Posts

Biblioteca de Vancouver

Biblioteca de Vancouver oferece atividades que vão te surpreender

Já pensou em entrar em uma das três maiores bibliotecas do Canadá? Então você não pode perder a oportunidade de visitar a biblioteca de Vancouver, conhecida como Vancouver Public Library. Seu projeto arquitetônico, construído pelo arquiteto Moshe Safdie, em 1995, foi baseado no Coliseu de Roma e chama a atenção por quem passa por lá. Além do passeio, que vale super a pena, o local oferece uma série de atividades em um mergulho fascinante pela cultura local e internacional.

O prédio central é um dos cartões-postais da cidade. Localizado em Downtown, a estrutura conta com nove andares, sete deles reservados para a biblioteca, que tem espaço de leitura para 1.200 pessoas. Além do edifício principal, há 21 unidades da Vancouver Public Library espalhadas pela cidade de Vancouver.

A biblioteca de Vancouver conta com um acervo riquíssimo, que responde por mais de 1,3 milhões de itens, além de uma imensidão de material digital, que pode ser acessado diretamente de sua casa. Você também poderá acessar internet, além de poder fazer impressões a um preço super atrativo.

Dentro do local, as janelas enormes oferecem belas imagens da cidade de Vancouver. Aproveite para observar cada detalhes de sua arquitetura, com características únicas e belas. Todos estes detalhes colocaram a Vancouver Public Library como uma das melhores bibliotecas do mundo em 2014.

Mesmo que você esteja estudando por tempo determinado em Vancouver, esta biblioteca vai te ajudar muito. É um local originalmente para estudos, com publicações em idiomas diversos, mas você vai se surpreender com o que ela oferece para toda a população.

Biblioteca de Vancouver: aproveite ao máximo

Se você deseja aproveitar todos os serviços oferecidos pela biblioteca de Vancouver, é interessante fazer a carteirinha da Vancouver Public Library (library card, em inglês). Com este documento em mãos, você terá acesso a uma coleção de mais de dois milhões de itens e poderá pegar emprestado livros, revistas, e publicações diversas das mais diferentes áreas de atuação.

Para fazer a carteirinha, basta ir até a biblioteca de Vancouver, localizada na W Georgia Street, número 350, e apresentar um documento de identificação. O cartão ficará pronto na mesma hora! Uma coisa bem legal é que ele é totalmente gratuito. Confira mais algumas informações:

  • Cada pessoa pode ter apenas um cartão de biblioteca ativo;
  • Você é responsável por todos os materiais emprestados em seu cartão e por quaisquer cobranças em itens que estão atrasados, perdidos ou danificados (consulte mais detalhes no site oficial);
  • Os pais são responsáveis ​​por qualquer atividade no cartão de seus filhos até que eles completem 19 anos de idade;
  • Adultos não podem pegar material emprestado na biblioteca para uso próprio em cartões em nome de crianças ou jovens;
  • O cartão deve ser usado apenas pela pessoa responsável por ele.

Caso você perca seu cartão, entre em contato imediatamente com alguma das unidades da Vancouver Public Library  para evitar que alguém utilize em seu nome. Há uma taxa de CAD 2 para substituir o cartão perdido.

Depois de fazer sua carteirinha, você praticamente terá o mundo em suas mãos. Confira abaixo o que mais a biblioteca de Vancouver pode te oferecer (e com certeza te surpreender).

Biblioteca de Vancouver: você é fã de videogame ou quadrinhos?

videogame na Vancouver Public Library

Caso você não seja um daqueles aficionados por livros, não se preocupe. A biblioteca de Vancouver não conta apenas com livros. Por lá você vai encontrar um acervo gigante de jogos de videogame e histórias em quadrinhos. Entre eles estão alguns nomes populares como Minecraft, Star Wars, Destiny, Super Mario Bros, bem como as séries NHL (National Hockey League) e FIFA. Já nos quadrinhos, há uma coleção surpreendente, que inclui Marvel, DC Comics, mangás japoneses e diversos outros estilos de todo o mundo.

Vancouver Public Library: boa leitura diretamente do conforto de casa

livro Vancouver Public Library

Se você preferir livros eletrônicos e audiolivros, a biblioteca de Vancouver conta com ótimas opções para fazer o download diretamente de seu computador ou até mesmo através de outros dispositivos móveis como celulares e tablets. Confira a biblioteca digital de livros e audiolivros ou simplesmente pesquise no catálogo da biblioteca por versões digitais específicas de sua preferência.

Você também pode baixar eBooks diretamente para seu dispositivo de leitura pessoal, usar o aplicativo OverDrive ou visualizar as publicações do seus navegadores da web.

Biblioteca de Vancouver: torne-se um produtor no laboratório de imagem

 

Filmagem Vancouver Public Library

O “Laboratório de Inspiração” da Vancouver Public Library oferece ferramentas para produção de conteúdo em vídeo ou áudio ao seu alcance. O “Inspiration Lab” permite que as pessoas reservem um estúdio de gravação, estação de digitalização ou de criação para gravar e editar áudio e vídeo, bem como editar imagens. Cada estúdio ou estação oferece diferentes equipamentos e programas para diferentes necessidades.

Vancouver Public Library: de volta à escola

A biblioteca de Vancouver oferece acesso gratuito a uma das melhores plataformas de aprendizado do mundo: Lynda. Ela apresenta aos usuários uma seleção abrangente de mais de 5 mil cursos online e tutoriais em vídeo sobre uma ampla gama de tópicos. Você terá acesso a cursos desde áreas de design gráfico/visual e fotografia até desenvolvimento de páginas de internet e software para business, por exemplo. E o melhor: Você poderá fazer o curso no conforto de sua casa. 

Biblioteca de Vancouver: aprenda a tocar instrumentos diversos

violão na Vancouver Public Library

Se você deseja aprender um instrumento musical, a bilioteca de Vancouver é uma opção muito econômica. Na biblioteca central (Sun Life Financial Musical Instrument Lending Library), você poderá pegar diversos instrumentos emprestados usando apenas o seu library card. Muito legal, não é mesmo? O site da VPL também fornece links de vídeo sobre como cuidar do instrumento, bem como guias de recursos para aprender a tocá-los.

Vancouver Public Library: curta atrações por Vancouver

Science World_Vancouver Public Library

Talvez um dos programas mais legais e menos conhecidos da Vancouver Public Library seja o Inspiration Pass. Você pode pegar emprestado este passe e visitar diversas atrações de arte e cultura por Vancouver, incluindo o Science World e o Aquário de Vancouver. Sim, você não leu errado! O programa envolve 26 parceiros e inclui atrações bem famosas pela cidade, principais museus, patrimônios, centros culturais, e muito lazer.

O Vancouver Inspiration Pass é um programa cultural e recreativo que permite que o público possa explorar Vancouver como nunca. 

Gratuito para residentes de Vancouver com idade igual ou superior a 14 anos, o passe é válido por um período de duas semanas e pode ser emprestado em qualquer unidade da Vancouver Public Library. Porém, como o número é limitado, é possível que você entre em uma fila de espera até que o passe fique disponível.

Biblioteca de Vancouver: assista a filmes aclamados pela crítica

Se você é um daqueles fãs de filmes e cineastas clássicos aclamados internacionalmente, como John Cassavetes ou Akira Kurosawa, não deixe de conferir a coleção exclusiva de filmes na Vancouver Public Library.

A Criterion Collection oferece uma miscelânea que vai do cinema clássico e contemporâneo de todo o mundo. O IndieFlix oferece uma seleção variada de oito mil títulos filmes independentes, TV clássica, documentários e curtas de 85 países.

Vancouver Public Library: música clássica e shows 

Estes dois recursos são muito bacanas para os apaixonados por música, particularmente aqueles que gostam de música clássica, folk e jazz.  Através da Biblioteca de Música da Vancouver Public Library, você terá acesso a um acervo riquíssimo de canções pela plataforma Naxos (um sofisticado mecanismo de busca online, em que você seleciona músicas por compositor, artista, período, ano de composição, instrumento ou gênero).

Não perca esta chance e faça um mergulho por obras que contemplam gravações de grandes marcas, como os clássicos da Sony, Warner, Decca e muito mais.

Se você estiver interessado em assistir a shows de música clássica, óperas, documentários e  balés, você pode acessar o Medici.tv (a maior biblioteca de streaming de música clássica do mundo, com mais de 1.600 títulos). Por lá você pode assistir a alguns dos mais conceituados eventos como a Orquestra Sinfônica de Londres e a “Opéra National de Paris”.

Biblioteca de Vancouver: leia publicações de notícias em todo o mundo

Vancouver Public Library

Não perca também a chance de se inteirar do que acontece no mundo através das plataformas digitais Zinio e PressReader. Você simplesmente não vai precisar fazer assinaturas de publicações nunca mais!

O Zinio é a “maior banca de jornal do mundo” e oferece textos completos de mais de 400 publicações. Você poderá ler, por exemplo, o The Economist, Rolling Stone, The New Yorker, Men’s Journal, e Vogue. Já o PressReader fornece imagens de página inteira de 5 mil jornais e revistas de 100 países antes mesmo de aparecerem nas bancas.

E sabe o que é mais legal? Tudo isso estará disponível por tempo indeterminado para você! Sem aquele estresse de de devolver a revista em uma data específica de vencimento!

Vancouver Public Library: relatórios sobre serviços ao consumidor

Através do “Consumer Report” você terá acesso a diversas informações e conselhos sobre produtos e serviços ao consumidor. O material inclui ainda o texto completo da revista Consumer Reports, reviews de produtos, e muito mais. 

Biblioteca de Vancouver: programas e serviços

Ficaríamos aqui escrevendo páginas e páginas de tudo que esta biblioteca magnífica disponibiliza na cidade. Para facilitar sua pesquisa, veja quais são os principais programas e eventos que a Vancouver Public Library oferece a todos. Fique sempre ligado nos próximos eventos pela página oficial da Vancouver Public Library.

Veja alguns exemplos:

Contador de Histórias Indígenas: Este programa foi criado em 2008 em reconhecimento aos povos indígenas do Canadá e a importância da narração oral de histórias como uma maneira de aprender sobre e com comunidades indígenas em Vancouver.

Programa de escrita: aproveite o programa para desenvolver habilidades de escrita canadense. São quatro meses de curso, onde você passará 75% de seu tempo trabalhando em seu projeto e 25% orientando escritores emergentes. Alé de realizar workshops e participando de outras atividades e programas para compartilhar sua experiência com a comunidade

Clube de leitura para adultos: O que seria melhor do que ler livros novos e envolventes? Conversando sobre eles em um dos animados clubes de leitura da Vancouver Public Library! Junte-se a outros leitores em uma discussão animada sobre as mais diversas obras. O clube serve ainda para aqueles que querem dar uma melhoradinha no inglês. 

Aulas de criação digital: Libere sua criatividade nesta aula e aproveite para embarcar em um projeto digital! Você vai aprender como gravar um podcast, editar um vídeo, transformar suas fotos digitais e muito mais!

Mais diversão na biblioteca de Vancouver: Pub

Localizada em Downtown, a Vancouver Public Library conta com um pub super bacana para fazer um happy hour com amigos. Acesse o site da Library Square Public House e saiba mais. O local fica aberto de segunda a quinta, de 11h30 às 2h; sexta, de 11h30 às 3h; sábado, de 11h às 3h; e domingo, de 11h às 2h.

Vancouver Public Library: horário e informações

A biblioteca principal funciona na 350 West Georgia Street de segunda a quinta, das 10h às 21; sexta e sábado, de 10h às 18h; e domingo de 11h às 18h.

Fontes:

http://www.vpl.ca/

http://dailyhive.com/vancouver/vancouver-public-library-card-benefits

5 locais para conhecer em Vancouver (e sem gastar dinheiro!)

Que Vancouver é espetacular, ninguém duvida. Agora, será que é possível se divertir em uma das cidades mais caras do Canadá sem desembolsar um dólar? Pois nós separamos 5 lugares imperdíveis para se conhecer, mesmo com a grana curta. Confira abaixo a nossa seleção dos locais para conhecer em Vancouver sem gastar dinheiro:

Locais para conhecer em Vancouver – Sem gastar dinheiro:

1) Stanley Park

Acredite se quiser: uma das mais visitadas atrações turísticas de Vancouver, o Stanley Park, é maior do que o Central Park de Nova Iorque. Andando pelos 9 km da beira-mar que marcam o perímetro do parque, vai ser impossível não se deslumbrar com a vista em qualquer estação no ano.

No seu caminho, você vai se deparar com esculturas, totens, e uma pedra de 32 milhões de ano imergindo das águas, a Siwash Rock. Dentro do parque também está localizado o Vancouver Aquarium.

Você tem a opção de conhecer o parque fazendo um tour guiado de carruagem, bonde e ônibus, ou, ainda, de alugar uma bicicleta próximo às ruas Georgia e Denman, mas terá que desembolsar alguns bons dólares para isso. Como o nosso foco aqui é aproveitar o que Vancouver tem de melhor sem desembolsar um tostão, fica a dica: alongue-se, prepare a câmera e a garrafinha de água, e respire fundo para conhecer esse lugar incrível batendo perna – é uma beleza de tirar o fôlego.

Saiba mais sobre o Stanley Park

2) English Bay

Ainda com pique depois de andar pelo Stanley Park inteiro? Então dê uma esticadinha até English Bay. Localizada no centro de Vancouver, ao longo da Beach Avenue entre as ruas Gilford e Bidwell, a praia é destino certo para quem gosta de fazer um piquinique entre amigos, praticar esportes ao ar livre, ou ficar de bobeira admirando a vista sensacional.

Andando pelo calçadão, você irá se deparar com um monumento que é marco na cidade de Vancouver, o Inukshuk – uma figura de pedras empilhadas que, antigamente, era usada como uma forma de sinalizar onde havia comida e facilitar a navegação.

No verão, quando escurece por volta das 22h, não deixe de assistir ao pôr-do-sol. Um espetáculo à parte!

Saiba mais sobre a English Bay

3) Granville Island

Um dos lugares mais charmosos de Vancouver é o complexo de Granville Island, em False Creek. Você poderá chegar lá pegando um ônibus em frente à estação de skytrain Waterfront em Downtown, ou ainda fazendo a travessia de barco. Para os mais empolgados, é possível caminhar até o local partindo do Science World – um passeio incrível à beira-mar.

A região conta com um mercado público de encher os olhos: são verduras, legumes, carnes, queijos e frutas de todas as cores, aromas e sabores. Ao longo de Granville Island, você também encontra uma cervejaria bastante frequentada, além de uma série de lojinhas de artesanato, souvenirs, moda, papelaria, e a universidade Emily Carr University of Art and Design.

Do pier, partem desde Aquabus – uma espécie de táxi aquático – a iates que fazem passeios turísticos por Granville Island. Destino imprescindível em seu tour por Vancouver!

Saiba mais sobre Granville Island

4) Kitisilano Beach

Que tal um frisbee com os amigos na praia? Kitisilano Beach, ou “Kits Beach”, para os mais íntimos, é um prato cheio para atividades ao ar livre. A praia conta com quadras de tênis, vôlei e basquete espalhadas pelas proximidades para os amantes de esportes se esbaldarem.

Esporte não é muito a sua cara? Então reúna os amigos para um gostoso piquinique, ou ainda aquele churrasquinho animado com pagode que só brasileiro sabe fazer (só que sem a cervejinha!). É em Kits que fica a mais longa piscina do Canadá, e a única de água salgada de Vancouver – mas a entrada fica em torno de $ 6 por pessoa.

Cansou de torrar no sol e não quer gastar? Se aventure pelas ruas encantadoras do bairro. No verão, Kitsilano é palco dos festivais Khatsahlano e Greek Festival. Vale o passeio!

Saiba mais sobre Kitisilano Beach

5) Lighthouse Park

Que tal passear com o seu cãozinho em um cenário diferente, digno de cartão postal? Então o Lighthouse Park é o seu próximo destino.

O parque tem várias trilhas, e uma das mais tranquilas e rápidas leva até o imponente farol Point Atkinson, construído em 1912. A paisagem ganha um ar de mistério nos dias mais frios e nublados. Mas não esqueça de levar um casaquinho, pois a brisa do mar é de esvoaçar os cabelos. Nada que não renda ótimas fotos para as suas redes sociais!

Saiba mais sobre o Lighthouse Park

Está em Toronto? Além da lista com os 5 locais para conhecer em Vancouver, nós também temos um post com os 5 locais para conhecer em Toronto, sem gastar.

Japão, Reino Unido e Canadá participam do Celebration of Light 2017

Japão, Reino Unido e Canadá. Esses são os países que irão participar da edição deste ano do Celebration of Light, o evento mais esperado do Verão de Vancouver. O festival – que é uma competição de fogos de artifício – acontece nos dias 29 de Julho, 02 de Agosto e 05 de Agosto

O Celebration of Light é um evento tradicional da cidade, que acontece há 27 anos, e conta com muitas opções de lazer como música, performances ao vivo, diferentes tipos de comida e outras atrações.

Neste ano de 2017, os fogos terão duração de 28 minutos e terão início às 10 pm.  Como todos os anos, eles ocorrerão na praia de English Bay, em Downtown. Em cada noite, serão lançados cerca de 4 mil fogos. Todos em perfeita sintonia com as músicas.

Competidores

O Japão promete fazer um grande show e será representado pelo time AKARIYA Fireworks. A equipe foi a vencedora da competição no ano de 2014 e já participou em mais de 50 festivais de fogos de artifícios pelo mundo.

Já o Reino Unido será representado pela equipe Jubilee Fireworks, entreante no Honda Celebration of Light. O time já foi premiado no Philippines International Pyromusical Competition, Monaco International Musical Fireworks Competition e Montreal’s L’International des Feux Loto-Québec.

E é claro, para celebrar o aniversário de 150 anos do Canadá, o país será representado pela equipe Royal Pyrotechnie, de Montreal. O time faz cerca de 300 shows por ano.

Canadá 150 anos

Para celebrar o aniversário do Canadá, todos os times deverão incluir alguma música canadense em sua apresentação. As músicas foram escolhidas através de votação popular na Fan Page oficial do evento no Facebook. São elas:

  • The Tragically Hip – Ahead By A Century
  • Bryan Adams – Summer of ’69
  • Leonard Cohen – Hallelujah

Onde assistir aos fogos?

Os Fireworks serão na praia de English Bay. Os melhores locais para visualizar os fogos, além da própria English Bay, são: Sunset Beach, Stanley Park Seawall, Kitsilano Beach e Vanier Park.  É possível acompanhar também da Jericho Beach e Spanish Banks.

É possível acompanhar a música através da rádio LG 104.3 FM

Programação completa Celebration of Light 2017

Saiba mais:

Celebration of Light 2016

 

Cherry Blossom por Vancouver

Encontre as árvores de Cherry Blossom por Vancouver e tire sua melhor foto da primavera

Podemos comemorar: a primavera chegou oficialmente no Canadá! E os primeiros sinais das cores que transformam as árvores a cada esquina da cidade de Vancouver já podem ser observadas. Tem para todos os gostos: flores amarelas, roxas e as tão famosas cerejeiras (cherry blossom), com suas folhas rosas e brancas, que somam 41 mil unidades ao redor da cidade.

https://www.instagram.com/p/BSXitiDh_Bd/?taken-by=polessapro&hl=en

E para te ajudar a encontrar as cherry Blossom, o Vancouver Park Board criou um mapa online, que permite identificar locais privilegiados para tirar “aquela” foto e mostrar o que a primavera em Vancouver há de melhor! Você pode clicar no botão “search” e fazer uma pesquisa mais detalhada por bairro, por exemplo, ou até mesmo saber quais árvores estão florescendo pelo botão “blooming”. Portanto, prepare sua câmera e aproveite!

Vancouver Cherry Blossom Festival

Pelo mapa, além de encontrar as árvores mais lindas da cidade, você também terá acesso aos locais que marcam as atividades do Vancouver Cherry Blossom Festival! O evento, que celebra o florescimento das cerejeiras na cidade, acontece até o dia 23 de abril com diversas ações gratuitas, entre apresentações musicais, muita arte e cultura.

O festival é uma iniciativa de Linda Poole, atual diretora do projeto, que iniciou o projeto em 2005 como forma de agradecimento pelas 40 mil cerejeiras doadas do Japão para a cidade de Vancouver.

Informações

Evento: Vancouver Cherry Blossom

Quando: até 23 de abril de 2017

Local: Diversos pontos da cidade

Fonte: Daily Hive

Confira os principais aplicativos para pedir comida em Vancouver e região

Tem dia que bate aquela fome, mas junto dela, aquela preguicinha de sair de casa para buscar o que comer. Neste momento nada melhor que ter em mãos um aplicativo confiável para pedir comida sem sair do sofá. Este é um mercado que vem crescendo consideravelmente, principalmente com a demanda em alta nos grandes centros, onde a rapidez aliada à praticidade impulsionam o hábito de consumo.

Em Vancouver não é diferente. Por aqui, este mercado está em alta e há diversas opções para facilitar seu dia a dia. O sistema, de fato, é uma tendência. A partir da localização do GPS no celular, o aplicativo sugere locais próximos, mostra o cardápio com preços e ainda o tempo de entrega. Em alguns deles é possível até mesmo acompanhar o entregador em um mapa em tempo real! O pagamento pode ser feito em cartão ou dinheiro.

No entanto, essas empresas costumam cobrar uma taxa de entrega que varia de acordo com o preço do pedido e a distância do restaurante até você. Em alguns sites, a delivery fee pode ser até gratuita dependendo do que for pedido. Porém, mesmo que isso aconteça, é sempre importante lembrar que no Canadá é recomendado dar uma gorjeta de, no mínimo, 15% do valor do pedido para o entregador.

Confira abaixo o que reservamos para você:

Skip the dishes
A empresa, que iniciou as atividades em 2012, conta com diversos parceiros conectando pessoas a restaurantes em mais de 27 cidades ao redor do Canadá e Estados Unidos. Além dos site, os pedidos podem ser realizados por usuários Android e iOS.

Door dash
Com mais de 40 mil opções de restaurantes, a Doordash tinha seu mercado todo voltado para os Estados Unidos até 2015, quando apostou na abertura de duas unidades no Canadá – Toronto e Vancouver. O app pode ser baixado por clientes Android e iOS. A empresa também conta com um blog, no qual podem ser encontradas diversas informações.

Just Eat

O Just Eat é uma potência no Canadá, com atividade em mais de 160 cidades de costa a costa. Com diversas opções de restaurante, você encontrará pizzas, comida indiana , italiana, chinesa, entre outras. Basta ir no site ou acessar pelo aplicativo, que está disponível para clientes Android e iOS.

Lazymeal
A também gigante Lazymeal chegou em Vancouver em 2011 e a ideia é expandir para Toronto até meados de 2017. A empresa oferece um cardápio diversificado e você encontra desde comida grega ao tradicional menu canadense. Disponível para Android e iOS.

Foodora
A Foodora também já bem conhecida pelos intercambistas devido a sua atuação de longa data não só em continente americano, mas também em países da Europa. Já são mais de 50 países em todo o mundo, incluindo as cidades canadenses Vancouver, Toronto e Montreal. Segundo a empresa, os pedidos são entregues em até 35 minutos. Disponível para clientes Android e iOS.

WowTasty
A empresa se descreve como uma praça de alimentação online que permite conectar o cliente a mais de 50 restaurantes em Vancouver. A cada compra acima de $10 você recebe um meal stamp (selo de refeição, em português) e ao acumular dez selos você ganha um desconto de $6. Você também pode receber descontos a partir de compartilhamento da ferramenta com amigos. Disponível para clientes Android.

Vancouver Street Food
Por aqui os food trucks também são bem famosos. Por isso, para quem é fã de comida de rua este aplicativo é uma ótima ferramenta, pois ele encontra o food truck mais próximo, além de oferecer informações do cardápio e horários. São mais de 30 opções de trucks pela cidade e a pesquisa pode ser por nome, proximidade e popularidade. Disponível para clientes iOS e Android.

We Heart Local
Saindo um pouco dos aplicativos para pedir comida, este tem uma sistemática um pouco diferente. Se você é daqueles que adoram produtos frescos, este aplicativo é para você. Com ele você encontra comida produzida e colhida em Vancouver e região, a partir da localização de diversos mercados e fazendas, que são muito comuns por aqui. O sistema também inspira aos cozinheiros de plantão, com dicas e receitas para todos os gostos.

Veja também:
5 lugares para comer pagando menos de CAD$ 5 em Vancouver (e não são fast-foods)

Restaurantes em Vancouver

mejores ciudades del mundo para vivir

Vancouver é uma das cinco melhores cidades do mundo para se viver

Poucos dias após o Canadá ter sido escolhido o melhor país em qualidade de vida do mundo pela U.S News, um segundo estudo divulgado na última terça-feira (14/3) pela empresa Mercer afirma que Vancouver está entre as cinco melhores cidades do mundo para se viver. A pesquisa levou em consideração 231 nações de todos os continentes.

Vancouver foi a única cidade canadense a fazer parte da lista top-10, com Toronto e Ottawa chegando em 16° e 18° lugares, respectivamente. A pesquisa levou em consideração os seguintes critérios:

1 – Ambiente político e social: estabilidade política, crime, aplicação da lei.

2 – Ambiente econômico: regulamentos cambiais, serviços bancários.

3 – Ambiente sócio-cultural: disponibilidade de mídia e censura, limitações à liberdade pessoal.

4 – Considerações médicas e de saúde: Materiais e serviços médicos, doenças infecciosas, esgoto, eliminação de resíduos, poluição do ar, etc.

5 – Escolas e educação: padrões e disponibilidade de escolas internacionais.

6 – Serviços públicos e transportes: eletricidade, água, transportes públicos, congestionamento de tráfego, etc.

7 – Lazer: restaurantes, teatros, cinemas, esportes e lazer, etc.

8 – Bens de consumo: disponibilidade de alimentos / itens de consumo diário, carros, etc.

9 – Habitação: aluguel de habitação, eletrodomésticos, mobiliário, serviços de manutenção

10 – Ambiente natural: clima, registro de desastres naturais

Top 10 cidades classificadas para a qualidade de vida:

1 – Viena, Áustria
2 – Zurique, Suíça
3 – Auckland, Nova Zelândia
4 – Munique, Alemanha
5 – Vancouver, Canadá
5 – Dusseldorf, Alemanha
6 – Frankfurt, Alemanha
7 – Genebra, Suíça
8 – Copenhague, Dinamarca
9 – Basileia, Suíça

Veja aqui a matéria: Canadá é o melhor país em qualidade de vida do mundo

Melhor aeroporto da América do Norte

Vancouver também tem o melhor aeroporto da América do Norte. Pelo oitavo ano consecutivo, o Aeroporto Internacional da cidade (YVR) figura na primeira colocação do ranking de acordo com o Skytrax World Airport Awards. O prêmio é considerado referência global em excelência aeroportuária.

YVR é o primeiro e único aeroporto a receber este prêmio por oito anos consecutivos. Ele também está entre os três melhores em relação à serviço de pessoal em aeroportos da América do Norte.

Actividades para toda la familia en Vancouver

Community centre: atividades para toda a família em Vancouver

Uma das características marcantes de Vancouver é sua beleza natural. É muito fácil encontrar um parque em cada esquina e ali grupos aproveitam os dias para realizarem atividades diversas. Porém, sabemos também que chove muito na cidade, por isso até o apelido carinhoso de “RainCouver” (Rain – chuva, em inglês + Couver, fim da palavra Vancouver). Nestes dias, uma ótima pedida é ir até algum community centre (centro comunitário) e participar das atividades recreativas que acontecem por lá, que muitas vezes são oferecidas gratuitamente ou a um preço bem abaixo do mercado.

Centros comunitários são locais públicos onde os membros de uma comunidade se reunem para atividades em grupo, apoio social, informações públicas e outros propósitos. Lá, você encontra academia, quadras poliesportivas, campos de futebol, pistas de skate, piscinas aquecidas, ringue de patinação, além de aulas como de yoga, teatro, música, artesanato, dança, trabalhos voluntários e creches para a criançada.

Vale destacar que o mais importante destes locais é a possibilidade de interação com pessoas do mundo todo, principalmente se você é recém-chegado ao país e quer treinar o inglês. Em alguns centros há atividades para toda a família, com sessões de filmes e atividades direcionadas a grupos. Vale muito a pena conferir!

Apenas em Vancouver você encontra 26 centros comunitários e todas as atividades podem ser conferidas no site da cidade. Na página você consegue ainda acessar a programação por localidade e categoria, além de saber quantas vagas estão disponíveis para cada atividade.

Há também opções de centros comunitários nas cidades próximas a Vancouver. Dê uma olhadinha nos links abaixo e escolha aquele mais perto de sua casa:

Burnabyhttps://www.burnaby.ca/
North Vancouverhttps://www.nvrc.ca/
Richmondhttp://www.richmond.ca/
New Westminsterhttps://www.newwestcity.ca
Surreyhttp://www.surrey.ca/
Coquitlamhttp://www.coquitlam.ca/
Deltahttp://www.delta.ca/

Saiba onde encontrar comida brasileira em Vancouver

Não dá pra negar que a culinária brasileira é uma das melhores do mundo. E quando se decide mudar de país ou fazer um intercâmbio por um período um pouquinho maior, uma das respostas mais frequentes à pergunta “o que você sente mais falta do Brasil?” é a comida! A famosa combinação arroz e feijão ou a tradicional feijoada, que figuram em nossa mesa com frequência, podem ficar distantes dependendo do país escolhido. Mas com o passar do tempo, os brasileiros vêm fincando a bandeira tupiniquim por onde passam e com isso, encurtando a distância com o nosso querido país (ainda bem!).

Em Vancouver, há diversos lugares onde podem ser encontrados produtos brasileiros, como a tradicional coxinha, leite condensado, tapioca, guaraná, feijão e até requeijão! Sinta-se literalmente em casa e aproveite as dicas abaixo:

Restaurantes

Rio Brazilian Steak Steakhouse
Local: 1122 Denman St – Vancouver e 2729 Barnet Hwy – Coquitlam
Funcionamento: Vancouver (Almoço – segunda a sexta, 11h30 às 15h; sábado e domingo, 12h às 16h / Jantar – domingo a quinta, 17h30 às 21h30; sexta e sábado, 17h30 às 22h30).
Coquitlam (Almoço – sexta a domingo, 11h30 às 15h30 / jantar – domingo a quinta, 17h às 22h; sexta e sábado, 17h às 22h30)
O que você encontra: Tradicional rodízio de carnes com picanha, fraldinha, carneiro, frango com bacon, coração de galinha, costela de boi, além de com acompanhamentos, buffet e sobremesa.

Boteco Brasil
Local: 2545 Nanaimo St, Vancouver
Funcionamento: Segunda fechado; terça e quarta, de 16h às 22h; e quinta a domingo, de 12h às 23h.
O que você encontra: Coxinha, pão de queijo, pastel de queijo e carne, picanha, feijoada, strogonoff, bife acebolado, mandioca frita e polenta frita. O local oferece serviço delivery.

 

Geral

Maple Leaf Delicatessen
Local: 1233 Burrard St.
Funcionamento: segunda a sexta, de 8h às 18h; sábado, de 9h às 17h; e domingo, de 10h às 17h30.
O que você encontra: arroz, feijão, pé de moleque, farofa, chocolate Bis, café Pilão, guaraná Antarctica e muito mais.

Oba Oba Brasil 

Local: 3565 Kingsway
Funcionamento: segunda fechado; terça a sábado, de 10h às 19h; domingo, de 11h às 17h.
O que você encontra: chocolate Sensação, Passatempo, picanha, farofa Yoki, doce de leite, Bis, pão de queijo, entre outros produtos.

Latin Supermarket 

Local: 1680 13th Ave W
O que você encontra: café, pão de queijo, biscoito de polvilho, goiabada, paçoca, batata palha, entre outros.

Fortuna Bakery
Local: 4240 Hastings Street, Burnaby
Funcionamento: Segunda fechado; terça a quinta, sábado e domingo, de 8h às 17h; e sexta, de 8h às 18h.
O que você encontra: Goiabada, bolinho de bacalhau, linguiça paio, risoles, bomba de chocolate.

Biscoito Brasil Sales e Import

Encomendas pelo e-mail: info@biscoitobrasil.com
O que você encontra: Açaí, pão de queijo, polpa de frutas, churros.

Union Market
Local: 810 Union Street, Vancouver
Funcionamento: segunda a sexta, de 8h às 19h; sábado, de 8h às 18h; e domingo, de 8h às 17h.
O que você encontra: carne seca, toucinho, risoles de camarão, guaraná Antarctica, bolinho de bacalhau, pão de queijo congelado, bacalhau seco (igual se vende no Brasil), farinha de mandioca.

Panaderia Latina Bakery
Local: 4906 Joyce St, Vancouver
Funcionamento: segunda a sábado, de 9h às 19h; e domingo, domingo fechado.
O que você encontra: tapioca, pão de queijo de leite, leite ninho, leite condensado moça (La Letchera Nestlé em espanhol), canudinho de doce de leite, queijo branco (fresco), queijo tipo coalho. São feitos bolos por encomenda.

Beefway Meats
Local: 2519 Kingsway, Vancouver
Funcionamento: segunda a sábado, de 8h às 17h30; e domingo, de 10h às 17h.
O que você encontra: picanha brasileira (peça inteira).

Cidades canadenses estão entre as 15 melhores do mundo para estudantes

O Canadá tem três das melhores cidades do mundo para estudantes. Nenhuma novidade, não é mesmo?

Segundo o estudo anual realizado por pesquisadores da QS Quacquarelli Symonds, Montreal está no topo da lista e é a melhor cidade do mundo para estudantes. Vancouver e Toronto também estão no ranking, respectivamente em décimo lugar e décimo primeiro. Para a pesquisa foram analisados fatores como segurança, acessibilidade e nível de poluição.

Em comparação com anos anteriores, Montreal superou todos as categorias e deu um salto para o topo da tabela deste ano. A cidade foi reconhecida por sua conveniência, acessibilidade e percepção positiva dos estudantes. Não é para menos: é lá que estão situadas algumas das instituições mais bem conceituadas do Canadá, como a McGill University (atualmente classificada em 30º lugar no mundo e 1ª no Canadá) e a Université de Montréal (126ª no mundo, 5ª no Canadá).

Já a cidade de Vancouver pontuou no quesito mercado de trabalho para pessoas qualificadas. Duas universidades estão no QS World University Rankings® 2016-2017, das quais a mais alta classificada é a University of British Columbia, em 45º lugar no mundo. A outra instituição de Vancouver, a Simon Fraser University, oferece um ambiente de estudo particularmente exclusivo, graças à localização do seu campus principal, que fica no meio da Área de Conservação da Montanha Burnaby, nos arredores da cidade.

Toronto, apesar de aparecer na décima primeira posição, sem dúvida continua a ser uma forte candidata em relação à qualidade de vida para estudantes. A cidade aparece como a melhor do mundo no quesito “Desirability’, que baseia-se no contexto relacionado à poluição, segurança e corrupção. Na pesquisa, a palavra mais usada para resumir Toronto foi “diversidade” – em referência tanto à enorme variedade de atividades que a cidade oferece, quanto à qualidade diversa e inclusiva de sua comunidade.

E você? Concorda com a pesquisa? Qual a sua cidade favorita?

Veja as 25 melhores cidades para estudantes em todo o mundo:

1. Montreal
2. Paris
3. London
4. Seoul
5. Melbourne
6. Berlin
7. Tokyo
8. Boston
9. Munich
10. Vancouver
11. Hong Kong and Toronto
13. Sydney
14. Singapore
15. Zurich
16. Vienna
17. Kyoto-Osaka-Kobe
18. Edinburgh
19. New York
20. Brisbane
21. Taipei
22. Canberra
23. Barcelona
24. Manchester
25. Shanghai

Dicas para se dar bem em homestay

As opções de hospedagem no Canadá são bem variadas, porém a escolha mais famosa dos estudantes é a Homestay, ou seja, morar em casa de família. Além da segurança, este tipo de acomodação possibilita que o intercambista pratique o inglês com a família e conheça mais sobre a cultura local. Também é uma ótima opção para quem quer economizar, já que inclui alimentação, um dos custos mais altos no país.

Com essa combinação de fatores positivos, reunimos algumas dicas valiosas para que esta experiência seja a mais proveitosa possível:

1) Leve um presentinho para sua família – é de bom tom levar alguma lembrança de seu país, o que vai criar uma ótima impressão já na sua chegada. Aposte em opções de baixo custo como imãs de geladeira, doces caseiros, chaveiros, havaianas ou algo que você entenda que a família vai apreciar, se você conhecer um pouco mais sobre as pessoas que irão te acolher.

2) Pratique o bom senso e respeite as regras da casa – Todas as famílias que estão nos programas de Homestay são residentes canadenses, porém muitas delas são provenientes de outros países e somam diversas culturas. Neste caso, é muito importante entender como é a rotina dos integrantes, como horários de refeições e os dias para colocar a roupa na lavanderia, e respeitá-la. Tenha a mente aberta e converse sempre que tiver alguma dúvida. O diálogo sempre será a melhor opção. Vale lembrar que muitas famílias não permitem que os estudantes levem convidados, mas caso você deseje levar, não deixe de pedir autorização antes. Mantenha o quarto sempre organizado e evite aqueles banhos demorados ou com desperdício de água.

3) Respeite as diferenças culturais – o Canadá é um país multicultural e não será diferente em sua casa de família. Portanto, ao se deparar com alguma comida ou hábito diferente, não se expresse de forma negativa. Experimente novos sabores culinários e tente se relacionar o mais próximo possível da cultura da família, isso vai te ajudar a expandir seus conhecimentos. Vale lembrar que é de costume as famílias que recebem intercambista perguntarem no primeiro dia se o aluno tem algum tipo de restrição alimentar. Portanto, mantenha o diálogo sempre!

4) Participe de atividades com sua família – Não deixe essa oportunidade passar, faça o maior número de atividades possível com sua família. Desde refeições diárias a passeios aos fins de semana, tudo vale a pena! Ter bom senso é imprescindível, então espere ser convidado para não ser inconveniente. Você poderá também encontrar outros estudantes de diferentes nacionalidades em sua casa, portanto faça amizade e conheça mais sobre cada cultura. Quanto mais você interagir com as pessoas, melhor será sua experiência, acredite!

5) Conheça os arredores da sua homestay – Geralmente, as casas de família não ficam no centro da cidade. E por estarem mais distantes do burburinho comercial, você poderá encontrar surpresas muito agradáveis como parques e outras belezas naturais. Sua família pode ser um bom norte para que você conheça estes lugares, então peça dicas e converse com eles.

Se eu não gostar da homestay, posso trocar?

Caso você tenha algum problema com a Homestay, você poderá sim solicitar a troca. Vale lembrar que você terá de explicar na agência quais são os motivos, além de avisar com algum prazo de antecedência.

Veja mais dicas sobre homestay neste texto.