Posts

3RA Intercâmbio

3RA Intercâmbio de Vancouver está de casa nova

A equipe da 3RA Intercâmbio de Vancouver acaba de mudar para o seu mais novo escritório. Localizado no mesmo prédio, no coração da Granville street, a equipe atenderá agora no 13° andar em um ambiente que soma mais de 200 metros quadrados – duas vezes maior que o escritório anterior. Muito mais arejado e com espaços exclusivos para receber os clientes, a nova estrutura é mais um passo para o crescimento da empresa.

A gerente da 3RA Intercâmbio, Caroline Urnau, destaca que a nova disposição do ambiente é um dos principais ganhos. “Nosso escritório foi delineado para que todos possam se sentir bem. Quando o cliente chega em um local  arejado e organizado ele se sente mais seguro. E é isso que queremos. Afinal de contas, lidamos com o sonho de cada um deles que desejam iniciar sua vida no Canadá”.

A equipe de Vendas também já sentiu os benefícios da mudança. “Além de oferecermos um bom atendimento, o cliente estará muito mais satisfeito com a estrutura que ele será recebido. É uma experiência que começa desde o momento que ele abre a porta de nosso escritório”, ressalta Francine Beckenkamp, consultora de Vendas da 3RA Intercâmbio.

Atendimento 360 graus

Além da 3RA Intercâmbio, o escritório conta também com a equipe da Immi Canada, especializada em vistos e processos de imigração.

Desde o início, a 3RA Intercâmbio compartilha o mesmo espaço que a Immi, porém com operações distintas. A ideia é que o cliente tenha um atendimento 360 graus, ou seja, que ele encontre no mesmo local a consultoria para os estudos e a assessoria para vistos e um possível processo de imigração.

Confira os dados do nosso novo escritório:
Endereço: Granville Street, número 409, sala 1350.

Entre em contato com a 3RA Intercâmbio.

Veja como está o novo espaço da 3RA Intecâmbio

 

 

3RA Intercâmbio: Planos de expansão também no Brasil

 

A 3RA intercâmbio acaba de completar cinco anos de operação e anuncia planos de expansão no Brasil. A partir de 2018, a empresa planeja iniciar a abertura de franquias em todas as principais capitais brasileiras.

Fundada pelos brasileiros Francisco Zarro e Albert Abrantes em 2012, a 3RA Intercâmbio oferece atendimento no Brasil inteiro pelas suas unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas e Belo Horizonte. Além das cidades canadenses de Vancouver e Toronto. “Só em 2016 crescemos 15% em relação ao ano anterior”, ressalta Francisco Zarro, diretor educacional da empresa.

O sucesso dos brasileiros é representado em números. A empresa iniciou suas operações com apenas dois funcionários e parceria com uma instituição de ensino. Atualmente, a agência conta com mais de 30 colaboradores que se interligam entre Brasil e Canadá. Além de fazerem a ponte entre o cliente e mais de 70 instituições de ensino no país norte-americano.

Vou estudar no Canadá por um mês. Qual visto eu preciso?

As férias escolares são excelentes oportunidades para ter  uma experiência inesquecível de intercâmbio e estudar no Canadá por um mês. O país é um dos mais acolhedores do mundo, com diversos tipos de programas de estudo.

Se você está considerando esta possibilidade de estudar no Canadá, já é preciso começar a pesquisar alguns detalhes, como por exemplo, o tipo de visto necessário.

Estudar no Canadá por um mês: Autorização Eletrônica de Viagem

Para cursos de curta duração, ou seja, até 24 semanas, era necessário tirar o visto de turismo. Porém, desde Maio de 2017, brasileiros com visto americano válido e/ou que tenham tido um visto canadense nos últimos dez anos podem solicitar apenas o eTA (Electronic Travel Authorization ou Autorização Eletrônica de Viagem, em português). A medida vale para quem chegar ao país por via aérea. Leia mais sobre a isenção do visto de turismo para brasileiros. 

Estudar no Canadá por um mês: quanto custa o eTA

E o melhor: a autorização custa apenas sete dólares canadenses e leva somente alguns minutos para ser preenchida. A resposta também costuma sair dentro de alguns poucos minutos. O documento é válido por cinco anos ou até que o passaporte expire, o que acontecer primeiro. Se você tirar um novo passaporte será necessário aplicar para um novo eTA.

No entanto, se você não preenche os requisitos desta nova modalidade, será necessário aplicar para o visto de turismo normalmente. Para saber mais sobre como fazer a solicitação deste visto, a 3RA indica sua empresa parceria, a Immi Canada, que é especializada em vistos e imigração (contact@immi-canada.com).

É importante lembrar que este texto ressalta apenas as informações para os brasileiros que permanecerão no Canadá estudando inglês por até 24 semanas. Para outras opções como colleges e universidades, ou cursos com duração superior a este período, o visto vai variar de acordo com cada modalidade.

Fonte: http://www.cic.gc.ca/english/visit/eta.asp 

Belo Horizonte agora tem loja da 3RA Intercâmbio

Agora é oficial, a 3RA Intercâmbio está chegando em Belo Horizonte, Minas Gerais. A inauguração da loja será na próxima quinta-feira, 19 de novembro. A nova filial já vai começar com gás total,  oferecendo todos os serviços encontrados no portfólio da agência, como planejamento personalizado de intercâmbio, matrícula nas melhores instituições de ensino do Canadá, suporte com seguro saúde, transfer, moradia, vistos, e o melhor câmbio de todo mercado.

A 3RA Intercâmbio Belo Horizonte estará localizada na rua Paraíba, número 1352, sala 1104, Setor Funcionários. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Mais do que oferecer os mesmo serviços, a equipe de Belo Horizonte está 100% comprometida em oferecer a mesma qualidade no atendimento e respeito com os sonhos de cada cliente, marcas da 3RA Intercâmbio.

Com essa abertura a 3RA ganha mais um pedacinho do Brasil, podendo ser encontrada em quatro regiões do país, nas cidades de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Os clientes que ainda não tem 3RA por perto não serão desfavorecidos, essas pessoas continuam sendo atendidas pela loja matriz, localizada em Vancouver, no Canadá.

O desejo de abrir a 3RA em Belo Horizonte surgiu da crescente demanda na região. “Decidimos abrir a 3RA em BH depois de conversarmos com o Francisco (diretor educacional da 3RA), e analisarmos como a procura por esse serviço é grande, mas faltava um atendimento de qualidade por aqui”, Jussara Ferreira, sócia da 3RA Belo Horizonte.

Um pouco mais sobre a 3RA

A 3RA Intercâmbio tem como pilar o atendimento que proporciona suporte total ao intercambista. Esse suporte começa muito antes do aluno fechar o programa. O foco da agência é conhecer as escolas, os programas e os países, e assim, oferecer aos alunos a melhor opção, adequando cada perfil com as possibilidades reais, tornando a experiência do intercâmbio a mais prazerosa, segura e inesquecível.

A 3RA é uma agência altamente especializada em Canadá, por esse motivo, a sede administrativa está na cidade de Vancouver, uma das principais cidades do país, a com maior crescimento em 2015 e a terceira melhor do mundo para se viver em qualidade de vida.

Atualmente, a agência conta com mais de 70 instituições de ensino em seu portfólio, entre elas estão as melhores do Canadá. Instituições que antes de serem oferecidas pelos consultores da agência passam por análise e aprovação do diretor educacional, Francisco Zarro.  

 

O que saber antes de procurar emprego no Canadá

Procurar emprego é um processo que muda de um país para o outro. Além do idioma você precisa conhecer outros aspectos, como o mercado de trabalho e os fatores culturais de cada país. Quem garante isso é a especialista em consultoria de emprego e programas de treinamento para o mercado de trabalho canadense, Brenda Crump. Segundo Crump, conhecer a economia, cultura e as tradições do país onde se deseja trabalhar é também conhecer melhor os empregadores e o que eles esperam dos estudantes internacionais.

Atuante no mercado canadense há 20 anos, a especialista explica que aspectos pouco notados pelos brasileiros, como a formatação do currículo, a ordem das informações, o jeito de se vestir e como se comportar durante uma entrevista, são detalhes que podem tirar a vaga de um candidato qualificado. Experiências anteriores e bom nível de inglês são importantes, mas é preciso também sincronizar suas qualidades com as expectativas do mercado.

Segundo Brenda Crump, “o mercado canadense é altamente competitivo, e saber o que esse mercado espera de você vai te ajudar a se destacar como um recém-chegado no Canadá”. Ela ainda afirma que, para os candidatos que seguem essas dicas, as oportunidades de trabalho aparecem mais rápido.

Outro fator de extrema importância é conhecer quais segmentos e indústrias estão em crescimento no país. Essas informações vão te ajudar a mapear quais áreas são mais prósperas para se procurar emprego. Depois disso, é hora do candidato focar nas competências. Cada profissão, área de trabalho ou cargo exige habilidades específicas e, por isso, é necessário conhecê-las e destacá-las em sua apresentação, mostrando ao empregador aquilo que ele quer ver.

Se preparando para ganhar o mercado canadense

A questão é que conhecer os aspectos da cultura corporativa do país, saber para onde o mercado está crescendo, e também as habilidades esperadas para cada área de trabalho, não é algo tão simples, ainda mais para quem está há pouco tempo no Canadá. Pensando em ajudar os brasileiros nessa tarefa, a 3RA oferece uma série de workshops com a especialista Brenda Crump, explicando com mais profundidade os aspectos que vão te abrir portas para conseguir um emprego por aqui.

A estudante Jéssica Cruz e seu marido, Alex Kuo, participaram de dois workshops oferecidos pela 3RA. Jéssica conseguiu até que a consultora olhasse seu currículo e sugerisse algumas alterações, que segundo ela, foram fundamentais. Após os workshops, Jéssica e Alex seguiram as dicas e colheram os frutos, os dois não só conseguiram emprego como escolheram onde queriam trabalhar.

“Antes das minhas entrevistas eu li todo o material que a Brenda nos entregou no workshop, estudei bastante as perguntas que poderiam fazer na entrevista, preparei a minha Cover Letter (o que no Brasil a gente não precisa, porém aqui é super importante), e comecei a entregar os meus currículos. Foi impressionante o resultado! Recebi muitas ligações e pude até escolher onde eu queria trabalhar! Com o Alex foi a mesma coisa. Na minha entrevista a gerente elogiou o meu currículo e disse que eu era super qualificada”, contou Jéssica.

Se você tem interesse em participar de um de nossos workshops, fique atento às nossas redes sociais. Os eventos são oferecidos gratuitamente para clientes 3RA uma vez por mês.

 

 

Filho de quem cursa college pode estudar no Canadá

Quem tem filhos em idade escolar passa por um dilema a mais na hora de decidir se deve ou não cursar um college no Canadá. E isso é perfeitamente esperado, já que não é apenas a sua vida que está em jogo, mas o futuro acadêmico de pessoinhas que confiam cegamente em suas escolhas – e, mesmo que isso não seja de todo verdade, eles têm que te seguir assim mesmo.

Quanto a isso, você pode ficar despreocupado. Filhos de estudantes com matrícula regular em um college canadense podem sim estudar por aqui, sem nenhum problema. O governo canadense entende que nenhuma criança deve ficar fora da escola, muito menos longe dos pais, por isso as portas das instituições educacionais locais estarão abertas para seus filhos.

Para que isso possa se tornar uma realidade, além de contar com o visto deles em situação regular como seus acompanhantes e dependentes, você deverá solicitar uma permissão de estudo para seus filhos.

Escola pode ser gratuita (ou não)

Além disso, a gratuidade (ou não) do ensino dependerá da província canadense para a qual você estará se mudando ainda que temporariamente. O governo canadense garante autonomia às suas províncias para que estas decidam sua própria política sobre este assunto.

Para saber se você terá que pagar pelo ano escolar de seu filho, você deve se informar diretamente com a escola de seu interesse. Os valores cobrados variam de acordo com o tipo da escola – se pública (financiada pelo governo) ou privada.

Procure também saber um pouco sobre o método de ensino aplicado na instituição, mas não se preocupe, pois o padrão de ensino é de excelente qualidade nacionalmente. Outra questão a indagar, caso esteja se mudando de vez ou por um longo prazo, é o número de anos a serem cursados por seu filho antes dele ter acesso a um curso de nível superior, pois existem diferenças de província para província.

As aulas são normalmente iniciadas em setembro e seguem até junho, mas algumas escolas podem aceitar que seu filho comece a estudar em outros períodos do ano.

No mais, é discutir o assunto com o seu filho, e prepará-lo para a adaptação. Com certeza, esta será uma experiência enriquecedora para todos vocês.

 

Ferramentas digitais gratuitas que vão te ajudar nos estudos

A maioria dos nossos seguidores ou estão estudando, ou estão se planejando para começar algum programa de ensino. Temos casos de clientes que acabaram a faculdade e já emendaram um curso aqui no Canadá, como pessoas que já estão no mercado profissional e que não entram em sala de aula há algum tempo. A verdade é que estudar é como andar de bicicleta, a gente aprende e não esquece, mesmo que para uns essa tarefa seja mais difícil do que para outros.

Porém, mesmo que a gente saiba como estudar e até tenha facilidade para aprender novos conceitos, uma ajudinha na hora de pesquisar ou organizar os trabalhos da escola sempre é bem-vinda, né? E a tecnologia pode ser nossa principal aliada nessas horas. Por isso, separamos um pacote de ferramentas disponibilizado de forma gratuita pelo Google e que propõe facilitar a vida dos estudantes, deixando o dia de estudo mais produtivo. Veja só:

 

Leia mais

Conheça aplicativos e sites que te ajudam a aprender inglês de graça

Hoje em dia o mundo ficou menor com a famosa globalização. Com a internet é possível estar em vários lugares ao mesmo tempo, seja vendo um vídeo de uma criança fofa no Japão, ou visitando as ruas de Vancouver pelo Google Earth. 

A questão é que se antes o inglês era fundamental apenas para determinadas profissões, ou para pessoas curiosas que adoravam viajar e aprender outras línguas, hoje ele é praticamente um pré-requisito para entender o mundo, ver o que está acontecendo a sua volta e conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho.  Quanto mais conectadas as pessoas estão, mais elas precisam de uma forma padrão para se comunicarem, e essa forma é o inglês. Para quem quer se mudar para o Canadá, ele se torna mais importante ainda, afinal é uma das línguas oficiais do país. 

Por isso, separamos alguns sites e aplicativos gratuitos que vão lhe ajudar no aprendizado do idioma. São plataformas simples, muitas delas você vai conseguir aprender e/ou aprimorar o idioma enquanto espera na fila do banco ou no consultório médico, por exemplo.

Para quem está no Brasil, essas tecnologias podem ser muito úteis. Além de conteúdos que envolvem gramática e vocabulário, muitos desses sites te darão a possibilidade de treinar sua conversação em inglês, quesito que infelizmente deixa muito a desejar na maioria das escolas de idioma do  Brasil. Já para quem está em outro país aprendendo a língua inglesa, essas ferramentas podem ser uma boa ajuda para fixar o conhecimento adquirido em sala de aula, ou até mesmo na conversa informal que você teve com algum nativo.

Se você está começando agora a se interessar pela língua e ainda nem estuda em escolas de idiomas, esses sites podem ser um pontapé inicial, sem pressão e com gostinho de passa-tempo também.

Escolha o modelo que mais combina com você e se divirta:

Conhece mais algum site legal? Divida sua experiência com a gente!  =)

 

O melhor momento para comprar a passagem aérea internacional

Uma das principais dúvidas de quem resolve estudar em outro país é em relação ao melhor momento de comprar a passagem aérea. Quando se fala em viagens internacionais a sugestão é que a reserva das passagens seja feita com 30 a 60 dias de antecedência da data da viagem, em épocas de baixa temporada, e com 60 a 120 dias em épocas de alta temporada. Sendo a alta temporada em Vancouver os meses referentes ao verão, de junho a agosto, e o feriado de dezembro (Natal e Ano Novo).

Apesar de muita gente achar que comprar a passagem com bastante antecedência seja um benefício, está errado. Essa ideia foi criada pelas companhias aéreas como estratégia de venda, e não tem relação direta com o preço, ao contrário, pesquisas mostram que comprar passagem aérea muito antes da viagem faz com que o passageiro pague mais caro. O ideal é segurar a ansiedade e pesquisar.

Estudantes de intercâmbio

Quem vem para o Canadá estudar por mais de 6 meses o sugerido é comprar a passagem depois de receber o visto. Assim o passageiro tem mais liberdade e segurança na hora de escolher as datas de embarque de acordo com o inicio das aulas. O risco para quem compra passagem antes de sair o visto é ter que mudar a data de embarque se até o início das aulas o documento emitido pelo governo canadense não tiver sido emitido. Por isso planejar o intercâmbio com antecedência é fundamental.

Outro aspecto que precisa ser levado em consideração é a validade da passagem. Mesmo que o intercâmbio tenha duração maior de um ano, você vai conseguir remarcar a volta para no máximo 12 meses depois da data de emissão da passagem. Já vimos muitos alunos se confundindo com essas datas por aqui. Por esse motivo é natural pensar que o melhor seria comprar só a passagem de ida e esperar para comprar a volta no futuro, mas tal decisão não é indicada pelos especialistas em vistos. Segundo esses profissionais quando entrar no Canadá a pessoa já deve apresentar o bilhete de volta.

Dicas para achar bilhetes mais baratos

Além da antecedência outras dicas podem te ajudar a salvar um bom dinheiro com a compra das passagens aéreas. Uma delas é o dia em que vai voar. Os voos no meio da semana costumam ser mais baratos, em se tratando de América do Norte os dias mais em conta são terça e quarta-feira, e diferente do Brasil no sábado também. Enquanto os dias mais populares, e por isso os dias mais caros, são as sextas e domingos. O horário da viagem também pode te ajudar na economia, como viajar de madrugada ou em horário de refeições, principalmente o jantar no Canadá e Estados Unidos.

Pra quem está vindo com a família outra dica é comprar uma passagem de cada vez. O motivo é bem simples, por exemplo, você vai comprar duas passagens, se o sistema tiver um bilhete a 300 dólares e outro a 350 ele não vai te oferecer nenhuma dessas duas opções, ele vai oferecer o valor que tiver em duplicidade, e mais caro. Comprando um de cada vez você sempre assegura o melhor preço, mesmo que seja a última passagem disponível naquele preço.

Sites e aplicativos

A tecnologia pode ser uma grande parceira durante a etapa de pesquisa. Existem vários sites de viagens que hoje em dia desenvolveram aplicativos de celular capazes de fazer buscas de voos nacionais e internacionais. Alguns deles, como o skyscanner, te manda alertas toda vez que a passagem, com as características escolhidas por você, mudar de preço.

A maioria desses sites cobra uma pequena taxa de serviço quando efetuada a compra, mas o que pode ser feito para evitar essa taxa é, depois que você encontrar o voo que atenda suas necessidades, vá no site da cia aérea e compre direto por lá. Na lista abaixo estão os sites mais populares:

Skyscanner (www.skyscanner.ca)

Google Flights (www.google.ca/flights)

JetRadar (www.jetradar.com/flights)

Farecompare (www.farecompare.com/#quote)

Expedia (www.expedia.ca)

eDestinos (www.edestinos.com.br)

Decolar (www.decolar.com)

Hotwire (www.hotwire.com)

Melhores Destinos (www.melhoresdestinos.com.br)

AirCanada (www.aircanada.com)

TAM (www.tam.com.br)

 

Mestrado, pós-graduação e college no Canadá

Fazer um curso superior no Canadá é muito mais fácil do que você imagina. Apesar da aplicação ser em outra língua, a universidade pedir vários documentos entre comprovação de estudo no Brasil, e surgir aquela insegurança se o seu perfil será aceito ou não, a verdade é que no final das contas aplicar para um mestrado, pós-graduação ou college no Canadá é bem menos assustador do que em outros países.

A maioria das instituições canadenses possui processos de aplicação muito bem organizados e objetivos, principalmente quando falamos de mercado internacional. Por ser uma área muito aquecida no país, as maiores e melhores instituições acabam criando departamentos que atendem exclusivamente esse público formado por alunos estrangeiros.

Toda essa organização e objetividade acaba refletindo em transparência, deixando claro logo de início do processo se você poderá ou não ter seu pedido aprovado. Em outras palavras, se você contar com a documentação e qualificação esperadas, além dos recursos financeiros necessários, tudo dará certo. Mas, por onde começar?

Em primeiro lugar é preciso escolher a instituição e enviar seus documentos

O processo de estudar no Canadá começa com pesquisa. Por isso, sua primeira atividade será buscar universidades e programas disponíveis, e ver quais deles se encaixam em seu perfil acadêmico e objetivos profissionais. Tome cuidado porque nem sempre os programas oferecidos são abertos para alunos internacionais, existem alguns cursos abertos apenas para o mercado local.

Assim que encontrar uma (ou mais de uma) opção que ofereça aquilo que você procura, vá em busca das informações sobre requisitos. No Canadá você irá aplicar exclusivamente para o programa que escolheu. Diferente do Brasil, onde os cursos costumam ter a mesma exigência (prova de vestibular ou Enem), nas universidades canadenses cada curso tem seus próprios pré- requisitos. 

Diplomas e outros documentos precisam de tradução juramentada

Verifique com cuidado a lista de documentos que você terá que apresentar para garantir a sua vaga – a maioria deles, se não todos, terão que ser traduzidos para o inglês por um tradutor juramentado.

Além disso, observe outras exigências, como: notas mínimas obtidas no segundo grau e/ou curso de bacharelado (dependendo do programa escolhido a nota da faculdade também será avaliada), se os diplomas da universidade e escolas são reconhecida pelo Canadá, experiência profissional na área, nível esperado de proficiência em língua inglesa, entre outros.

Uma ajudinha para não errar!

Muitas pessoas acabam se atrapalhando com tantas opções oferecidas, porque além das instituições públicas, o Canadá também oferece opções de escolas privadas de excelente qualidade. Sem contar que, mesmo o processo sendo bastante organizado, para quem não lida diretamente com essas escolas, definir o melhor curso, instituição e enviar todos os documentos solicitados, pode ser uma armadilha.

Ainda há o risco de escolher um programa que não oferece o PGWP (Post Gradution Work Permit), o que não contribui para quem deseja imigrar. Por esses motivos, muitas pessoas acabam pedindo auxilio especializado da 3RA Intercâmbio, que com sua experiência em Canadá acaba oferecendo aos brasileiros opções personalizadas, com melhor custo/benefício. Confira a lista de colleges que dão direito ao PGWP. 

Agora veja os custos do Mestrado no Canadá

Se você marcou tudo como ok até agora, chegou o momento de ver se o sonho cabe no bolso. Lembre-se de que é não é possível pagar mensalidades como no Brasil – o valor total anual deve ser pago em duas ou três vezes, dependendo da quantidade de termos do curso, sendo o primeiro pagamento fundamental para garantir a sua vaga.

Depois de aceito é hora de emitir o visto de estudante canadense

Depois de receber e analisar os documentos, a escola irá enviar uma carta dizendo se o aluno foi aceito no curso ou não. Quando a aluno não é aceito, na maioria dos casos, a própria universidade sugere caminhos que o estudante pode tomar, ou para ser aceito no futuro, ou para estudar em algum outro curso parecido.

Quando a resposta da instituição é positiva, a mesma manda o que chamam de carta de oferta, que seria a proposta para o estudante pagar um valor inicial e segurar sua vaga. Esse valor pode variar muito, entre CAD $ 1000 a 8000 dólares, dependendo da escola. Após feito o pagamento, enfim o estudante recebe a carta de aceitação da universidade ou college, chamada de LOA (Letter of Acceptance).

É com essa carta que o aluno internacional dará entrada no visto de estudante junto à imigração canadense. Para obter esse visto, será preciso apresentar essa carta, preencher alguns formulários, apresentar comprovação de recursos financeiros, e passar por um exame médico realizado com um médico definido pelo Consulado do Canadá, entre outras exigências.

Agora é só arrumar as malas

Pronto! Após seu visto ser aprovado, basta arrumar as malas e se preparar para embarcar e aproveitar essa conquista ao máximo!

Garanta o seu sucesso acadêmico no exterior com o programa Pathway

Muita gente acaba desistindo de cursar uma universidade no exterior por conta do nível de inglês. É verdade que este item é essencial, mas existem várias soluções capazes de dar um upgrade na sua proficiência em muito pouco tempo. Uma delas são os cursos Pathway, nome pelo qual são conhecidos no Canadá os cursos preparatórios para universidades, faculdades e até cursos técnicos.

O Pathway é um programa específico que visa preparar estudantes internacionais para ingressar em cursos pós ensino médio. Durante até 1 ano, o aluno interessado passará por um curso intensivo de inglês focado na sua futura área de estudo e nos requisitos necessários para uma vida acadêmica de qualidade.

As aulas do Pathway envolvem leitura, conversação, e muita escrita. Os alunos aprendem a preparar ensaios, artigos científicos e a fazer apresentações orais e trabalhos em grupo. Alguns programas Pathway incluem ainda aulas que valerão como créditos nos futuros cursos dos seus alunos.

Tanto empresas privadas quanto algumas universidades oferecem programas Pathway. E, em muitos casos, participar com sucesso desse curso (no molde de longa duração) permite que a exigência de comprovação de proficiência de língua inglesa, como o IETLS e o TOEFL, seja dispensada. Isso é especialmente comum quando o programa é oferecido pela própria universidade na qual o aluno deseja ingressar posteriormente.

Para participar de um curso Pathway no Canadá será preciso passar pelo mesmo processo de visto exigido para estudantes brasileiros, e também atender às exigências da escola. De um modo geral, é preciso ter um nível de inglês no mínimo intermediário para que seja possível acompanhar as aulas sem muitas dificuldades.

Em resumo, procure por um curso Pathway se você:

  • Quer fazer um curso técnico ou superior no Canadá, mas seu inglês é intermediário;
  • Pode passar até 1 ano aprimorando o seu inglês antes de iniciar o curso desejado;
  • Tem inglês avançado, mas precisa aprimorar habilidades acadêmicas;
  • Precisa fortalecer o vocabulário específico relacionado à sua área de estudo;

Lembrando que durante o Pathway você não poderá trabalhar, apenas quando iniciar o College, faculdade ou pós-graduação.

Se encaixa em algum desses casos? Entre em contato com a 3RA Intercâmbio e comece seu planejamento.

Webinars