). 

 Trabalhar e estudar no Canadá: planejamento financeiro 

O primeiro passo para estudar no Canadá é fazer o planejamento financeiro. Vimos que o aluno de Ontário acabou excedendo as horas, porque precisava pagar seus estudos. Nós indicamos que os estudantes já cheguem ao país com o valor total do college guardado, pois você poderá trabalhar apenas 20 horas por semana, e este montante será apenas para sua manutenção mensal. 

Para se ter uma ideia, veja a tabela abaixo com os valores anuais dos cursos vocacionais e colleges públicos em British Columbia e Ontário. 

British Columbia Ontario
Cursos vocacionais CAD$ 8.000 a 10.000/ano CAD$ 8.000 a 10.000/ano
Colleges públicos CAD$ 18.000/ano CAD$ 15.000/ano

Se considerarmos que o salário mínimo por hora atual na província de British Columbia é CAD 13.85 e você só poderá trabalhar 20 horas por semana, você receberá, ao fim do mês, CAD 1.108 (sem contar os valores descontados). Já em Ontario, o salário por hora é CAD 14, sendo assim CAD 1.120 ao fim do mês. Para o college vocacional, você terá que pagar o valor total antes mesmo de iniciar as aulas. Já para o college público, o montante é dividido entre a quantidade de termos daquele ano. 

Por isso é muito importante se atentar a este planejamento financeiro, pois o custo de vida no Canadá pode ser mais alto do que você espera. 

Exigência para ingressar em uma instituição canadense

Para que você possa fazer um college ou uma universidade no Canadá, você terá que fazer uma prova de inglês, que pode ser o IELTS Academic, TOEFL, prova específica da escola ou até mesmo o Pathway. Há também o TEF para o caso de quem fará um curso em francês. 

Além disso, é necessário:

  • Diploma de bacharelado para cursos de pós-graduação (nos cursos vocacionais, basta ter o ensino médio); 
  • Histórico da universidade cursada no Brasil ou em outro país com as notas e aprovação em todas as disciplinas;
  • Algumas instituições podem exigir um pré-teste e alguns outros documentos, que podem variar dependendo da escola escolhida e curso.

Fonte: Global News

ciclo de palestras sobre estudo e imigração para o Canadá

Ciclo de palestras sobre Estudo e Imigração para o Canadá está na mídia

O ciclo de palestras sobre Estudo e Imigração para o Canadá já está a todo vapor. O evento, que traz informações diversas para quem deseja iniciar o plano Canadá, está sendo destaque em vários meios de comunicação no Brasil, tanto em plataformas digitais, quanto impressas.

A ação será realizada pelas empresas 3RA Intercâmbio e IMMI Canada entre os dias 16 e 31 de março de 2019 nas cidades do Rio de Janeiro, Campinas, São Paulo, Belo Horizonte e Fortaleza, esta última marca a recente inauguração da unidade de atendimento da 3RA. Além disso, os participantes terão a oportunidade de conhecer de perto representantes de diversas instituições de ensino canadenses.

Para adquirir seu ingresso, acesse: 3ra.ca/palestras

Veja abaixo alguns destaques da imprensa:

Gazeta de SP: Oportunidade

O Povo: Palestra sobre estudo e imigração no Canadá no Rio de Janeiro

Eu, Rio: Estudo e imigração de intercâmbio crescem no Brasil

Jornal do Estado do Rio: Palestra sobre estudo e imigração no Canadá acontece no Rio de Janeiro hoje e amanhã (16 e 17/03)

Folha Zona Sul: Rio de Janeiro recebe palestra sobre Estudo e Imigração no Canadá

Diário do Rio.com: Rio de Janeiro recebe palestra sobre estudo e imigração no Canadá

Monitor Mercantil: Rápidas

Monitor Mercantil: Fatos e Comentários 

Jornal de Campinas: Feira sobre estudo e imigração no Canadá acontece em Campinas

Empresas e Negócios: Canadá

Ego NotíciasO Canadá está sendo muito procurado por brasileiros para estudar e trabalhar

Ciclo de palestras sobre Estudo e Imigração para o Canadá: sobre o evento

A programação do evento é bem diversificada e conta com feiras abertas ao público, palestras com especialistas da 3RA e da Immi e seminários com instituições de ensino canadenses. Veja quem estará presente: ILSC, Greystone College, Inlingua, Centennial College, Capilano University, Humber, Quest Language Studies, Invo Career College, VGC International College, Niagara College Canada, George Brown College, KPU e Seneca.

O diretor educacional da 3RA, Francisco Zarro, e a responsável pela Immi Canada e consultora de imigração, Celina Hui, realizarão palestras com temas que ajudarão aqueles que desejam estudar e morar no Canadá. Entre os tópicos, estão: Express Entry, como se tornar um candidato qualificado para imigrar; mitos e verdades sobre os processos; escola pública gratuita para os filhos; programas de estudo + trabalho, entre outros.

Francisco também realizará consultas presenciais com os interessados no Brasil. Este é o momento em que o especialista conversa diretamente com a pessoa, e traça seu plano de forma personalizada. As vagas para este encontro devem ser agendadas com antecedência pelo link: 3ra.ca/consultoria.

Ciclo de palestras sobre Estudo e Imigração para o Canadá: investimento

O ingresso para a entrada na feira com as escolas custa apenas R$ 10,00. O seminário apresentado por Celina Hui e por Francisco Zarro tem o custo de R$ 150,00 por pessoa. Já a palestra com as instituições canadenses custa R$ 20,00 por inscrição.

Todos os eventos necessitam que o interessado se inscreva antes pelo link: 3ra.ca/palestras2019.

Ciclo de palestras sobre Estudo e Imigração para o Canadá: próximas palestras

Campinas (SP)

Local: Noumi Plaza Hotel – Av. Júlio de Mesquita, 115, Cambuí.

Datas: 20 e 21 de março

Eventos: Palestras com as escolas de idiomas, colleges canadenses e seminário com as instituições, além de palestra com Francisco Zarro (Immi Canada não estará presente neste dia).

Palestra com as escolas + Palestra com Francisco Zarro: 20 de março, das 17h às 22h.

Feira com as escolas: 21 de março, das 15h às 20h.

São Paulo (SP)

Local: Avenida Angélica, 2447, Mezanino.

Datas: 22, 23 e 24 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Celina Hui e Francisco Zarro: 22 de março, das 19h às 22h

Palestras com as escolas: 23 de março, das 17h às 22h.

Feira com as escolas: 23 de março, das 10h às 15h30; e 24 de março, das 14h às 19h.

Belo Horizonte (MG)

Local: Holiday Inn – BH Savassi – Rua Professor Moraes, 600, Savassi.

Datas: 26 e 27 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Celina Hui (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio): 26 de março, das 19h às 22h.

Feira com as escolas: 27 de março, das 15h às 20h.

Palestra com as escolas: 27 de março, das 17h às 22h.

Fortaleza (CE)

Local: Seara Praia Hotel – Av. Beira Mar, 3080 – Meireles.

Data: 30 e 31 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com as Escolas: 30 de março, das 10h30 às 16h.

Palestra com Celina Hui (Immi Canada) Francisco Zarro (3RA Intercâmbio): 30 de março, 18h às 21h.

Feira com as Escolas: 31 de março, das 14h às 19h.

Outras informações, inscrições, horários e detalhes: 3ra.ca/palestras2019

 

Veja algumas fotos do evento

 

 

estudar e morar no Canadá

Tem o sonho de estudar e morar no Canadá? 3RA e Immi realizam palestras no Brasil

Se o seu sonho é estudar e morar no Canadá, não perca a oportunidade de participar do próximo ciclo de palestras sobre Estudo e Imigração, que será realizado pela 3RA Intercâmbio e Immi Canada em diversas cidades brasileiras. O evento será realizado no do Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Belo Horizonte e Fortaleza entre os dias 16 e 31 de março de 2019. A ação oferecerá aos visitantes encontros com representantes de colleges e universidades, contando com a presença de diversas instituições de ensino canadenses. Para participar, acesse o site: 3ra.ca/palestras2019

A programação conta ainda com feiras abertas ao público, palestras com especialistas da 3RA e da Immi e a realização de seminários com instituições canadenses.  Veja os confirmados:  ILSC, Greystone College, Inlingua, Centennial College, Capilano University, Humber, Quest Language Studies, Invo Career College, VGC International College, Niagara College Canada, George Brown College, KPU e Seneca.

O diretor educacional da 3RA Intercâmbio, Francisco Zarro, e a fundadora da Immi Canada e consultora de imigração, Celina Hui, realizarão palestras com diversos temas que ajudarão aqueles que têm o sonho de estudar e morar no Canadá. Os principais assuntos abordados são: Express Entry, como se tornar um candidato qualificado para imigrar; mitos e verdades sobre os processos;  escola pública gratuita para os filhos; programas de estudo + trabalho, entre outros.

De acordo com Francisco Zarro, a feira é uma oportunidade de levar conhecimento às pessoas que têm interesse em realizar um intercâmbio, mas acham que o sonho está fora da realidade. “Esta é uma forma de mostrar para as pessoas como a conclusão de um curso no país pode ajudar a se qualificar melhor para programas de imigração para o Canadá. Alguns deles, ainda, oferecem a possibilidade de obter uma permissão de trabalho após a graduação. Este e outros assuntos serão abordados em nossos encontros no Brasil, sendo também uma ótima oportunidade para os presentes tirarem suas dúvidas com nossa equipe in loco”.

Para Celina Hui, o evento também é uma forma de tirar dúvidas em tempo real de todos os processos que envolvem a imigração. “Este é um momento que temos a oportunidade de explicar sobre os processos de visto temporários para o Canadá, assim como todas as alternativas de se qualificar para um futuro processo de residência permanente para o país. São diversos caminhos que o governo canadense disponibiliza para quem quer imigrar e para cada um deles as regras são específicas.”

Francisco também realizará consultas presenciais com os interessados no Brasil. Este é o momento em que o especialista conversa exclusivamente com a pessoa, delineando o perfil do candidato de forma personalizada baseado no background educacional e profissional, os objetivos no novo país, o estilo de vida e principalmente o mercado de trabalho canadense. As vagas para este encontro devem ser agendadas com antecedência pelo link: 3ra.ca/consultoria.

Sobre o evento

O ingresso para a entrada na feira com as escolas custa apenas R$ 10,00 e as vagas são limitadas. O seminário, que será apresentado por Celina Hui e por Francisco Zarro, por sua vez, terá o custo de R$ 150,00 por pessoa. Já a palestra com as escolas parceiras custará R$ 20,00 por inscrição. Todos os eventos necessitam que o interessado se inscreva antecipadamente pelo link: 3ra.ca/palestras2019. Basta acessar o site, escolher a cidade e as palestras ou feiras e proceder com o cadastro.

Fortaleza no radar da 3RA

O evento também marca a recente inauguração da unidade de atendimento da 3RA Intercâmbio em Fortaleza, primeira na região Nordeste. Com o novo escritório, a empresa pretende crescer 50% nesta região e fortalecer ainda sua atuação no mercado de intercâmbio para o Canadá.

Confira toda a programação do evento

Rio de Janeiro (RJ)

Local: Arena Copacabana Hotel (Avenida Atlântica, 2.064 – Copacabana)

Datas: 16 e 17 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestras com as escolas: 16 de março, das 10h30 às 16h

Palestra com Celina Hui e Francisco Zarro: 16 de março, das 18h às 21h.

Feira com as escolas: 17 de março, das 14h às 19h.

Campinas (SP)

Local: Noumi Plaza Hotel – Av. Júlio de Mesquita, 115, Cambuí.

Datas: 20 e 21 de março

Eventos: Palestras com as escolas de idiomas, colleges canadenses e seminário com as instituições, além de palestra com Francisco Zarro (Immi Canada não estará presente neste dia).

Palestra com as escolas + Palestra com Francisco Zarro: 20 de março, das 17h às 22h.

Feira com as escolas: 21 de março, das 15h às 20h.

São Paulo (SP)

Local: Avenida Angélica, 2447, Mezanino.

Datas: 22, 23 e 24 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Celina Hui e Francisco Zarro: 22 de março, das 19h às 22h

Palestras com as escolas: 23 de março, das 17h às 22h.

Feira com as escolas: 23 de março, das 10h às 15h30; e 24 de março, das 14h às 19h.

Belo Horizonte (MG)

Local: Holiday Inn – BH Savassi – Rua Professor Moraes, 600, Savassi.

Datas: 26 e 27 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Celina Hui (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio): 26 de março, das 19h às 22h.

Feira com as escolas: 27 de março, das 15h às 20h.

Palestra com as escolas: 27 de março, das 17h às 22h.

Fortaleza (CE)

Local: Seara Praia Hotel – Av. Beira Mar, 3080 – Meireles.

Data: 30 e 31 de março

Eventos: Palestra com Celina Hui (Immi Canada) Francisco Zarro (3RA Intercâmbio), feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com as Escolas: 30 de março, das 10h30 às 16h.

Palestra com Celina Hui (Immi Canada) Francisco Zarro (3RA Intercâmbio): 30 de março, 18h às 21h.

Feira com as Escolas: 31 de março, das 14h às 19h.

Outras informações, inscrições, horários e detalhes: 3ra.ca/palestras2019

evento sobre estudo e imigração para o Canadá

Evento sobre Estudo e Imigração para o Canadá é notícia no Jornal O Globo

O evento sobre Estudo e Imigração para o Canadá, que será realizado em setembro de 2018 no Brasil é um dos destaques da edição desta semana do jornal O Globo. A notícia foi divulgada pelo caderno especial Boa Chance, que traz matérias sobre educação e mercado de trabalho com repercussão em todo o Estado do RJ. O evento passará pelas cidades de São Paulo (1 e 2), Rio de Janeiro (4 e 5), Natal (10), Fortaleza (15), Campinas (18 e 19) e Belo Horizonte (20 e 21). Para participar, é só acessar 3ra.ca/palestras.

Confira a matéria do Jornal O Globo.

Evento sobre estudo e imigração para o Canadá: palestra com especialistas

Francisco Zarro, diretor educacional da 3RA Intercâmbio, e Juliana Miguez, gerente da Immi Canada, realizarão palestras que abordarão diversos temas para quem deseja iniciar o Plano Canadá.

Dentre os assuntos, estão: sistema educacional canadense; como o estudo pode auxiliar a se qualificar para o processo de imigração canadense; saúde pública para estudantes internacionais; escola pública gratuita para os filhos; programas de estudo + trabalho, programa federal de imigração – Express Entry, mitos e verdades sobre os processos; imigração provincial, e muito mais.

O valor para participar da palestra é R$ 150,00. Este evento está disponível nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Natal e Fortaleza. As cidades de Campinas e Belo Horizonte não contarão com a participação da Immi Canada. Para se inscrever, basta acessar o link do evento: 3ra.ca/palestras.

Evento sobre estudo e imigração para o Canadá: colleges canadenses marcam presença

evento sobre estudo e imigração para canadá

Evento sobre Estudo e Imigração para o Canadá realizado em abril de 2018

A programação conta ainda com feiras abertas ao público e a realização de palestras com as seguintes instituições canadenses: ILSC Language School, Inlingua Vancouver, Quest Language Studies, Greystone, Centennial, Seneca, VGC International College, Douglas College, Humber, George Brown, Niagara College Canada, e Langara College.

Para participar da feira com as escolas, é necessário adquirir o ingresso que custa apenas R$ 10,00 pelo link 3ra.ca/palestras. Já para as palestras com as escolas, os ingressos custam R$20 e podem ser adquiridos no mesmo link. Fique ligado, pois as vagas são limitadas!

Evento sobre estudo e imigração para o Canadá: 3RA realiza consultas presenciais

Evento sobre estudo e imigração para o Canadá

O diretor educacional da 3RA, Francisco Zarro, também vai realizar consultas presenciais no Brasil. Este é um momento crucial para o seu Plano Canadá. O especialista vai conversar com o cliente ou família, traçando o perfil de forma personalizada. Esta análise é baseada no background educacional e profissional, os objetivos no novo país, o estilo de vida e no mercado de trabalho canadense. As vagas para a consulta devem ser agendadas com antecedência pelo link: http://3ra.ca/consulta-educacional

Evento sobre estudo e imigração: programação completa

São Paulo (SP)

Local: Av. Angélica, 2447 – Mezanino – Consolação

Datas: 1 e 2 de setembro.

Eventos: Palestra com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com colleges e escolas do Canadá: dia 1º de setembro, das 10h30 às 16h.

Palestra com Juliana Miguez e Francisco Zarro: dia 1º de setembro, das 18h às 21h.

Feira das escolas: dia 2 de setembro, das 14h às 19h. (Para este evento, os clientes podem comparecer no horário que acharem melhor, desde que dentro deste intervalo de tempo)

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 2 de setembro, de 11h às 18h (Link: 3ra.ca/consultasp)  

Rio de Janeiro (RJ)

Local: Arena Copacabana Hotel (Avenida Atlântica, 2.064 – Copacabana)

Datas: 4 e 5 de setembro.

Eventos: Palestra com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com colleges e escolas do Canadá: dia 4 de setembro, das 17h às 22h.

Feira das escolas: dia 5 de setembro, das 16h às 21h (Para este evento, os clientes podem comparecer no horário que acharem melhor, desde que dentro deste intervalo de tempo)

Palestra com Juliana Miguez e Francisco Zarro: dia 5 de setembro, das 19h às 22h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 5 de setembro, de 11h às 14h; e 6 de setembro, das 11h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consultarj).

Natal (RN)

Local: Serhs Natal Grand Hotel (Via Costeira – Senador Dinarte Mariz, 6045, Parque das Dunas).

Data: 10 de setembro.

Eventos: Palestras com colleges canadenses e com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá: 17h às 22h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 11 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-natal).

Fortaleza (CE)

Local: Oasis Atlântico Fortaleza (Avenida Beira Mar, 2.500 – Meireles)

Data: 15 de setembro.

Eventos: Palestras com colleges canadenses e com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá: 14h às 18h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 16 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-fortaleza)

Campinas (SP)

Local: Noumi Plaza Hotel (Avenida Julio de Mesquita, 115 – Cambuí)

Datas: 18 e 19 de setembro.

Eventos: Feira com escolas de idiomas, colleges canadenses e com Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) e seminário com as instituições (Immi Canada não estará presente neste dia).

Palestra com Francisco Zarro e com os colleges: dia 18 de setembro, das 17h às 22h.

Feira das escolas: dia 19 de setembro, das 15h às 20h (Para este evento, os clientes podem comparecer no horário que acharem melhor, desde que dentro deste intervalo de tempo)

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 19 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-campinas)

Belo Horizonte (MG)

Local: Holiday Inn – BH Savassi – Rua Professor Moraes, 600 – Funcionários, Belo Horizonte

Datas: 20 e 21 de setembro

Eventos: palestra com Francisco Zarro, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Francisco Zarro (3RA INtercâmbio) e com os colleges: dia 20 de setembro, das 17h às 22h (Immi Canada não estará presente neste dia).

Feira das escolas: dia 21 de setembro, das 15h às 20h  (Para este evento, os clientes podem comparecer no horário que acharem melhor, desde que dentro deste intervalo de tempo)

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 21 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consultabh.  

Outras informações, inscrições, horários e detalhes: http://3ra.ca/palestras/.

Estudo e imigração para o Canadá

3RA e Immi realizam no Brasil evento completo sobre estudo e Imigração para o Canadá

A 3RA Intercâmbio e a Immi Canada realizarão em setembro de 2018 um tour de feiras e palestras em diversas cidades brasileiras que vão abordar tópicos sobre estudo e imigração para o Canadá.

O evento, maior realizado pelas empresas no Brasil, vai passar por São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Fortaleza, Campinas e Belo Horizonte e contará com a presença de diversas instituições de ensino canadenses, além de oferecer aos visitantes encontros com representantes de colleges e universidades. Este será o último evento das empresas no Brasil este ano.

Participação de instituições de ensino canadenses

A programação conta ainda com feiras abertas ao público, palestras com o especialistas da 3RA e da Immi, e a realização de seminários com a presença das seguintes instituições canadenses: ILSC Language School, Inlingua Vancouver, Quest Language Studies, Greystone, Centennial, Seneca, VGC International College, Douglas College, Humber, George Brown, Niagara College Canada, e Langara College. Para participar, acesse o site 3ra.ca/palestras.    

O diretor educacional da 3RA Intercâmbio, Francisco Zarro, e a gerente da Immi Canada em Vancouver, Juliana Miguez, realizarão palestras completas sobre estudo e imigração para terras canadenses. Os seminários terão como temas principais o programa federal de imigração – Express Entry, como se tornar um candidato qualificado para imigrar; mitos e verdades sobre os processos; imigração provincial; sistema educacional canadense; como o estudo pode auxiliar a se qualificar para o processo de imigração canadense; saúde pública canadense para estudantes internacionais; escola pública gratuita para os filhos; programas de estudo + trabalho, dentre outros assuntos.

De acordo com Francisco Zarro, “a conclusão de um curso no país pode ajudar a se qualificar melhor para programas de imigração para o Canadá. Alguns deles, ainda, oferecem a possibilidade de obter uma permissão de trabalho após a graduação. Este e outros assuntos serão abordados em nossos encontros no Brasil, sendo também uma ótima oportunidade para os presentes tirarem suas dúvidas com nossa equipe in loco”.

Para Juliana Miguez, “a oportunidade de estudar no Canadá é sem dúvida uma experiência transformadora, tanto no âmbito profissional quanto pessoal. Muitos estudantes, após algum tempo vivendo no Canadá, decidem imigrar. Por isso, o Governo Canadense disponibiliza diversas oportunidades para que isso se torne possível”.

Consulta educacional presencial com a 3RA Intercâmbio

Francisco também realizará consultas presenciais com os interessados no Brasil. Este é o momento em que o especialista conversa exclusivamente com a pessoa, delineando  o perfil do candidato de forma personalizada baseado no background educacional e profissional, os objetivos no novo país, o estilo de vida e principalmente o mercado de trabalho canadense.  As vagas para este encontro devem ser agendadas com antecedência pelo link: www.3ra.ca/consulta-educacional

Saiba mais sobre o evento Estudo e Imigração para o Canadá 

O ingresso para a entrada na feira com as escolas custa apenas R$ 10,00 e deverá ser adquirido com antecedência, pois as vagas são limitadas. O seminário, que será apresentado por Juliana Miguez e por Francisco Zarro, por sua vez, terá o custo de R$ 150,00 por pessoa. Já a palestra com as escolas parceiras custará R$ 20,00 por inscrição. Todos os eventos necessitam que o interessado se inscreva antecipadamente pelo link 3ra.ca/palestras/. Basta acessar o site, escolher a cidade e quais palestras ou feiras e proceder com o cadastro.

Confira toda a programação do evento Estudo e Imigração para o Canadá 

São Paulo (SP)

Local: Av. Angélica, 2447 – Mezanino – Consolação

Datas: 1 e 2 de setembro.

Eventos: Palestra com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra exclusiva com colleges: dia 1º de setembro, das 10h30 às 16h.

Palestra com Juliana Miguez e Francisco Zarro: dia 1º de setembro, das 18h às 21h.

Feira das escolas: dia 2 de setembro, das 14h às 19h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 2 de setembro, de 11h às 18h (Link: 3ra.ca/consultasp)  

Rio de Janeiro (RJ)

Local: Arena Copacabana Hotel (Avenida Atlântica, 2.064 – Copacabana)

Datas: 4 e 5 de setembro.

Eventos: Palestra com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra exclusiva com colleges: dia 4 de setembro, das 17h às 22h.

Feira das escolas: dia 5 de setembro, das 16h às 21h.

Palestra com Juliana Miguez e Francisco Zarro: dia 5 de setembro, das 19h às 22h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 5 de setembro, de 11h às 14h; e 6 de setembro, das 11h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consultarj).

Natal (RN)

Local: Serhs Natal Grand Hotel (Via Costeira – Senador Dinarte Mariz, 6045, Parque das Dunas).

Data: 10 de setembro.

Eventos: Palestras com colleges canadenses e com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá: 17h às 22h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 11 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-natal).

Fortaleza (CE)

Local: Oasis Atlântico Fortaleza (Avenida Beira Mar, 2.500 – Meireles)

Data: 15 de setembro.

Eventos: Palestras com colleges canadenses e com Juliana Miguez (Immi Canada) e Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) sobre Estudo e Imigração para o Canadá: 14h às 18h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 16 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-fortaleza)

Campinas (SP)

Local: Noumi Plaza Hotel (Avenida Julio de Mesquita, 115 – Cambuí)

Datas: 18 e 19 de setembro.

Eventos: Feira com escolas de idiomas, colleges canadenses e com Francisco Zarro (3RA Intercâmbio) e seminário com as instituições (Immi Canada não estará presente neste dia).

Palestra com Francisco Zarro e com os colleges: dia 18 de setembro, das 17h às 22h.

Feira das escolas: dia 19 de setembro, das 15h às 20h.

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 19 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consulta-campinas)

Belo Horizonte (MG)

Local: Holiday Inn – BH Savassi – Rua Professor Moraes, 600 – Funcionários, Belo Horizonte

Datas: 20 e 21 de setembro

Eventos: palestra com Francisco Zarro, feira com escolas de idiomas e colleges canadenses e seminário com as instituições.

Palestra com Francisco Zarro (3RA INtercâmbio) e com os colleges: dia 20 de setembro, das 17h às 22h (Immi Canada não estará presente neste dia).

Feira das escolas: dia 21 de setembro, das 15h às 20h  

Consultas presenciais com Francisco Zarro: 21 de setembro, das 10h às 17h45 (Link: 3ra.ca/consultabh.  

Outras informações, inscrições, horários e detalhes: http://3ra.ca/palestras/.

Tipos de cursos no Canadá mais procurados por brasileiros

Recentemente, a Pesquisa Selo Belta 2018 divulgou que o Canadá é o país preferido dos brasileiros para estudos no exterior. Este já é o 13º ano em que ele está no topo do ranking. E entender os motivos que fazem do país da América do Norte o queridinho dos brazucas não é muito difícil. Além de ser um dos melhores do mundo para se viver, ele oferece programas de estudo para todos os gostos e objetivos. Mas fica a pergunta: Quais são os tipos de cursos no Canadá mais populares entre as pessoas do nosso Brasil?

Isso tudo vai depender do propósito de cada um. Podemos falar que entre aqueles que querem apenas se aventurar em terras canadenses por um período determinado, a escolha mais frequente são os cursos vocacionais. Eles também são conhecidos como programas de estudo e trabalho.

Já entre aqueles que querem tentar uma imigração no futuro, os programas mais populares são certificados, diplomas e pós graduações em instituições públicas ou programas de degree (bacharelado e mestrado, por exemplo) em instituições públicas e privadas.

Abaixo vamos explicar um pouco sobre cada um deles:

Cursos vocacionais

Aqui em nosso blog você vai encontrar diversos posts sobre este tipo de programa. Isso porque ele é bem famoso entre os nossos clientes.

Como já falamos anteriormente, os cursos vocacionais são mais procurados por aquelas pessoas que desejam ter uma experiência internacional de estudo e trabalho no Canadá por um período determinado. 

Eles possibilitam que o estudante vivencie a cultura local e conheça pessoas de todas as partes do mundo. Além disso, representam uma ótima oportunidade de melhorar a proficiência no inglês. Em um curso vocacional, o estudante também terá uma experiência prática de estágio em uma empresa canadense. Isso, com certeza, irá enriquecer o currículo. 

Normalmente esses cursos no Canadá contam com um componente de estudos e um de trabalho. No de estudos, o estudante pode trabalhar por até 20 horas na semana. Já no de trabalho, o aluno precisará fazer um estágio na área para garantir o certificado ou diploma. Nesta segunda etapa do programa, também conhecida como co-op, o aluno é autorizado a trabalhar full-time.

A duração do programa vai depender do curso escolhido pelo cliente. Atualmente há opções de seis meses (três meses de estudo e três meses de trabalho); um ano (seis meses de estudo e seis meses de trabalho); e até dois anos (um ano de estudo e um ano de trabalho).

Os cursos vocacionais são normalmente oferecidos por instituições privadas que contam com opções nas mais diversas áreas de atuação. As mais comuns são as áreas de business, hotelaria e comunicações.

Por que os cursos vocacionais são mais procurados por quem quer voltar ao Brasil após a experiência internacional?

Os programas vocacionais estão incluídos entre os cursos no Canadá que não oferecem a possibilidade de uma permissão de trabalho após a graduação – o famoso Post Graduation Work Permit (PGWP). O estudante contará apenas com uma permissão de trabalho referente ao componente de estágio do programa, o co-op (co-operative education). Portanto, a não ser que ele busque outra forma de continuar no país, ele deverá retornar ao Brasil logo após o término do curso. 

O PGWP, além de permitir que o estudante fique por mais tempo trabalhando no Canadá e não precise regressar ao país de origem logo após a conclusão do programa, também pode ajudar a somar pontos em processos de imigração através da experiência de trabalho em terras canadenses. Por outro lado, a experiência adquirida durante o período de estudos ou estágio não conta absolutamente nada para este quesito. Por isso as pessoas que tem como objetivo futuro uma imigração preferem escolher programas que oferecem o direito ao PGWP.

Dito isso, é fácil imaginar quais programas estão no topo da lista dos mais procurados por brasileiros no Canadá, certo? São aqueles que justamente oferecem o PGWP! E é aí que estão os programas de certificado, diploma e pós-graduação em instituições públicas e os programas de degree em instituições particulares e públicas.  

Cursos no Canadá: Certificado, diploma e pós graduação em instituições públicas

Programas de certificados, diplomas e pós-graduações no formato full-time em instituições públicas e com duração mínima de oito meses oferecem direito ao PGWP. Porém, muitas pessoas ficam confusas com todos esses tipos de programa e não sabem por qual formato buscar.

Diplomas e certificados – Colleges públicos

Os programas de certificados e diplomas são geralmente oferecidos em Colleges e contam com um ou dois anos de duração.

Alguns brasileiros ficam um pouco perdidos com esses tipos de cursos no Canadá, tentando entender se eles seriam o mesmo que uma pós-graduação, uma especialização ou um MBA.

Porém, a verdade é que não existe um correspondente aos cursos de College no Brasil. Eles seriam o equivalente aos dois primeiros anos de um curso de bacharelado, por exemplo.

No entanto, por ser um curso focado muito na parte prática de cada profissão, muitas pessoas já formadas procuram um programa de college para se especializar e ter uma experiência mais “hands on”. Por isso os colleges estão cheio de profissionais já atuantes no mercado – tanto professores, quanto alunos – e representam uma ótima oportunidade de trocar experiências, conhecimento, fazer network além de claro, aprender muito mais sobre uma área específica.

A duração de cursos de diplomas e certificados em instituições públicas varia muito de acordo com o curso. Geralmente esse tempo pode ser de oito meses a dois anos.

Pós-graduações – Instituições públicas

Já os programas de post-degree equivalem-se aos nossos cursos de pós no Brasil. Geralmente para entrar é preciso já ter uma formação prévia em universidade.

Assim como certificados e diplomas de colleges, esses cursos são mais focados no mercado de trabalho. Eles também representam uma ótima oportunidade de conhecer pessoas que já estão inseridas em empresas canadenses.

A duração desses cursos de pós-graduação também varia muito, mas geralmente fica entre oito meses e dois anos.

Bachelor degree e Masters degree – Instituições privadas e públicas

Muitas pessoas acreditam que nenhum programa de escola privada oferece o direito ao PGWP. Pois essas pessoas estão completamente enganadas! 

Se o programa for de degree – ou seja, um bachelor ou um mestrado, por exemplo – o estudante terá sim direito à permissão de trabalho após a graduação. 

O bachelor degree nada mais é do que o nosso bacharelado do Brasil. Normalmente ele tem duração de quatro anos.

Por ser um curso mais longo, poucos brasileiros optam por ele, já que a maioria já possui faculdade no país de origem. Além disso, os estudantes brasileiros acabam preferindo cursos mais especializados, que irão “incrementar” o currículo, além de oferecer benefícios que podem auxiliar em um futuro processo imigratório.

Porém, cada caso é diferente. O tipo de curso ideal vai sempre depender muito do seu background profissional, educacional e de seus objetivos no Canadá. Por isso nós sempre recomendamos a nossa consultoria educacional personalizada, na qual um de nossos especialistas irá analisar o seu perfil e indicar o melhor formato de programa de acordo com seu perfil e propósitos no país da América do Norte. 

O masters também é equivalente ao mestrado no Brasil. Há mestrados profissionais, que são aqueles mais focados no mercado de trabalho, e há mestrados mais focados no mundo acadêmico.

College x University no Canadá

Agora que você já aprendeu um pouquinho sobre os programas mais populares entre os brasileiros e as diferenças entre eles, vamos esclarecer uma outra questão que gera muitas dúvidas em quem acabou de iniciar suas pesquisas.

Qual a diferença entre college e universidade? 

Muitas pessoas acreditam que os colleges oferecem programas mais “simples”, como certificados e diplomas, enquanto as universidades oferecem os programas de bachelor e mestrados. Pois essas pessoas estão muito enganadas!

A diferença entre college e universidade não está no tipo de programa oferecido. Por exemplo: Há colleges que oferecem programas de bacharelado e mestrados. Há também universidades que oferecem programas de certificado e diplomas.

Dito isso, o que vai de fato diferenciar um college de uma universidade é o foco do ensino.

Nos colleges, os alunos são treinados para encarar o mercado de trabalho e ingressar rapidamente nele. Portanto, as aulas são mais práticas. Muitas vezes, elas simulam cenários os quais os estudantes irão encarar no dia a dia da profissão. Este tipo de instituição de ensino prepara os estudantes para uma área mais específica e para colocarem a “mão na massa”.

Já as universidades têm mais como foco a área acadêmica. Os estudantes passam mais tempo se dedicando a pesquisas e projetos de extensão. Normalmente as áreas de estudo também são mais abrangentes e não tão específicas como as do College.  

Grande parte dos brasileiros que chegam ao Canadá escolhem estudar em um College. Desta forma eles podem complementar os estudos do Brasil e ficar bem próximo da realidade do mercado canadense.

Porém, como já falamos anteriormente, o curso ideal para você vai depender de uma série de fatores. Às vezes, o curso de college que funciona para o seu amigo não vai ser tão bom para você e vice-versa. Por isso uma análise cuidadosa de perfil é tão importante.

O mito do Co-op

Durante muitos anos, a sigla “Co-op” assombrou os brasileiros que procuravam por cursos no Canadá e que tinham a intenção de tentar um processo de imigração após a graduação. Eles acreditavam que nenhum curso que contava com o componente de co-op oferecia o direito de aplicar ao PGWP.

Essa confusão acontecia porque os cursos vocacionais – ou programas de estudo e trabalho – eram chamados apenas de co-op.

No entanto, co-op não é o nome do tipo de programa, mas sim do componente de trabalho existente na grade do curso. Os cursos vocacionais contam sim com um componente de co-op em sua grade curricular. Porém, cursos de instituições públicas também podem ter esse semestre dedicado a uma experiência de trabalho na área de estudos e nem por isso deixam de oferecer o PGWP. 

Em resumo, o co-op, na verdade, não é o que vai definir se um curso oferecerá direito ao PGWP ou não. O co-op nada mais é do que uma característica muito boa de alguns cursos, já que permite que o aluno se insira no mercado de trabalho canadense antes mesmo da graduação. Aqui na 3RA já vimos vários casos de clientes que conseguiram um estágio e acabaram sendo contratados pela empresa após o término do contrato de co-op. Ou seja, o co-op representa uma oportunidade e tanto, não é mesmo? 

Portanto, o que vai definir se um curso dará direito ao PGWP são as regrinhas que já citamos durante este texto. O co-op não tem absolutamente nada a ver com isto.  Então, se você pretende imigrar para o Canadá, veja abaixo o que você deve procurar em um curso.  

De uma maneira geral, você terá direito ao PGWP se cursar:

  • Programas full-time com duração mínima de oito meses em instituições públicas.
  • Programas full-time de degree em instituições particulares (Exemplo: Bachelor Degree e Masters Degree)

Lembramos também que o governo divulgou recentemente a lista das instituições que dão direito ao PGWP. Mas fique atento! É preciso observar não apenas a instituição, mas também as características do programa que você irá cursar. ;) Entendido?