Posts

Canadá en verano

As vantagens de conhecer o Canadá no verão

Uma das estações mais apreciadas pelos turistas no Canadá, o verão (entre junho e setembro) chama a atenção também pelas temperaturas mais amenas e os dias mais longos, com sol raiando de 4 da manhã até às 10 da noite. Nesta época, as cidades literalmente mudam. As pessoas ficam mais alegres e costumam realizar atividades ao ar livre, o que é mais difícil no inverno, quando as temperaturas podem atingir 30 graus negativos. Bares e restaurantes fecham mais tarde, garantindo a diversão dos que passam por aqui durante todo o dia!

É uma das épocas que os turistas podem economizar bastante nas compras também. Em agosto, geralmente as lojas fazem diversas promoções de fim de estação, o que possibilita comprar vestuário de verão a preços bem atraentes. As coleções para o inverno também começam a surgir.

As maiores cidades como Vancouver, Toronto e Montreal contam com diversos festivais e atividades culturais. No dia 1° de julho, por exemplo, é comemorado o Canada Day, quando são realizados diversos eventos gratuitos durante o dia inteiro, com desfiles e shows ao ar livre. É a maior comemoração dos canadenses, e por onde você passar vai perceber que todos estão no mesmo clima de festa e descontração.

Em Toronto, vale conhecer o Distillery District, uma vila de pedestres antiga e repleta de arte em forma de bares, restaurantes, teatros e cafés. Muitos eventos só acontecem durante o verão, por isso vale muito a pena colocar este destino em sua agenda. Um dos episódios de Masterchef Canada foi gravado no local, além de vários filmes de Hollywood. Sem dúvida, um lugar muito charmoso que você vai adorar.

Uma ótima pedida é conhecer as belezas naturais. Por ser uma cidade litorânea, Vancouver oferece um dos climas mais amenos do Canadá e é lá também que há uma imensidade de parques. Um dos exemplos é o belíssimo Stanley Park, que conta com mais de quatro quilômetros de área verde, espaços para andar de bicicleta, acampar e fazer aquele churrasquinho que tanto amamos. Uma outra opção é o Queen Elizabeth Park, que encanta pela formosura de sua área. Com pouco mais de um quilômetro de extensão, o parque oferece vistas maravilhosas e diversas atrações turísticas.

Bem pertinho do centro da cidade de Vancouver, Deep Cove está localizado num vale de montanhas rodeado pelo mar. Apesar de ser um braço oceânico, suas águas calmas fazem com que Deep Cove mais pareça um lago e, por conta disso, o local é conhecido pelos passeios de caiaque e stand up paddle board, aquele tipo de prancha que você rema de pé. Bem na parte comercial existe uma loja, onde é possível alugar os equipamentos para a prática desses esportes aquáticos. Não perca a oportunidade também de fazer a trilha, que tem fácil acesso e dura aproximadamente uma hora para subir e 45 minutos para descer. Você não vai se arrepender, a beleza lá de cima é de cair o queixo. E no fim do passeio, você pode dar aquele mergulho para se refrescar no lago.

Falando em lago, não deixe de visitar a área de recreação do Lago Buntzen, localizada ao norte do vilarejo de Anmore e a 45 minutos de carro do leste de Vancouver. É um paraíso para você e sua família se refrescarem e fugirem um pouco do calor do verão. O local conta ainda com espaço para recreação de adultos e crianças, trilhas para os mais aventureiros, e uma área exclusiva que você pode deixar seu cachorro brincando solto.

Sabia que os canadenses adoram praia também? Por isso quando chega o verão, este é um dos destinos preferidos, além das piscinas naturais. Confira aqui uma matéria exclusiva que fizemos sobre este tema.

Aproveite o verão e as atrações que o Canadá oferece. Bom passeio!

Conheça os principais outlets em Vancouver

Um das coisas que mais chamam a atenção dos brasileiros que visitam o Canadá é a possibilidade de realizar compras com preços bastante atrativos nos chamados outlets, aqueles centros comerciais onde as mercadorias são oferecidas a preços inferiores ao mercado. Dependendo da época, como é o caso de junho e julho ou dezembro e janeiro, estes locais oferecem liquidações excelentes e os descontos podem chegar até 70% em cima do valor.

Então, vamos às compras? Listamos abaixo os principais outlets de Vancouver para você não perder tempo. Aproveite!

Outlet Queensborough Landing
Endereço: 805, Boyd Street – New Westminster
Funcionamento: Segunda e terça de 10h às 19h; quarta a sexta de 10h às 21h; sábado e domingo de 11h às 18h.

Este é o maior outlet de Vancouver e um dos queridinhos por quem passa pela cidade. Ele fica localizado em New Westminster e você vai encontrar mais de 60 lojas entre as marcas Aldo, Guess, Calvin Klein, Tommy Hilfger, Armani Exchange, entre outras. Para chegar até o local, basta ir de Skytrain até 22nd station e depois pegar o ônibus 340 e atravessar uma pequena ponte.

McARTHURGLEN
Endereço: 1000-7899 da Templeton Station Rd – Richmond
Funcionamento: Segunda a sábado de 10h às 21h; domingo, de 10h às 19h.

Com fácil acesso pelo skytrain, este outlet fica próximo ao aeroporto de Vancouver e impressiona por sua estrutura inspirada na arquitetura europeia, além das lojas ao ar livre que dão um tom mais pitoresco ao local. Este outlet é bem procurado pelos que visitam Vancouver, pois lá você vai encontrar produtos de marcas famosas com até 70% de desconto, o que é ótimo, não é? E se você tem criança, não se preocupe. O local oferece um ambiente exclusivo coberto para receber os pequeninos.

Entre as marcas oferecidas neste outlet estão: Hugo Boss, Coach, Puma, Levi’s, J. Crew Factory, Polo Ralph Lauren Factory, e muito mais.

Helly Hansen Outlet Vancouver
Endereço: 12033 Riverside Way – Richmond
Funcionamento: Segunda e terça, de 10h às 19h; de quarta a sexta, de 10h às 20h; sábado, de 10h às 19h; e domingo, de 11h às 18h.

Para quem está em busca de roupas de inverno, este é o lugar certo! Neste outlet você vai encontrar peças de coleções passadas com desconto que podem chegar até 50%. Aproveite para fazer um passeio por lá, pois o local fica bem próximo de Downtown.

West Coast Sports Discount Outlet
Endereço: 1675 West 4th Avenue – Vancouver
Funcionamento: Segunda a sábado, de 10h às 18h; domingo de 11h às 17h

Este outlet é para os amantes de esportes de inverno. Além de vender marcas como Wilson, IcelAntic, Blizzard, Nitro, CWB e Proline, a loja faz reparos de equipamentos de snowboard e ski. Se você deseja apenas alugar algum equipamento para uma viagem rápida, lá você também encontrará este serviço.

Morgan Crossing
Endereço: 101-15765, da Croydon Drive – Surrey
Funcionamento: De segunda a quarta, de 10h às 18h; quinta e sexta, de 10h às 21h; e domingo e feriados, de 11h às 18h.

Este complexo multimarcas localizado em Surrey reúne uma seleção de mais de 60 lojas nos segmentos de moda, beleza decoração e esporte, além de variadas opções de restaurantes e cafés. Entre as marcas que você vai encontrar por lá estão Winners, Gap, Banana Republic, Lululemon, Calvin Klein, Jordans Rugs Unlimited (decoração), Steve Nash Sports Club, entre outras.

Tsawwassen Mills
Endereço: 5000 Canoe Pass Way – Delta
Funcionamento: De segunda a sábado de 10h às 21h; e domingo e feriados, de 10h às 19h

Localizado em Delta, este outlet é um dos maiores do Canadá. Por lá, o visitante vai encontrar uma diversidade de marcas como Adidas, Aldo, Calvin Klein, Forever 21, H&M, Levi´s, Victoria’s Secret, Michael Kors, Nike, e muito mais.

5 motivos para conhecer o Canadá em 2017

O ano de 2016 está chegando ao fim e já está na hora de começar a preparar a famosa lista de desejos para 2017.

Pensando em lhe ajudar nesta missão, nós resolvemos listar cinco motivos para que você coloque “Conhecer o Canadá” entre os seus objetivos para o novo ano.

Veja abaixo:

1) Isenção de visto de turista para brasileiros

Como já falamos aqui no blog, a partir do dia 1º de Maio de 2017 alguns cidadãos brasileiros não precisarão de visto de turista para o Canadá, podendo solicitar apenas o eTA (Electronic Travel Authorization). A regra será válida para quem possuir um visto americano válido ou para quem já teve algum visto canadense nos últimos dez anos. Clique aqui para saber mais sobre o assunto.

2) Canadá: Primeiro lugar no ranking dos melhores países para viajar em 2017

Em outubro deste ano, a Lonely Planet escolheu o Canadá como o melhor país para viajar em 2017. No site você pode se cadastrar para receber um guia completo sobre o país, com indicações de locais para visitar. Vale a pena conferir!

3) Aniversário do Canadá

O Canadá foi criado oficialmente em 1867, logo, neste ano de 2017 o país completa 150 anos! Será um ano inteirinho de festa! As comemorações já começam esta semana, no último dia do ano, em 19 cidades diferentes: St. John’s ; Halifax ; Charlottetown ; Moncton ; Fredericton ; Québec; Montréal; Ottawa; Toronto; Iqaluit; Winnipeg; Regina; Saskatoon; Yellowknife; Edmonton; Calgary; Whitehorse; Vancouver e Victoria.

Em Vancouver, a festa acontece ao redor do Canada Place, com diversas apresentações culturais e música ao vivo. Estão previstos também dois shows de fogos de artifício: o primeiro às 9pm e o segundo às 00h. Clique aqui para mais informações.

Já em Toronto a festa será na Nathan Phillips Square. O evento contará com atividades para toda a família, além de DJs e shows diversos. Também estão previstos um show pirotécnico e uma contagem regressiva especial. Clique aqui para mais informações.

Os demais eventos comemorativos serão postados no site oficial do governo, desenvolvido especialmente para a data. Clique aqui para ter acesso ao site.

4) Entrada gratuita nos parque nacionais

Ainda para comemorar o aniversário de 150 anos do país, o governo liberou entrada gratuita em todos os parques nacionais no ano de 2017. Você só precisa garantir seu passe gratuito no site. Clique aqui para ver a lista dos parques nacionais do Canadá.

5) Todos os motivos óbvios que você já está cansado de saber

Além dos motivos citados acima, nós poderíamos ficar horas aqui listando pelo menos mais umas 50 razões óbvias para você visitar o Canadá no ano que vem como as belezas naturais do país, a qualidade de vida, a cortesia com que os canadenses recebem os visitantes estrangeiros, a segurança etc. Vale a pena separar um pedacinho do ano para conhecer este país que é considerado um dos melhores do mundo para se viver!

5 lugares para ver as luzes de Natal em Vancouver

Vancouver já está totalmente no clima de Natal. As baixas temperaturas e a neve – que resolveu dar as caras este ano – colaboram ainda mais para este ar natalino que a gente adora! E se você está passando o Natal pela primeira vez na cidade, não pode deixar de ver as luzes que deixam nossa Vancouver mais linda do que nunca. Confira abaixo:

1)St. Paul’s Hospital Lights of Hope

As luzes do hospital St. Paul são tradicionais em Vancouver.

São mais de 100 mil luzes (isso mesmo!) que montam um lindo painel de mais de dez quilômetros.

O Hospital fica na Burrard Street, número 1081, em Downtown.

Você tem até o final de dezembro para dar um pulinho lá.

https://www.instagram.com/p/BOOdsYThgJG/?tagged=lightsofhope

2) Bright Nights at Stanley Park

Nesta época do ano, o Stanley Park recebe mais de três milhões de luzes.

A atração também conta com um passeio de trem para os pequenos, muita música, lanches e visitas do Papai Noel e seus elfos.

A exposição irá funcionar até domingo, dia 1 de Janeiro.

feeling the Christmas spirit #brightnights #stanleypark #holiday #christmas #yvr #vancity

A post shared by I 🅰️N (@james_ian23) on

3) Holiday Hi-Light Festival

O Holiday Hi-Light Festival é o local ideal para levar a criançada.

O festival conta com mais de 50 mil luzes de natal, além de noites super agradáveis com papai noel, chocolate quente, pintura facial e muito mais!

O Holiday Hi-Light Festival acontece no Park & Tilford Gardens, North Vancouver e estará aberto até o dia 31 de dezembro.

https://www.instagram.com/p/BOEQ-nmAvAQ/?taken-at=1537356

4) Canyon Lights at Capilano Suspension Bridge

Um dos locais mais famosos nessa época do ano é a Capilano Suspension Bridge.

A ponte e a bela paisagem ficam ainda mais bonitas com as luzes do festival. No local você poderá ver ainda a árvore de Natal mais alta do mundo, com 153 metros de altura, e muitas outras atrações.

A Capilano Suspension Bridge fica na Capilano Road, número 3735, North Vancouver e você tem até o dia 8 de janeiro, das 11am às 9pm para visitar o parque.

5) Festival of Lights at VanDusen Garden

Imagine um lindo jardim botânico todo coberto por mais de um milhão de luzes de Natal. Incrível, não é?

Você será transportado para um mundo mágico, podendo fazer as trilhas do local com renas e gnomos, passando pela gruta dos desejos e muito mais!

O VanDusen Gardens fica na Oak Street, número 5251, em Vancouver.

O evento segue até o dia 2 de janeiro, das 4h30pm às 9pm. Porém, até o dia 23 de dezembro a exposição ficará aberta até às 10pm.

Fonte: Daily Haive Vancouver

Vancouver oferece transporte público exclusivo para portadores de necessidades especiais

Vancouver é uma cidade onde as políticas de acessibilidade são realmente levadas a sério. Pessoas com deficiência física, visual ou idosos que precisam de andadores para se locomover, conseguem andar tranquilamente por toda parte. As ruas (TODAS) contam com calçadas adaptadas, os semáforos emitem sons sinalizando quando estão abertos, e o transporte público também está preparado para atender esse público, os veículos são 100% adaptados e as estações de metrô contam com elevadores exclusivos. 

Para pessoas com problemas cognitivos ou físicos mais severos, e por esse motivo não conseguem usar o transporte público convencional,  a cidade disponibiliza um veículo especial para essas pessoas, conhecido como HandyDart. O motorista do HandDart busca o passageiro em casa e o deixa no local de destino previamente definido quando o serviço foi agendado.

Esse serviço está disponível 18 horas por dia, e mais de 300 ônibus especiais fazem parte da frota. Além disso, o motorista é um profissional preparado para ajudar o passageiro a entrar no ônibus assim como atender alguma emergência que ocorram inesperadamente no trajeto.  E tem mais,  o usuário que cadastrar seu animalzinho pode levar ele também durante a viagem.

Para agendar essa opção de transporte público a pessoa pode ligar, usar o correio ou ir até o escritório do Translink, empresa pública que opera e administra o transporte público da cidade. A reserva do serviço será feita após o passageiro, ou responsável,preencher uma ficha solicitando o HandyDarrt.

O agendamento pode ser para destinos que o passageiro vai frequentemente, como médico por exemplo, ou para destino esporádicos. Porém, os usuários precisam fazer essa solicitação com antecedência, a empresa pede de 1 a 7 dias antes. O valor da passagem é a mesma do transporte público regular, CAD $2,75 o ticket individual, CAD $21,00 a cartela com 10 passes, e CAD $91,00 o passe livre para o mês todo.  Para saber mais sobre esse serviço clique aqui.

Otoño en Canadá

Veja porque o outono é uma das estações mais amadas no Canadá

Para muita gente, o Outono é a estação mais linda do Canadá. Ele é muito admirado porque deixa a cidade toda colorida, em tons quentes que variam do amarelo ao vermelho, passando por marrom e verde. É um espetáculo da natureza que muitas vezes se confunde com uma pintura, de tao belo que é. Sem contar a temperatura, que não é tão quente como o verão e nem tão frio como o inverno, é um misto das duas estações, que resulta em dias de sensação térmica refrescante, as vezes com chuva.

Para mostrar a beleza dessa época do ano, um site canadense – o VancityBuzz – divulgou fotos belíssimas de seus leitores em várias regiões de Vancouver. São fotos que dão gosto de ver. Separamos algumas que achamos a cara do outono canadense. Quem está se planejando para conhecer o Canadá, sinta a energia nessa seleção.  =)
Via: vancitybuzz.com

Você tem fotos lindas do outono canadense? Divida com a gente também!  =)

Muita gente não sabe, mas Vancouver é uma das maiores cidades cinematográficas da América do Norte

Pra quem gosta de assistir filmes e seriados, você sabia que Vancouver é a terceira maior cidade do cinema de toda América do Norte? Por aqui já foram gravados muitas cenas famosas, onde personagens estavam em cidades americanas, na europa e até no futuro.  Alguns filmes gravaram todas as cenas em Vancouver mas ao longo da trama o personagem passou por Nova Iorque, o Leste Europeu e a até a  Índia. Incrível, né?

Mas a questão é que Vancouver serve de cenário para muitas produções de Hollywood, mas nunca aparece sendo ela, sempre é um outro lugar. Chateado com essa situação um canadense fez um vídeo e publicou no YouTube contando vários exemplos de quando Vancouver apareceu sem ser realmente vista. No vídeo de pouco mais de 9 minutos ele mostra os principais truques usados pela indústria cinematográfica para despistar os telespectadores. Muitas cenas conseguem enganar  até mesmo quem mora aqui há anos.

Vale a pena conferir o vídeo. Para quem já morou em Vancouver é uma ótima forma de matar um pouquinho das saudades. Já para quem está vindo em breve, é um jeito interessante de ver a cidade. Talvez você já conhece muito bem o lugar onde vai morar e nem sabia. =)

Aqui está uma listinha com as principais produções gravadas em Vamcouver:

Top Television Shows

  • Arrow
  • Eureka
  • Fringe
  • Supernatural
  • Smallville
  • The Secret Circle
  • Human Target
  • The L Word
  • Hellcats
  • Dead Like Me
  • Dark Angel
  • The 4400
  • Kyle XY
  • Reaper
  • MacGyver
  • Harper’s Island
  • Sliders
  • V
  • Battlestar Galactica
  • The X-Files
  • Stargate SG1
  • Stargate Atlantis
  • Stargate Universe
  • The Dead Zone
  • Continuum
  • Once Upon A Time
  • Falling Skies
  • Psych
  • Andromeda
  • Emily Owens MD
  • The Real Housewives of Vancouver

Big Budget Hollywood Movies

  • 50/50
  • Man of Steel: Superman
  • Sucker Punch
  • Tron: Legacy
  • The Grey
  • X-Files: The Movie
  • X-Files 2
  • Watchmen
  • The A-Team
  • 2012
  • Underworld Awakening
  • The Imaginarium of Doctor Parnassus
  • Hot Tub Time Machine
  • It
  • The Butterfly Effect
  • X-Men
  • X2: X-Men United
  • X-Men: The Last Stand
  • Fantastic Four
  • Fantastic Four Silver Surfer
  • Twilight
  • The Twilight Saga: New Moon
  • The Twilight Saga: Eclipse
  • The Twilight Saga: Breaking Dawn
  • Red Riding Hood
  • Chronicles of Riddick
  • I, Robot
  • Final Destination
  • Final Destination 2
  • Final Destination 3
  • Final Destination 5
  • Happy Gilmore
  • Blade
  • Blade: Trinity
  • Two For The Money
  • White Chicks
  • Eragon
  • Walking Tall
  • The Day The Earth Stood Still
  • The Neverending Story
  • Night at the Museum
  • Night at the Museum: Battle of the Smithsonian
  • War
  • Paycheck
  • Romeo Must Die
  • Legends of the Fall
  • John Tucker Must Die
  • I Spy
  • Catwoman
  • Snakes on a Plane
  • I Love You Beth Cooper
  • 40 Days and 40 Nights
  • The Core
  • The 6th Day
  • Elf
  • Insomnia
  • Charlie Saint Cloud
  • Rise of the Planet of the Apes
  • Eight Below
  • 88 Minutes
  • The Cabin in the Woods
  • Cats & Dogs
  • The Fog
  • Firewall
  • The Exorcism of Emily Rose
  • Deck the Halls
  • Jumanji
  • Jennifer’s Body
  • The Lizzie McGuire Movie
  • Mission: Impossible – Ghost Protocol
  • Mr. Magoo
  • Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief
  • Percy Jackson & the Olympians: Sea of Monsters

Via: vancitybuzz.com

Como é o transporte público em Vancouver

Vancouver é uma cidade onde o transporte público funciona muito bem. Toda a cidade e região metropolitana recebem uma cobertura excelente, com número generoso de linhas e veículos responsáveis pelo transporte da população. Sem contar a condição dos veículos, a maioria da frota é nova, mas os modelos mais antigos são altamente conservados, todos sempre limpos e sem vandalismo. O sistema é administrado pelo órgão do governo chamado Translink, e conta com ônibus, metrô, trem e balsa.Balsa que atravessa passageiros do centro da cidade para Norte Vancouver e vice-versa. Também conhecido como Seabus

O transporte se diferencia muito do brasileiro. Não só pelos pontos já levantados, mas pela também pela organização e rigidez com que seguem os horários estipulados. Com rede avançada de informação, turistas e moradores de Vancouver podem checar os horários on-line pelo site: www.translink.ca ou no caso da rede de ônibus por mensagem de texto. Você envia mensagem para o número 33333 e no campo para escrever o texto você digita o número do ponto de ônibus. Pronto, em menos de um minuto você terá a programação dos próximos veículos que vão passar naquele ponto e em qual horário. Também existem aplicativos de celular que mostram ao vivo onde os ônibus estão, como o Radar e ezRide Vancouver.

Questão que também merece destaque é acessibilidade dos meios de transporte. Todos os veículos, ônibus, metrô e balsa, estão adaptados para idosos ou quem tem alguma deficiência, seja de mobilidade ou visual. Os veículos também estão aptos a acomodar bicicletas.

Metrô de Vancouver também conhecido como Skytrain, por não ser 100% debaixo da terra.

Valores do bilhete – Aplicáveis para metrô, trem e balsa

Vancouver e região metropolitana são divididas em três zonas, o preço do bilhete para usar o transporte público vai depender da zona de destino de cada passageiro (Com exceção dos ônibus, que contam com a mesma tarifa para todas as regiões – Veja mais detalhes abaixo). Vancouver está na zona 1. Burnaby, New WestMinster, Richmond e Norte Vancouver na zona 2. Já Surrey, Langley e White Rock estão na zona 3. Os valores em dólar canadense são: Zona 1 (2.95), Zona 2 (4.20), Zona 3 (5.70). Nos finais de semana e dias de semana após 18:30 todo mundo paga apenas o valor de 1 zona por bilhete.

Entenda esse mapeamento: se você sair do centro da cidade(zona 1) para Surrey (zona 3), por exemplo, vai pagar o ticket relativo a zona 3 (5.70), mas se você estiver na região de Surrey (zona 3)e for usar o transporte para se locomover dentro da mesma região (Surrey, Langley e White Rock – tudo zona 3), o valor a ser pago é de 1 zona (2.95).

Existe também a opção de comprar o passe mensal e usá-lo quantas vezes quiser no mês vigente. Para quem usa muito o transporte público, essa é a melhor opção. O passe mensal custa: CAD 95,00 – zona 1; CAD 128,00 – zona 2; CAD 174,00 – zona 3. Crianças de 5 a 13 anos, estudantes entre 14 e 19 anos e idosos acima de 65 recebem preços especiais na compra dos bilhetes ou do passe mensal. Crianças com menos de 5 anos estando acompanhadas não pagam.

Valor do ônibus

Desde  o dia 5 de outubro de 2015, todas as regiões são tarifadas como zona 1 (2.95) – valor normal –  e $1.90 para criança, idosos e cadeirantes. A lei engloba todos os tipos de ônibus:  regular, express, community shuttles e HandyDart services. Já os outros meios de transporte (como o skytrain e o Seabus) continuam com a mesma tarifação, divididos em três diferente zonas.

Cubic Farebox on Translink bus

Máquina para receber bilhetes ou moedas na entrada dos ônibus.

Compra e validade do bilhete
Para comprar bilhetes individuais a melhor opção são as máquinas encontradas em todas as estações, elas aceitam moedas, cartão de débito ou crédito e notas no valor máximo de 20 dólares. Assim que você realizar o pagamento, será emitido um bilhete, que tem o nome de “Compass Card”. Você precisará passar este cartão na entrada e na saída do SkyTrain e SeaBus e, no caso dos ônibus, apenas uma vez na entrada.  Depois de usado uma vez esse mesmo bilhete vale ainda por 90 minutos. Durante esse tempo você pode reutilizar o mesmo ticket em qualquer uma das opções de transporte público.

Os ônibus também aceitam pagamento na hora, mas só em moeda e não dão troco. Outro fato importante é que, diferente do cartão adquirido nas máquinas, o bilhete comprado no ônibus não pode ser usado nos outros meios de transporte.

 

Via: vancouver.ca e translink.ca

5 Motivos (não óbvios) para escolher Vancouver

Que Vancouver é a melhor cidade para se viver da América do Norte e a quinta melhor do mundo muita gente já deve saber, já que o assunto foi bastante comentado desde que a pesquisa da Mercer Quality of Living foi divulgada no começo desse ano. Vancouver foi avaliada nos critérios de segurança, educação, higiene, sistema de saúde, cultura, clima, estabilidade politico/economica e transporte público. Então nem é preciso gastar tempo confirmando o que já foi pesquisado e aprovado. A ideia desse post é mostrar razões mais sutis para escolher Vancouver, que se apresentam no dia a dia de quem já está aqui.

Número 1: A vibe da cidade
Sabe aquela sensação de “estar de férias”? Nada de correria, buzinas de carro, pessoas irritadas, sem tempo ou mal educadas. Assim é o clima de Vancouver o ano todo. A cidade é ativa, as pessoas trabalham como em qualquer outra cidade, mas em Vancouver é como se a ditadura do “correr e morrer de trabalhar” não fosse a coisa mais importante do mundo. As pessoas também estão preocupadas em aproveitar a vida. Durante o verão as praias e parques estão sempre cheios, esportes, música, dança, são práticas comuns, a galera aproveita o sol do jeito que pode. Nas outras estações a movimentação outdoor diminui, mas as academias ficam cheias, os salões de dança, as salas de yoga e as quadras de esportes no gelo, também. O importante é viver o lema “work hard, play harder”.

Número 2: Saúde na veia

O segundo motivo pode até ser uma continuação do primeiro, já que essa vibe positiva de Vancouver também é vista nos hábitos alimentares do pessoal. É muito comum ver nos supermercados prateleiras só de produtos orgânicos,  glúten free ou sem lactose. Sem contar a extensa quantidade de produtos para o público vegetariano ou vegano. E, diferente do Brasil, você não precisa pagar uma fortuna para ter acesso a esses produtos. O preço é apenas um pouco mais caro. Além dos supermercados, a cidade está cheia de restaurantes e lanchonetes que incluíram no portifólio opções mais naturais e saudáveis. Esse comportamento tem reflexo até nos níveis de obesidade da cidade. Segundo uma pesquisa da Comunidade Canadense de Saúde, enquanto a média geral de obesidade no Canadá é de 24.8%, em Vancouver esse índice caí para 17.4%, um dos menores de todo país, perdendo apenas para Kelowna com 17.0%.

Número 3: Educação por todo lado

Em Vancouver as pessoas normalmente não saem do ônius antes de agradecer ao motorista. Não é uma obrigação, é um comportamento natural, para você ter um exemplo de como as pessoas são educadas. Obrigado, desculpa e com lincença, ninguém economiza pra usar. Os canadeses são famosos pelo excesso em se desculpar, mas em Vancouver é incrível. Você pode pisar no pé de alguém, empurrar, que no final das contas vai acabar ganhando um “sorry”. Além disso as pessoas são corteses, te indicam um produto no supermercado quando percebem que você está com dúvida, ou te ajudam a encontrar o endereço quando percebe que você está perdido. E esses comportamentos podem ser vistos entre pessoas de qualquer nível econônico ou social.

Número 4: Cidade grande e pequena ao mesmo tempo

Vancouver tem o privilégio de apresentar, ao mesmo tempo, caracteristicas de cidade grande e pequena. O lugar é uma metrópole, reúne grandes marcas e empresas, é possível comprar um celular de última geração na loja da Apple,  uma peça da recém-lançada coleção da Gucci, ou aquela maquiagem da Mac, Lancome, etcetera e tal. Sem contar que também é possível experimentar a culinária de quase todas as partes do mundo, já que Vancouver tem restaurantes de todos os tipos, do simples ao sofisticado, do fast-food norte americano, ao tradicional curry chicken indiano. A parte de entretenimento também tem toque de cidade grande, a turnê da maioria dos artistas internacionais passa por aqui, peças de teatro e espetáculos também. Porém, apesar disso tudo, a cidade é pequena quando qualquer pessoa consegue atravessar o centro cidade em apenas 30 minutos, isso andando. Enquanto de metrô é possível chegar na cidade mais afastada da região metropolitana em uma hora.

Número 5: Pertinho de Seattle, São Francisco e Las Vegas

Vir para Vancouver tendo o visto americano é uma super vantagem, já que a cidade está muito perto dos Estados Unidos. A primeira fronteira, The Peace Arch border, fica a menos de uma hora do centro de Vancouver, cerca de 50 minutos via carro. Já o centro de Seattle, umas das maiores cidades americanas, está a 3 horas do centro de Vancouver. Além de Seattle outras cidades muito legais estão perto de Vancouver, como Portland, que é possível chegar via rodovia em 6 horas, ou Las Vegas e São Francisco, distantes 2h30 de Vancouver usando o avião como meio de transporte. Uma outra vantagem dessa proximidade é que, muitas vezes, pegando voos no aeroporto de Seatlle o trajeto sai bem mais barato.