Posts

Moradia no Canadá: Qual a melhor opção para mim?

O local de moradia no Canadá é, sem dúvida, algo de extrema importância, afinal de contas, você está deixando sua caminha confortável, o sofá da sala de TV que você adora ou aquele outro cantinho preferido do seu lar no Brasil para mudar para um lugar totalmente novo e desconhecido. Por isso, uma das maiores ansiedades de nossos clientes é sobre a moradia durante o período do intercâmbio. Muitas vezes, enquanto ainda estamos no processo de escolha do curso, o aluno já está pensando sobre onde morar, com quem, valores, etc.

O que a 3RA sempre indica é que o aluno venha para ficar os primeiros dias em um lugar provisório, como as casas de família, ou homestay, como são chamadas e só depois de enxergar o Canadá com seus próprios olhos, optar por um local definitivo e que combine com a personalidade do estudante e, é claro, com o bolso também. 

Veja no vídeo abaixo algumas dicas sobre onde ficar nesse primeiro momento e algumas vantagens e desvantagens.

 

Se você está vindo com a família e não deseja ficar em uma Homestay neste primeiro momento, há outras opções de locais provisórios. O importante é nunca tentar escolher sua casa definitiva estando ainda no Brasil. Lembre-se que você está de mudança para um novo país e morar em um local agradável e que tenha a cara de sua família irá fazer toda a diferença.

Se você preferir, poderá contratar empresas que auxiliam brasileiros na busca por uma moradia no Canadá de acordo com a personalidade, objetivos e o orçamento de cada cliente. Uma delas é a Easy Vancouver, fundada por dois brasileiros.

As opções de moradia no Canadá são muitas: apartamentos, casas, basements e townhouses. Não se preocupe, pois temos certeza que você irá encontrar o local ideal no Canadá para você e sua família! :)

Leia mais:

Veja dicas para quem quer alugar um imóvel em Vancouver

Quanto custa viver no Canadá

 

Verdade ou mentira: Seguro saúde é obrigatório para entrar no Canadá?

Seguro saúde é obrigatório para entrar no Canadá Mentira. O turista ou estudante que está vindo para o Canadá não é obrigado a contratar o seguro, mas essa história não é como parece. Apesar do governo canadense não exigir a apresentação do seguro, as escolas exigem. Ou seja, se você chega por aqui sem seguro saúde você entra no país, mas não começa a escola. Além dessa dor de cabeça, você pode ter outro problema que vai pesar no seu bolso. Vir para o Canadá sem seguro é correr o risco de acontecer com você aquela história do “barato que sai caro”. Economizou com o seguro, mas se você precisar de atendimento emergencial por qualquer motivo será cobrado cerca de CAD 900,00 pela consulta, fora os exames, um ressônancia magnética do crânio, por exemplo, custa mais ou menos CAD 1.500. Na hipótese de você fazer snowboard (esporte comum no Canadá) e cair, lá se vão CAD 2.400 dólares, ou em média R$ 7.200 reis do seu precioso e suado dinheiro. Contratar o seguro saúde é mais do que aconselhável e por isso todos os clientes da 3RA recebem em seus orçamentos a previsã dos gastos com seguro. O diretor educacional da agência, Francisco Zarro, explica que mesmo o aluno chegando no Canadá e contratando o serviço público de assistência a saúde, é aconselhavel que ele tenha no mínimo 3 meses de seguro privado, já que o processo pode levar mais de 90 dias para ser aprovado e ter validade. No caso para alunos que vão ficar pouco tempo é fundamental ver as regras do plano de saúde de cada província, em BC (British Columbia) o plano público só pode ser solicitado para estadia acima de 6 meses. Em termos de cobertura Zarro explica a principal diferença entre as duas opções é que enquanto o seguro vai ser usado em casos de emergência, queda, gripe, infecção de garganta, virose, etc. O plano de saúde do governo cobre essas situações, mas também pode ser usado para marcar consultas, fazer acompanhamento de questões de saúde pré existentes, como anemia, e uso de pilula anticoncepcional. (Leia sobre como comprar pílula anticoncepcional no Canadá clicando aqui). Por que contratar o seguro de saúde da 3RA O seguro oferecido pela 3RA é de uma empresa canadense, ou seja, essa empresa conhece com mais detalhes como clínicas e hospitais funcionam no Canadá. Esse conhecimento gera a oportunidade de extreitar relacionamento, sendo esse seguro mais aceito pela rede de saúde do país. Além disso, os valores são mais em conta do que os planos brasileiros, cerca de CAD 2.20/dia para cada pessoa. Já o valor dos planos de saúde públicos vão variar de acordo com a província. “Aqui em Vancouver o valor mensal é de CAD 72,00 por pessoa e cerca de CAD 130,00 para o casal. Já Manitoba e Alberta sao de graça e Ontario não abre para estudante internacional, lá precisa contar só com o particular”, esclarece o diretor educacional que vive no Canadá há mais de 12 anos. Clique aqui para conhecer mais detalhes do seguro de saúde da 3RA.      

7 diferenças entre Brasil e Canadá

Partir para uma viagem mais longa, como para um intercâmbio de estudos, é sentir aquele frio na barriga por causa da insegurança sobre como será a adaptação para tanta novidade. Todos os países têm coisas boas para se conhecer mas que podem ser bem diferentes do Brasil, no Canadá não é diferente.

Muitas dessas diferenças acabam influenciando no estilo de vida do intercambista, saber um pouco sobre elas antes de embarcar é um jeito saudável de se preparar para a adaptação. Pensando nisso escolhemos sete dessas diferenças entre Brasil e Canadá que vão influenciar no dia dia-a-dia. Leia mais

Verdade ou Mentira: Contratar uma agência de intercâmbio é mais caro do que fazer o processo sozinho?

Contratar uma agência de intercâmbio é mais caro do que fazer o processo sozinho?

Mito quem pensa que está economizando ao deixar de contar com a ajuda de uma agência de intercâmbio. No caso da 3RA o valor do curso a ser pago é o mesmo se você fechar direto com a escola. O que acontece é que em muitos casos conseguimos promoções especiais ou preços melhores, porque vendemos o mesmo programa para mais de um aluno.

Além disso, também facilitamos o pagamento para o aluno, seja parcelando o curso, quando conseguimos esse acordo com a escola, ou usando um programa de tranferência de moeda que cobra apenas 0.38% de IOF, e o câmbio é, em média, R$ 0,10 (dez centavos) mais barato que o valor comercial. No final das contas, a taxa administrativa de que se paga pela ajuda da agência acaba não pesando a mais no orçamento.

Fora isso, ao contratar a 3RA Intercâmbio você vai ficar livre do trabalho de preencher formulários e enviar documentos, vai se sentir seguro quanto a escolha da escola, sabendo que a instituição atenderá suas expectativas, além de contar com o suporte para vários outros serviços do seu intercâmbio, como homestay e seguro de saúde.

Converse com um dos consultores da 3RA Intercâmbio e comece seu planejamento. Clique aqui.

 

A 3RA está de endereço “quase” novo

Quem está pensando em dar um pulinho no escritório da 3RA de Vancouver precisa saber o endereço “quase novo” do pessoal. Quase novo porque a agência continua no mesmo prédio, no número 409, Granville Street, o que mudou foi a altura, agora ao invés de procurar pelo escritório no 4 andar, você deve ir para o segundo piso, sala 251. A agência continua dividindo o espaço com a Immi-Canadá, empresa de vistos e imigração e parceira da 3RA.

Obs: Não é muito bom de endereço e precisa de um mapa? Sem problema. Veja o mapinha de como chegar na 3RA Intercâmbrio. [map id=”3″]