Como agir após uma entrevista de emprego no Canadá

Nós já abordamos anteriormente aqui no blog da 3RA dicas para você se dar bem nas entrevistas de emprego no Canadá. No entanto, ainda não tínhamos elaborado um texto sobre o que você precisa fazer após esta etapa. Diferente do Brasil, em terras canadenses os processos seletivos podem ser um pouco mais longos e os recrutadores costumam valorizar quem “corre atrás” da oportunidade. Portanto, mesmo se você sentir que se saiu super bem, nada de ficar de braços cruzados após a entrevista!

Clique aqui e veja dicas para se dar bem em entrevistas

Saiba quais são as 10 perguntas mais comuns nas entrevistas de emprego no Canadá

A primeira coisa que você precisa fazer depois de ser entrevistado é enviar a famosa “Thank you letter”, ou seja, uma carta de agradecimento. Você pode entregar esta carta em mãos na empresa ou enviar um e-mail – o que é o mais comum nos dias de hoje. O ideal é esperar algumas horas e enviar ainda no mesmo dia.

Nesta carta, você vai agradecer o entrevistador pelo tempo dedicado a você e também demonstrar novamente o seu interesse na vaga disponível. Além disso, você pode aproveitar a oportunidade para acrescentar algo que você tenha esquecido de falar na entrevista.

Em seguida, é só esperar a data marcada para a resposta. Porém, em muitos casos,  você pode ficar sem um feedback dentro do período esperado. Se isso acontecer, não hesite em contatar a empresa novamente. Como já dito anteriormente, aqui no Canadá eles gostam de candidatos pró-ativos e que demonstrem que estão realmente interessados na oportunidade.

Quando você realizar o contato, espere para provavelmente ouvir uma das seguintes respostas: “Já contratamos alguém” ou “ainda estamos realizando o processo seletivo”. No primeiro caso, agradeça e se coloque a disposição para novas oportunidades. Já no segundo caso, se ofereça para uma nova entrevista caso eles julguem necessário. Não esqueça também de perguntar se eles têm uma previsão de resposta. Seja sempre muito educado e tenha cuidado para não parecer impaciente. Ao entrar em contato com a empresa nesta situação, você precisa demonstrar interesse na vaga e não dar a entender que você está pressionando o entrevistador de alguma forma.

Gostou das dicas? Então fique atento ao nosso blog. Aqui você encontra muito mais informação sobre o assunto.

Onde procurar emprego23

Onde procurar emprego no Canadá?

Se você acabou de chegar ao Canadá, com certeza está um pouco perdido e não sabe onde procurar a primeira oportunidade de emprego. Por isso, nós pensamos em facilitar a sua vida e listar dez formas de buscar pelas oportunidades no país. Veja abaixo:

1)Go2HR

O Go2HR é um site de Vancouver, mas que reúne oportunidades nas áreas de turismo e hospitality de toda British Columbia. Lá você poderá encontrar empregos de verão, oportunidades em hotéis, restaurantes, etc. O sistema de busca do site é bem simples e você pode selecionar a região onde quer trabalhar para facilitar a procura.

Endereço: https://www.go2hr.ca/

2) WorkBC

O Work BC é uma iniciativa do governo de British Columbia que tem como objetivo ajudar aos moradores da província em todas as questões referentes ao mercado de trabalho local. No geral, o órgão auxilia na busca por emprego e também em planos de carreira. O site conta com um banco de dados bem abrangente e inúmeras opções de vagas disponíveis.

Endereço: https://www.workbc.ca/Jobs-Careers/Find-Jobs/Jobs.aspx

3) Indeed

O Indeed, que já é famoso no Brasil, também é no Canadá. O funcionamento do site é muito simples: basta acessá-lo e já na página inicial você vai encontrar o sistema de busca. Você poderá procurar as oportunidades selecionando o local onde reside, posição desejada ou empresa. No próprio site, você deverá cadastrar seu currículo para a vaga escolhida e ele será encaminhado automaticamente para o empregador que está recrutando novos funcionários.

Endereço: http://www.indeed.ca/

4) Job Bank

O site Job Bank é a principal fonte de busca de emprego no Canadá. O site é coordenado pelo governo canadense e oferece aos usuários informações sobre as oportunidades em aberto, os pré-requisitos exigidos para a vaga, salários etc.

Endereço: http://www.jobbank.gc.ca/
5) Jobserve.com

O site Jobserve.com apresenta oportunidades não apenas de todo Canadá, como também dos Estados Unidos, Austrália e Reino Unido. O sistema de busca é bem completo, e você pode selecionar a média salarial anual, o valor recebido por hora, a área que deseja procurar emprego, entre outras características.

Endereço: http://www.jobserve.com/

6) BCJobs.ca

O BC Jobs reúne as oportunidades de emprego em British Columbia e faz parte de uma rede de sites. Cada província conta com o seu. Se você está em outra parte do Canadá, pode ter acesso ao site da sua região clicando aqui.

Endereço: https://www.bcjobs.ca/

7) Craigslist

Esse com certeza é o mais famoso entre os brasileiros. Cada cidade/regiao tem o seu próprio site com informações específicas daquela localidade. É um ótimo lugar para buscar oportunidades. Veja os sites de algumas localidades: Calgary, Edmonton, Halifax, Montréal, Ottawa, Québec, Saskatoon, Toronto, Vancouver, Victoria, Winnipeg

8) Monster.ca

O Monster.ca reúne as oportunidades disponíveis em praticamente todo o território canadense em um único lugar. Para facilitar a sua vida, você pode selecionar a cidade desejada e buscar o emprego dos sonhos por lá. Há vagas em Barrie, Brampton, Calgary, Edmonton, Fort McMurray, Halifax, Hamilton, Kamloops, Kelowna, London, Mississauga, Montreal, Nanaimo, Ottawa, Red Deer, Toronto, Vancouver, Victoria e Winnipeg.

Endereço: http://www.monster.ca/

9) Eluta.ca

O Eluta.ca é pouco conhecido entre os brasileiros, mas é um dos sites de emprego mais visitados do Canadá, com seis milhões de visitas por ano. A página procurar para você as oportunidades direto do site do empregador. É como se fosse um “Google” dos empregos.

Endereço: http://www.eluta.ca/

10) Wow Jobs

No site Wow Jobs, você vai poder encontrar mais de 250.000 postos de trabalho em todo Canadá. O sistema de busca é simples, e ele lhe mostrará um resumo da vaga. Em seguida, caso se interesse, ele apresentará o site original da vaga para que você possa concorrer ao emprego.

Endereço: http://www.wowjobs.ca/

 

Entrevista de emprego no Canadá: Saiba como lidar com as “Illegal Questions”

Todo mundo sabe que o Canadá é famoso por ser um país que respeita as diferenças e é contra qualquer tipo de preconceito. E essa característica reflete-se também no mercado de trabalho. Você sabia, por exemplo, que existem algumas perguntas que não podem ser feitas durante uma entrevista de emprego? Isso mesmo! Aqui certos questionamentos são considerados ilegais e, por isso, nós decidimos fazer esse texto para que você saiba os seus direitos e também esteja preparado caso se depare com alguma situação do tipo.  

No geral, são consideradas ilegais as questões relacionadas a raça, lugar de origem, etnia, posição política, religião, orientação sexual, idade, status de relacionamento, deficiência, peso, altura, situação financeira, entre outras. Caso o empregador faça alguma pergunta inapropriada ou ilegal, cabe a você escolher como respondê-la.

De acordo com a especialista canadense, Brenda Crump, a saída mais comum é “devolver” a pergunta. Ou seja, responder com outro questionamento. Por exemplo:

  • “Could you tell me how my (age, marital status, place of birth, religion, etc.) might have any bearing on the job I am applying for?”
  • “That’s a very interesting question. I’d be happy to answer it if you could tell me the reason for asking it”.

Após ouvir a resposta do empregador, você poderá analisar e ver se a pergunta faz sentido e se de fato a resposta é importante para a vaga desejada. Se escolher respondê-la, você pode relacionar sua resposta com o trabalho, mostrando como você será capaz de executar as tarefas exigidas.

Veja abaixo alguns exemplos enviados pela especialista canadense Brenda Crump:

1)How old are you?

Neste caso, você pode mencionar seu conhecimento, maturidade, estabilidade, contatos… Caso você seja uma pessoa mais experiente, pode ser que o empregador acredite que você está esperando um salário muito alto ou que seja muito qualificado para a vaga em aberto. No entanto, você pode afirmar que neste ponto de sua carreira a satisfação no trabalho vale mais do que o salário (claro, se para você isso for verdade).

Caso você ainda seja muito novo, destaque sua flexibilidade, energia, vontade de aprender entre outros. Forneça também referências de antigos empregos e trabalhos voluntários.

2) Are you married?

– Se você é casado (a) e tem filhos, você pode explicar ao empregador que tem um lugar confiável para deixar as crianças e também pessoas que possam lhe auxiliar em caso de emergência. Além disso, você também pode falar que não fará ligações pessoais durante o horário de trabalho e destacar sua pontualidade e outras características.

-Se você é casado e não tem filhos, você pode apresentar ao empregador que você e seu companheiro (a) estão em busca de uma vida estável.

-Se você não é casado, você pode mostrar sua disponibilidade e, caso deseje, sua vontade de fazer hora extra e disponibilidade para viagens.

3) How long have you been in Canada? Where are you from?

Neste caso, se você está a pouco tempo no país, pode mostrar ao empregador que conhece o mercado canadense, sabe quais são as tendências e as necessidades da empresa. Caso você já esteja no país por um período maior, mencione sua experiência canadense e treinamentos. Sempre fale a respeito de seus cursos de atualização, sua atual ocupação e conhecimento de mercado. Não deixe de mencionar sua habilidade de aprender rápido e os desafios que você já venceu na carreira.

Clique aqui e saiba como trabalhar no Canadá

Workshop “Currículos e Entrevistas no Canadá” é sucesso entre os participantes

Na última quinta-feira (28), os clientes da 3RA Intercâmbio saíram da sede da empresa prontos para conseguir um emprego no Canadá. O motivo foi o workshop “Currículos e Entrevistas” oferecido pela agência em Vancouver. O evento, que foi ministrado pela consultora canadense Brenda Crump, discutiu os modelos de currículos do país, cartas de apresentação e comportamento durante entrevistas de emprego.

Para o empresário Maurício Rezende, que está em Vancouver há apenas um mês, o evento foi muito proveitoso. “Foi muito explicativo e mostrou o caminho certo para aplicar um currículo aqui no Canadá, já que o formato é bem diferente do que temos no Brasil. Foi bem interessante e é algo que precisa continuar, pois vai ajudar muitas pessoas. Aqui é um outro mundo, um país completamente diferente e precisamos de mais eventos desses”, comentou.

A opinião de Maurício é similar a de Nádia Fernandes, que pretende iniciar um College em setembro, também em Vancouver, com a ajuda da 3RA Intercâmbio. Ela destacou ainda que o workshop é o único voltado para os estudantes internacionais. “É o primeiro evento que vejo voltado para este público, já que a maioria das iniciativas do tipo são para residentes permanentes ou cidadãos. Este tipo de evento é muito importante para nós que acabamos de chegar aqui e não temos noção de como fazer um currículo e de como é trabalhar em uma empresa canadense. Então é muito bom ter a opinião de uma canadense, que trabalha realmente com isso, e que vai nos guiar e tirar um pouco desse medo que nós temos de vir morar em um novo lugar e enfrentar tantos desafios”, disse.

Para a cliente Daniela Aoyoma, que chegou a Vancouver há cinco meses, o workshop tornou as coisas muito mais fáceis. “A Brenda Crumo explicou muito bem como nós podemos fazer essa transição da nossa profissão do Brasil para o Canadá. É um ambiente muito diferente e, sem dúvidas, o evento me ajudou a tornar tudo muito mais fácil”, concluiu.

O próximo workshop da 3RA Intercâmbio está agendado para sexta-feira, dia 27 de Maio, na sede da empresa em Vancouver. O tema da vez será “Como encontrar o seu primeiro emprego no Canadá”. Para participar, é só clicar aqui, se inscrever e aguardar o e-mail de confirmação. As vagas são limitadas e clientes 3RA tem preferência na lista de convidados.

Como o estudo pode lhe ajudar a garantir uma boa posição dentro do mercado canadense?

O que as empresas canadenses esperam de você? – Brenda Crump, consultora de carreira no Canadá

Currículo e cover letter para procurar emprego no Canadá

O mundo mudou. A tecnologia conecta pessoas mais do que nunca, mas para conseguir uma entrevista de emprego o melhor caminho ainda é investir no bom e velho currículo. Esse sim, precisou acompanhar as mudanças do mercado e, principalmente, chamar atenção do selecionador em no máximo 10 segundos.

Isso mesmo! 10 segundos é o tempo que você tem para convencer a empresa que é o melhor candidato para a vaga através do seu currículo.  Quem revela esse segredo do mundo das contratações é a especialista em consultoria de emprego e programas de treinamento para o mercado de trabalho, Brenda Crump. E tem mais, a primeira coisa que o responsável pela contratação vai olhar no currículo é se você tem as habilidades procuradas para a vaga, se essa informação não estiver muito clara, e exposta no documento no local estratégico, em alguns segundos seu currículo será deixado de lado e sua chance também.

Outro ponto que precisa ganhar destaque no seu resumo profissional é a vaga que você está interessado. Nos cruciais 10 segundos, essa informação também precisa ser facilmente localizada pelo empregado. Só depois de checar qual vaga a pessoa está interessada e se ela possui as habilidades desejadas, é que o empregador vai dedicar mais tempo para olhar os outros detalhes do seu resumo profissional.

Importância do currículo no Canadá

Apesar do crescimento de outras ferramentas de contratação como o LinkedIn (rede social focada em negócios, carreira e emprego), Crump conta que, no Canadá, um bom currículo ainda pesa muito para que qualquer pessoa consiga uma chance para ser entrevistado e assim mostrar pessoalmente para a empresa suas qualidade. “O resume é um documento muito importante para aqueles que estão a procura de emprego no Canadá”, explica.

Outra dica que a especialista dá é sobre o modelo do currículo. Segundo Crump, oportunidades diferentes de trabalho vão mudar também o estilo do documento. No Canadá são usados principalmente três tipos, sendo dois deles muito populares. Ela explica que “se você, recém-chegado no Canadá, quiser  impressionar o empregador, é muito importante escolher o estilo certo de currículo, especialmente se você tem um alto nível de educação e está disposto a entrar no mercado de trabalho mesmo que atendendo a cargos iniciais de carreira”.

Sobre a Cover Letter

Perguntamos para a especialista qual outro ponto que atrapalha os candidatos quando estão buscando por emprego. Para os brasileiros um ponto que deixa a desejar é a Cover Letter, já que esse tipo de documento não é usado no Brasil. Crump explica que a carta realmente é importante para os empregadores canadenses, e que precisa ser escrita pensando exclusivamente na vaga que o candidato está aplicando. Além da própria apresentação, o documento deve incluir informações sobre a empresa, a vaga desejada e como o candidato se vê na posição e como poderia ajudar a empresa em seus objetivos. O fato é que para escrever esses pontos, o candidato precisa de conhecimento, pesquisa, dedicação. As empresas gostam de ver isso. 

Mão na massa

Procurar emprego é uma tarefa que muda de um país para outro, e não conhecer os aspectos diferentes desse processo pode tirar bons candidatos da competição. Por isso, pensando em ajudar seus clientes a se destacarem na busca por oportunidades de emprego no Canadá, a 3RA Intercâmbio promove mensalmente workshops presenciais explicando justamente como deixar seu currículo do Brasil com cara de canadense, como escrever sua cover letter e claro, como se portar na hora da entrevista. Tudo isso para aumentar as chances de você, que já está no Canadá, conseguir um emprego.

Fique de olho na nossa fanpage para saber mais sobre os workshops e outros eventos feitos especialmente para você!

O que saber antes de procurar emprego no Canadá

Procurar emprego é um processo que muda de um país para o outro. Além do idioma você precisa conhecer outros aspectos, como o mercado de trabalho e os fatores culturais de cada país. Quem garante isso é a especialista em consultoria de emprego e programas de treinamento para o mercado de trabalho canadense, Brenda Crump. Segundo Crump, conhecer a economia, cultura e as tradições do país onde se deseja trabalhar é também conhecer melhor os empregadores e o que eles esperam dos estudantes internacionais.

Atuante no mercado canadense há 20 anos, a especialista explica que aspectos pouco notados pelos brasileiros, como a formatação do currículo, a ordem das informações, o jeito de se vestir e como se comportar durante uma entrevista, são detalhes que podem tirar a vaga de um candidato qualificado. Experiências anteriores e bom nível de inglês são importantes, mas é preciso também sincronizar suas qualidades com as expectativas do mercado.

Segundo Brenda Crump, “o mercado canadense é altamente competitivo, e saber o que esse mercado espera de você vai te ajudar a se destacar como um recém-chegado no Canadá”. Ela ainda afirma que, para os candidatos que seguem essas dicas, as oportunidades de trabalho aparecem mais rápido.

Outro fator de extrema importância é conhecer quais segmentos e indústrias estão em crescimento no país. Essas informações vão te ajudar a mapear quais áreas são mais prósperas para se procurar emprego. Depois disso, é hora do candidato focar nas competências. Cada profissão, área de trabalho ou cargo exige habilidades específicas e, por isso, é necessário conhecê-las e destacá-las em sua apresentação, mostrando ao empregador aquilo que ele quer ver.

Se preparando para ganhar o mercado canadense

A questão é que conhecer os aspectos da cultura corporativa do país, saber para onde o mercado está crescendo, e também as habilidades esperadas para cada área de trabalho, não é algo tão simples, ainda mais para quem está há pouco tempo no Canadá. Pensando em ajudar os brasileiros nessa tarefa, a 3RA oferece uma série de workshops com a especialista Brenda Crump, explicando com mais profundidade os aspectos que vão te abrir portas para conseguir um emprego por aqui.

A estudante Jéssica Cruz e seu marido, Alex Kuo, participaram de dois workshops oferecidos pela 3RA. Jéssica conseguiu até que a consultora olhasse seu currículo e sugerisse algumas alterações, que segundo ela, foram fundamentais. Após os workshops, Jéssica e Alex seguiram as dicas e colheram os frutos, os dois não só conseguiram emprego como escolheram onde queriam trabalhar.

“Antes das minhas entrevistas eu li todo o material que a Brenda nos entregou no workshop, estudei bastante as perguntas que poderiam fazer na entrevista, preparei a minha Cover Letter (o que no Brasil a gente não precisa, porém aqui é super importante), e comecei a entregar os meus currículos. Foi impressionante o resultado! Recebi muitas ligações e pude até escolher onde eu queria trabalhar! Com o Alex foi a mesma coisa. Na minha entrevista a gerente elogiou o meu currículo e disse que eu era super qualificada”, contou Jéssica.

Se você tem interesse em participar de um de nossos workshops, fique atento às nossas redes sociais. Os eventos são oferecidos gratuitamente para clientes 3RA uma vez por mês.

 

 

Como abrir as portas para seu futuro profissional no Canadá

Você quer trabalhar no Canadá e ouviu dizer que fazer um curso superior por aqui é uma boa forma de começar sua vida profissional?

Você ouviu certo.  

O Canadá é um país de oportunidades que está de portas abertas para aqueles que desejam trabalhar e construir a vida por aqui. Mas a verdade é que o país quer profissionais bem preparados para assumir suas posições de trabalho. Por isso, na hora da entrevista, o empregador valoriza muito o currículo dos profissionais que possuem alguma formação em instituições de ensino superior canadense. Esta é uma forma da empresa garantir a qualidade da formação daquele candidato.

Além disso, seu estudo vai lhe ajudar a construir seu networking no Canadá. Assim como no Brasil, ter uma rede de contatos também conta muito por aqui. Alguém lhe indicar para uma vaga já é um ponto a mais que você ganha no processo seletivo. E durante o curso você vai se conectar com várias pessoas que estão na mesma área, seja professores ou alunos que já estão trabalhando em empresas que podem te contratar no futuro. 

Outro ponto também positivo em estudar no Canadá é a possibilidade de trabalhar enquanto se cursa programas full-time e de nível superior. Isso permite que o aluno internacional procure emprego assim que começar as suas aulas, aumentando as chances e oportunidades de começar sua carreira. Depois que o curso finalizar, o mesmo aluno ainda ganha mais tempo para trabalhar, ou seja, durante e depois do curso você terá oportunidades de conseguir um bom emprego.

Entenda um pouco mais mais essas permissões de trabalho durante e depois do curso:

Durante o curso

Os cursos vocacionais (técnicos) e universitários (college, graduação, pós-graduação, mestrado) permitem que os seus alunos trabalhem no Canadá até 20 horas por semana enquanto estiverem estudando, desde que o programa siga às regras estabelecidas pela imigração canadense. 

Para estes cursos, a permissão de trabalho começa a valer desde o primeiro dia de aula. Os alunos universitários também podem trabalhar 40 horas semanas durante suas férias (caso o curso escolhido tenha férias).  

É importante lembrar que as permissões de trabalho só valem para quem está matriculado em escolas aprovadas pelo governo canadense. Por isso, o seu consultor de intercâmbio 3RA é tão importante. Ele vai saber lhe indicar as instituições corretas de acordo com o seu objetivo. Vale lembrar ainda que cursos de idiomas não garantem permissão de trabalho no Canadá – a regra mudou em 2014.

Após o fim do curso

Os alunos dos programas vocacionais vão poder trabalhar full-time após o término das aulas. O período do visto de trabalho vai depender do tempo de estudo. O aluno nunca poderá trabalhar mais do que o número de horas estudadas. Os cursos vocacionais são programas voltados para experiência de trabalho. Por isso, o seu trabalho deve fazer parte do seu programa de estudo, contando com o suporte da escola para lhe indicar empresas nas quais você poderá trabalhar.

Já os estudantes que optarem pelos cursos universitários podem pedir o Post-Graduation Work Permit (PGWP) quando o programa acabar, desde que o mesmo tenha duração mínima de 8 meses. Normalmente a permissão de trabalho será concedida pelo mesmo tempo de estudo, com limite máximo de até 3 anos. Por exemplo, se você estudar uma graduação de 4 anos, seu PGWP será de 3 anos. Porém, a boa notícia é que para os alunos que estudam 2 anos o governo pode dar até 3 anos de PGWP.

Estudar em programas que oferecem o PGWP é a opção favorita dos estudantes brasileiros que estão de olho em imigrar para o Canadá. Vale ressaltar que nem todas as faculdades e cursos privados podem garantir a concessão deste visto, por isso, mais uma vez é seu consultor de intercâmbio que lhe ajudará nessa escolha antes de você se matricular. Confira a lista de colleges que dão direito ao PGWP. 

O Post-Graduation Work Permit pode ser solicitado após a conclusão do curso de graduação, com você ainda em território canadense – ou seja, você não precisará voltar para o Brasil para aplicar para o novo visto.

A melhor opção segundo seus objetivos

Se a sua intenção é trabalhar com fins de  imigrar para o Canadá, opte por um curso que garanta o PGWP após a sua conclusão. Assim, você une o útil ao agradável.