Posts

maravillas de Canadá

Conheça 9 maravilhas da natureza encontradas só no Canadá

De fato as paisagens naturais do Canadá estão entre as maiores riquezas que o país possui. Além de todas as qualidades encontradas por aqui, como segurança pública, qualidade de vida, transporte público que funciona, saúde pública que é exemplo mundial, pessoas muito educadas e honestas (a lista de qualidades é muito grande), a natureza ainda coroa essa terra com todo seu potencial, presenteando nossos olhos com imagens de tirar o fôlego. Até mesmo quem não é muito ligado com a natureza quando chega no Canadá acaba mudando um pouco esse ponto de vista.

O site da CNN divulgou uma lista com os 20 lugares mais bonitos do Canadá, e claro, a maioria dos lugares escolhidos tinha alguma beleza natural na paisagem, deixando o cenário digno de estar entre os lugares mais lindos do país. Nós gostamos da ideia e decidimos compartilhar algumas paisagens com vocês. Esse é, sem dúvida, um daqueles posts que a gente salva para incluir na lista dos lugares que precisamos visitar antes de morrer. Divirtam-se:

Lake Louise

Lake Louise: Localizado no Parque Nacional de Banff, em Alberta, o lago chama atenção pela cor verde esmeralda. Segundo especialistas a água adquire essa coloração por causa do gelo das montanhas que derrete e se junta ao lago.
Saiba mais: banfflakelouise.com

3708492012_071fdb54b2_b

Avalon Península:  Os icebergs gigantes, com mais de 10 mil anos, estão na província de Newfoundland and Labrador. É um dos passeios mais populares da região. Veja o vídeo, ele vale mais que mil palavras.

Saiba mais:newfoundlandlabrador.com

YIbZewD

Niagara Falls: As cataratas do Niagara, localizadas no rio Niagara na província de Ontário, na fronteira entre Canadá e Estados Unidos, são formadas por três grupos de cataratas, as Cataratas Canadenses, as Cataratas Americanas e as Cataratas Bridal Veil (Véu da Noiva). Apesar de não serem muito altas, as cataratas formam a mais volumosa queda d’água localizada na América do Norte. Saiba mais: niagarafallstourism.com

ak_traveling-to-camp_dsc_1376

Sirmilik National Park: Localizado no território de Nunavut, o parque conta com mais de 22 mil quilômetros quadrados formados por montanhas, geleiras e rios. A melhor época para visitar essa região é entre os meses de abril e junho (verão canadense). Saiba mais: nunavuttourism.com

Whistler-Creekside

Whistler: Localizada na província de British Columbia, a cidade recebe anualmente cerca de dois milhões de visitantes. É reconhecida como uma dos melhores lugares do mundo para praticar esportes no gelo e também mountain bike no verão. A fama é por causa de suas imponentes montanhas. Saiba mais: whistlerblackcomb.com

PolarBear_04

Churchill: Conhecida como a capital do urso polar, a cidade está localizada na província de Manitoba. Esse é, sem dúvida, um dos rarissímos lugares do mundo onde você poderá ficar cara a cara com um urso polar em seu habitat natural.

Saiba mais: everythingchurchill.com

Capilano_Bridge

Capilano Suspension Bridge: Não é diretamente uma beleza natural, mas está inserida em uma. A ponte corta o pelo rio Capilano, por isso recebeu esse nome. Construída em 1889, ela tem 137 metros de comprimento e 70 de altura. É um dos passeios mais tradicionais para quem visita a cidade de Vancouver, em British Columbia.
Saiba mais: capbridge.com

canada-northwest-territories-nahanni

Nahanni National Park: Tombado como patrimônio histórico da UNESCO desde 1978, o parque conta com 30 mil quilômetros quadrados de pura preservação ambiental. Saiba mais: pc.gc.ca

Jasper National Park: Localizado na província de Alberta, a experiência de conhecer o parque é riquíssima, viajando no tempo e conhecendo a história desde a era do gelo. A sensação do momento é a ponte de vidro suspensa a 280 metros. Você teria coragem?

Saiba mais: brewster.ca

Via: cnn.com
Fotos: Internet

Otoño en Canadá

Veja porque o outono é uma das estações mais amadas no Canadá

Para muita gente, o Outono é a estação mais linda do Canadá. Ele é muito admirado porque deixa a cidade toda colorida, em tons quentes que variam do amarelo ao vermelho, passando por marrom e verde. É um espetáculo da natureza que muitas vezes se confunde com uma pintura, de tao belo que é. Sem contar a temperatura, que não é tão quente como o verão e nem tão frio como o inverno, é um misto das duas estações, que resulta em dias de sensação térmica refrescante, as vezes com chuva.

Para mostrar a beleza dessa época do ano, um site canadense – o VancityBuzz – divulgou fotos belíssimas de seus leitores em várias regiões de Vancouver. São fotos que dão gosto de ver. Separamos algumas que achamos a cara do outono canadense. Quem está se planejando para conhecer o Canadá, sinta a energia nessa seleção.  =)
Via: vancitybuzz.com

Você tem fotos lindas do outono canadense? Divida com a gente também!  =)

Comprovado: Canadá é o país mais barato para estudar no exterior

Um estudo divulgado pelo banco HSBC mostrou que o Canadá é o lugar em que o brasileiro vai gastar menos para se graduar no exterior. Estudar por quatro anos no país norte americano custa, em média, U$ 109.314, sendo que esse valor engloba o custo com estudos, moradia, alimentação e transporte. Mesmo assim o total ainda é 34% mais barato que nos Estados Unidos, que custa, em média, U$ 165.231.

A pesquisa mostrou ainda que o Canadá apresenta os melhores índices de empregabilidade. Esse dado foi obtido ao considerar onde os diretores executivos das 2 mil maiores empresas públicas estudaram.

Os dados do estudo fazem parte da pesquisa “O valor da Educação” realizada neste ano pelo banco HSBC. Leia a reportagem completa no site: estadao.com.br

Via: estadao.com.br

Saiba o que é Jet Lag e como amenizar seus sintomas

Viajar para longe é cansativo e para muitas pessoas significa sofrer por uns dias com o famoso Jet Lag, fadiga sentida por quem viaja de avião e passa por uma repentina mudança de fuso horário, por isso o nome em inglês: Jet = jato e lag = diferença de horário. Entre os sintomas do Jet Lag os mais comuns são:enjoos, irritação, dificuldade de concentração, cansaço e insônia. Quem está pensando em visitar ou passar um tempo mais longo no Canadá é bom seguir algumas dicas para amenizar esses efeitos tão desconfortáveis.

Segundo especialistas, para cada hora de diferença no fuso horário o organismo precisa de cerca de um dia para se adaptar. Por ser o segundo maior país em território do mundo, o Canadá possui 6 diferentes fusos horários. Pra se ter uma ideia, quem vai para Toronto, por exemplo, durante o verão (março a novembro), está a uma hora de diferença do Brasil. Já quem vai para Vancouver, na mesma época, está a 4 hora de diferença, ou seja, quatro dias para se adaptar. No inverno as diferenças aumentam, chegando a 3 horas para Toronto e 6 para Vancouver.

Separamos algumas dicas  que poderão ajudar a diminuir os sintomas causados pelo Jet Lag.

  • Hora de dormir: Tente se habituar ao novo fuso horário alguns dias antes da viagem. Como no Canadá o horário é atrasado, comece a mudar seu horário de dormir, indo para cama mais tarde.
  • Rémedios pré-embarque: Evite tomar comprimidos para dormir durante a viagem. Eles só pioram os efeitos do Jet Lag.
  • Alimentação: Durante a viagem escolha uma alimentação leve e fuja de bebidas alcólicas, elas desidratam e ajudam a causar distúrbio no sono.
  • Luz Natural: Programa-se para chegar no Canadá de dia e aproveite para dar uma caminhada. A luz natural retarda a produção de melatonina, hormônio resposável pela sensação de cansaço.
  • Entre na rotina: Não pule refeições, mesmo que não sinta fome, coma quando for café da manhã, alomoço e jantar. Não vá dormir antes do pôr do sol.
  • Procure descansar: As primeiras noites são fundamentais para seu organismo se recompor. Evite atividades pesadas e procure dormir bem.

Via: turismo.ig e gnt.globo.com

Setembro chegou e com ele o começo do ano letivo canadense

Diferente do Brasil que o ano letivo começa em janeiro, e é dividido em dois semestre, no Canadá além de começar na primeira semana de setembro, o calendário é dividido em três trimestres, ou termo, como é chamdo. O primeiro termo, ou fall term vai de setembro a dezembro, com recesso no fim de ano de aproximadamente 20 dias. O segundo termo, o winter term começa janeiro e vai até abril. O terceiro termo, que vai de maio até agosto é conhecido spring ou summer term, nesse período muitos alunos entram de férias, que seria a spring break. Porém, alguns cursos continuam oferecendo aulas mesmo durante esse recesso, tudo vai depender do college.

Como setembro é o ínicio mais importante dos três termos, praticamente 100% dos cursos oferecem entrada para novos alunos nessa época. Já nos outros termos pouquissímos cursos abrem para receber novos alunos, geralmente só aqueles cursos mais populares, com alta demanda. Ou seja, se perder a matrícula do curso que começa em setembro, você vai conseguir se matrícular novamente só para o próximo ano.

Por isso, planejamento é palavra de ordem para quem deseja estudar em um college no Canadá. Além de ficar atendo com as datas de início das aulas, o candidato precisa saber outros detalhes, como documentação, prazos de matrícula e testes a serem feitos, como de proeficiêcia em inglês.

Confira, clicando aqui, algumas dicas que o diretor comercial da 3RA, Francisco Zarro, dá em relação a esse processo.