Posts

aplicar para o PGWP

Estudantes internacionais passam a ter mais tempo para aplicar para o PGWP

O Governo canadense acaba de divulgar que estudantes internacionais agora têm até 180 dias para aplicar para o PGWP –  Post-Graduation Work Permit – após o término dos estudos no Canadá. Antes, esse prazo era de apenas 90 dias.

Além disso, não é necessário mais ter um visto de estudos válido, porém é preciso ter um status temporário válido no Canadá, caso faça a aplicação dentro do país. Se você, porventura, pretende voltar ao Brasil após os estudos, também poderá utilizar este prazo de 180 dias para fazer a solicitação do PGWP em solo brasileiro.

“Antes, nós recomendávamos que a pessoa permanecesse no país para aguardar o PGWP. Agora, com as novas instruções, o aplicante poderá sair do Canadá e retornar com o eTA – Electronic Travel Authorization ou com o TRV – Temporary Resident Visa – e continuar trabalhando enquanto aguarda o resultado. O implied status será mantido”, diz Celina Hui, consultora de imigração e proprietária da Immi Canada.

Caso tenha alguma dúvida ou precise de alguma ajuda em seu processo, entre em contato com a IMMI Canada pelo e-mail [email protected].

Regras para aplicar para o PGWP

Para que você possa aplicar para o PGWP, o estudante precisa ter concluído um programa em uma faculdade pública de, no mínimo, oito meses de duração ou um programa de bacharelado ou mestrado em faculdades particulares (neste caso, não valem diplomas e certificados).

O Governo canadense conta com uma lista com todos os colleges que dão direito ao PGWP.  Seguindo os passos da tela você vai encontrar a província, o nome da instituição e se aquele college é elegível ao visto de trabalho através das opções sim e não.

Vale lembrar que para aplicar para o PGWP, o estudante precisa ter finalizado seu programa de estudo no Canadá. Isso significa que você terá que ter em mãos um documento oficial de conclusão do curso.

Fique ligado, pois existem alguns outros requisitos que devem ser levados em consideração. Por isso, é importante entrar em contato com a 3ra Intercâmbio para não ter qualquer tipo de problema na hora de escolher e aplicar para um college no Canadá.

Conheça mais sobre o PGWP

O Post-graduation Work Permit é uma permissão de trabalho que pode variar de 8 meses a 3 anos de duração que estudantes internacionais têm direito de solicitar após completarem seus estudos no Canadá. Veja abaixo:

  • Conclusão de um curso de oito meses de duração: poderá ser elegível para oito meses de PGWP;
  • Conclusão de um curso de 12 meses de duração: poderá ser elegível para um ano de PGWP;
  • Conclusão de um curso dois anos ou mais de duração: poderá ser elegível para até 3 anos de PGWP.

Vantagens de aplicar para o PGWP

São muitas as vantagens de aplicar para o PGWP. A principal delas é que este visto de trabalho é um grande aliado para quem deseja imigrar para o Canadá.  Isso porque a experiência de trabalho realizada durante o período do PGWP pode ser utilizada para ganhar pontos em processos de imigração.

Por exemplo, ao completar um ano de trabalho remunerado full-time (mínimo de 30 horas semanais, 1.560 horas anuais) no Canadá dentro dos NOCs 0, A ou B,  você poderá se tornar elegível ao Canadian Experience Class, uma das possibilidades disponíveis dentro do Express Entry. O NOC –  National Occupational Classification (NOC) é um sistema nacional que classifica as ocupações no Canadá.

Caso você só consiga um trabalho part-time, será necessário então comprovar o equivalente a um ano de trabalho full-time, ou seja,  as mesmas 1.560 horas.

Saiba mais sobre os NOCs:

  • NOCs 0 –  referentes às funções que envolvem gerenciamento;
  • NOCs A – ocupações consideradas de nível profissional;
  • NOCs B –  trabalhos técnicos/operacionais. 

Meu cônjuge terá direito de aplicar para o PGWP também?

Para que o cônjuge consiga estender a permissão de trabalho junto com o aplicante principal, o estudante, no momento em que for aplicar para o PGWP, deverá ter um contrato de trabalho com uma empresa em uma vaga dentro dos NOCs 0, A ou B. Existe também a obrigatoriedade da apresentação de três paychecks recentes, mesmo que em uma posição part-time.

Se você não conseguir o contrato full-time de trabalho, as opções são ou o cônjuge se matricular em uma instituição de ensino e estender sua estadia como estudante ou então apenas como turista. Caso consiga o contrato de trabalho depois, o seu cônjuge poderá aplicar novamente para a permissão de trabalho.

Caso você não tenha cônjuge, não será necessário ter uma oferta de trabalho no momento de aplicar para o PGWP.

Documentos para aplicar para o PGWP

É possível aplicar para o PGWP de forma online pelo site da imigração canadense ou pelo correio. Veja os documentos:

  • todos os formulários exigidos pela imigração;
  • cópia do passaporte completo;
  • cópia da permissão de estudos;
  • cópia do diploma ou certificado da instituição canadense ou do histórico escolar ou uma carta oficial da instituição declarando o término do curso.

É importante ressaltar que, dependendo do caso do aplicante, poderão ser necessários mais alguns documentos.

Saiba mais:

Dúvidas frequentes: Estudo no Canadá

Tipos de cursos no Canadá mais procurados por brasileiros

Tipos de cursos no Canadá mais procurados por brasileiros

Recentemente, a Pesquisa Selo Belta 2018 divulgou que o Canadá é o país preferido dos brasileiros para estudos no exterior. Este já é o 13º ano em que ele está no topo do ranking. E entender os motivos que fazem do país da América do Norte o queridinho dos brazucas não é muito difícil. Além de ser um dos melhores do mundo para se viver, ele oferece programas de estudo para todos os gostos e objetivos. Mas fica a pergunta: Quais são os tipos de cursos no Canadá mais populares entre as pessoas do nosso Brasil?

Isso tudo vai depender do propósito de cada um. Podemos falar que entre aqueles que querem apenas se aventurar em terras canadenses por um período determinado, a escolha mais frequente são os cursos vocacionais. Eles também são conhecidos como programas de estudo e trabalho.

Já entre aqueles que querem tentar uma imigração no futuro, os programas mais populares são certificados, diplomas e pós graduações em instituições públicas ou programas de degree (bacharelado e mestrado, por exemplo) em instituições públicas e privadas.

Abaixo vamos explicar um pouco sobre cada um deles:

Cursos vocacionais

Aqui em nosso blog você vai encontrar diversos posts sobre este tipo de programa. Isso porque ele é bem famoso entre os nossos clientes.

Como já falamos anteriormente, os cursos vocacionais são mais procurados por aquelas pessoas que desejam ter uma experiência internacional de estudo e trabalho no Canadá por um período determinado. 

Eles possibilitam que o estudante vivencie a cultura local e conheça pessoas de todas as partes do mundo. Além disso, representam uma ótima oportunidade de melhorar a proficiência no inglês. Em um curso vocacional, o estudante também terá uma experiência prática de estágio em uma empresa canadense. Isso, com certeza, irá enriquecer o currículo. 

Normalmente esses cursos no Canadá contam com um componente de estudos e um de trabalho. No de estudos, o estudante pode trabalhar por até 20 horas na semana. Já no de trabalho, o aluno precisará fazer um estágio na área para garantir o certificado ou diploma. Nesta segunda etapa do programa, também conhecida como co-op, o aluno é autorizado a trabalhar full-time.

A duração do programa vai depender do curso escolhido pelo cliente. Atualmente há opções de seis meses (três meses de estudo e três meses de trabalho); um ano (seis meses de estudo e seis meses de trabalho); e até dois anos (um ano de estudo e um ano de trabalho).

Os cursos vocacionais são normalmente oferecidos por instituições privadas que contam com opções nas mais diversas áreas de atuação. As mais comuns são as áreas de business, hotelaria e comunicações.

Por que os cursos vocacionais são mais procurados por quem quer voltar ao Brasil após a experiência internacional?

Os programas vocacionais estão incluídos entre os cursos no Canadá que não oferecem a possibilidade de uma permissão de trabalho após a graduação – o famoso Post Graduation Work Permit (PGWP). O estudante contará apenas com uma permissão de trabalho referente ao componente de estágio do programa, o co-op (co-operative education). Portanto, a não ser que ele busque outra forma de continuar no país, ele deverá retornar ao Brasil logo após o término do curso. 

O PGWP, além de permitir que o estudante fique por mais tempo trabalhando no Canadá e não precise regressar ao país de origem logo após a conclusão do programa, também pode ajudar a somar pontos em processos de imigração através da experiência de trabalho em terras canadenses. Por outro lado, a experiência adquirida durante o período de estudos ou estágio não conta absolutamente nada para este quesito. Por isso as pessoas que tem como objetivo futuro uma imigração preferem escolher programas que oferecem o direito ao PGWP.

Dito isso, é fácil imaginar quais programas estão no topo da lista dos mais procurados por brasileiros no Canadá, certo? São aqueles que justamente oferecem o PGWP! E é aí que estão os programas de certificado, diploma e pós-graduação em instituições públicas e os programas de degree em instituições particulares e públicas.  

Cursos no Canadá: Certificado, diploma e pós graduação em instituições públicas

Programas de certificados, diplomas e pós-graduações no formato full-time em instituições públicas e com duração mínima de oito meses oferecem direito ao PGWP. Porém, muitas pessoas ficam confusas com todos esses tipos de programa e não sabem por qual formato buscar.

Diplomas e certificados – Colleges públicos

Os programas de certificados e diplomas são geralmente oferecidos em Colleges e contam com um ou dois anos de duração.

Alguns brasileiros ficam um pouco perdidos com esses tipos de cursos no Canadá, tentando entender se eles seriam o mesmo que uma pós-graduação, uma especialização ou um MBA.

Porém, a verdade é que não existe um correspondente aos cursos de College no Brasil. Eles seriam o equivalente aos dois primeiros anos de um curso de bacharelado, por exemplo.

No entanto, por ser um curso focado muito na parte prática de cada profissão, muitas pessoas já formadas procuram um programa de college para se especializar e ter uma experiência mais “hands on”. Por isso os colleges estão cheio de profissionais já atuantes no mercado – tanto professores, quanto alunos – e representam uma ótima oportunidade de trocar experiências, conhecimento, fazer network além de claro, aprender muito mais sobre uma área específica.

A duração de cursos de diplomas e certificados em instituições públicas varia muito de acordo com o curso. Geralmente esse tempo pode ser de oito meses a dois anos.

Pós-graduações – Instituições públicas

Já os programas de post-degree equivalem-se aos nossos cursos de pós no Brasil. Geralmente para entrar é preciso já ter uma formação prévia em universidade.

Assim como certificados e diplomas de colleges, esses cursos são mais focados no mercado de trabalho. Eles também representam uma ótima oportunidade de conhecer pessoas que já estão inseridas em empresas canadenses.

A duração desses cursos de pós-graduação também varia muito, mas geralmente fica entre oito meses e dois anos.

Bachelor degree e Masters degree – Instituições privadas e públicas

Muitas pessoas acreditam que nenhum programa de escola privada oferece o direito ao PGWP. Pois essas pessoas estão completamente enganadas! 

Se o programa for de degree – ou seja, um bachelor ou um mestrado, por exemplo – o estudante terá sim direito à permissão de trabalho após a graduação. 

O bachelor degree nada mais é do que o nosso bacharelado do Brasil. Normalmente ele tem duração de quatro anos.

Por ser um curso mais longo, poucos brasileiros optam por ele, já que a maioria já possui faculdade no país de origem. Além disso, os estudantes brasileiros acabam preferindo cursos mais especializados, que irão “incrementar” o currículo, além de oferecer benefícios que podem auxiliar em um futuro processo imigratório.

Porém, cada caso é diferente. O tipo de curso ideal vai sempre depender muito do seu background profissional, educacional e de seus objetivos no Canadá. Por isso nós sempre recomendamos a nossa consultoria educacional personalizada, na qual um de nossos especialistas irá analisar o seu perfil e indicar o melhor formato de programa de acordo com seu perfil e propósitos no país da América do Norte. 

O masters também é equivalente ao mestrado no Brasil. Há mestrados profissionais, que são aqueles mais focados no mercado de trabalho, e há mestrados mais focados no mundo acadêmico.

College x University no Canadá

Agora que você já aprendeu um pouquinho sobre os programas mais populares entre os brasileiros e as diferenças entre eles, vamos esclarecer uma outra questão que gera muitas dúvidas em quem acabou de iniciar suas pesquisas.

Qual a diferença entre college e universidade? 

Muitas pessoas acreditam que os colleges oferecem programas mais “simples”, como certificados e diplomas, enquanto as universidades oferecem os programas de bachelor e mestrados. Pois essas pessoas estão muito enganadas!

A diferença entre college e universidade não está no tipo de programa oferecido. Por exemplo: Há colleges que oferecem programas de bacharelado e mestrados. Há também universidades que oferecem programas de certificado e diplomas.

Dito isso, o que vai de fato diferenciar um college de uma universidade é o foco do ensino.

Nos colleges, os alunos são treinados para encarar o mercado de trabalho e ingressar rapidamente nele. Portanto, as aulas são mais práticas. Muitas vezes, elas simulam cenários os quais os estudantes irão encarar no dia a dia da profissão. Este tipo de instituição de ensino prepara os estudantes para uma área mais específica e para colocarem a “mão na massa”.

Já as universidades têm mais como foco a área acadêmica. Os estudantes passam mais tempo se dedicando a pesquisas e projetos de extensão. Normalmente as áreas de estudo também são mais abrangentes e não tão específicas como as do College.  

Grande parte dos brasileiros que chegam ao Canadá escolhem estudar em um College. Desta forma eles podem complementar os estudos do Brasil e ficar bem próximo da realidade do mercado canadense.

Porém, como já falamos anteriormente, o curso ideal para você vai depender de uma série de fatores. Às vezes, o curso de college que funciona para o seu amigo não vai ser tão bom para você e vice-versa. Por isso uma análise cuidadosa de perfil é tão importante.

O mito do Co-op

Durante muitos anos, a sigla “Co-op” assombrou os brasileiros que procuravam por cursos no Canadá e que tinham a intenção de tentar um processo de imigração após a graduação. Eles acreditavam que nenhum curso que contava com o componente de co-op oferecia o direito de aplicar ao PGWP.

Essa confusão acontecia porque os cursos vocacionais – ou programas de estudo e trabalho – eram chamados apenas de co-op.

No entanto, co-op não é o nome do tipo de programa, mas sim do componente de trabalho existente na grade do curso. Os cursos vocacionais contam sim com um componente de co-op em sua grade curricular. Porém, cursos de instituições públicas também podem ter esse semestre dedicado a uma experiência de trabalho na área de estudos e nem por isso deixam de oferecer o PGWP. 

Em resumo, o co-op, na verdade, não é o que vai definir se um curso oferecerá direito ao PGWP ou não. O co-op nada mais é do que uma característica muito boa de alguns cursos, já que permite que o aluno se insira no mercado de trabalho canadense antes mesmo da graduação. Aqui na 3RA já vimos vários casos de clientes que conseguiram um estágio e acabaram sendo contratados pela empresa após o término do contrato de co-op. Ou seja, o co-op representa uma oportunidade e tanto, não é mesmo? 

Portanto, o que vai definir se um curso dará direito ao PGWP são as regrinhas que já citamos durante este texto. O co-op não tem absolutamente nada a ver com isto.  Então, se você pretende imigrar para o Canadá, veja abaixo o que você deve procurar em um curso.  

De uma maneira geral, você terá direito ao PGWP se cursar:

  • Programas full-time com duração mínima de oito meses em instituições públicas.
  • Programas full-time de degree em instituições particulares (Exemplo: Bachelor Degree e Masters Degree)

Lembramos também que o governo divulgou recentemente a lista das instituições que dão direito ao PGWP. Mas fique atento! É preciso observar não apenas a instituição, mas também as características do programa que você irá cursar. ;) Entendido?

5 Dúvidas Frequentes sobre o PGWP

Atualmente, o Post Graduation Work Permit (PGWP) é um dos maiores aliados daqueles que desejam imigrar para o Canadá.

Para quem não sabe, o PGWP é uma permissão de trabalho de oito meses a três anos de duração que todo estudante internacional tem direito a aplicar após completar um curso de nível superior em uma instituição de ensino que cumpra os requisitos exigidos pela imigração. Nós já explicamos um pouco sobre o PGWP neste link. Porém, agora decidimos reunir aqui no blog as respostas para as 5 principais dúvidas de nossos clientes sobre o assunto. Veja abaixo:

**Lembramos que este texto é apenas um resumo e cada caso é diferente. Por isso, recomendamos sempre a contratação de uma empresa especialista em vistos e imigração. Para nossos clientes, recomendamos a nossa parceira Immi Canada: [email protected]

1) Quando preciso aplicar para o PGWP?

Você tem até 180 dias após a conclusão de seu curso para aplicar para o PGWP e você precisa ter um status válido no Canadá, caso faça a aplicação dentro do país.

2) Como aplicar e quais documentos irei precisar?

Você poderá aplicar online no site oficial da imigração canadense ou pelo correio.

  • Será preciso enviar todos os formulários exigidos pela imigração;
  • a cópia do passaporte completo;
  • cópia da permissão de estudos;
  • cópia do diploma ou certificado da instituição canadense ou do histórico escolar ou uma carta oficial da instituição declarando o término do curso.

3) O meu cônjuge também terá direito a estender a permissão de trabalho junto com o meu PGWP?

Para que o cônjuge consiga estender a permissão de trabalho junto com o aplicante principal, o estudante, no momento da aplicação do PGWP, deverá ter um contrato simples de trabalho firmado com uma empresa, em uma vaga full-time, dentro dos NOCs 0, A ou B. Para quem não sabe, o NOC é um sistema nacional que classifica e descreve todas as ocupações no país. Neste link você consegue descobrir em qual NOC a sua posição de trabalho se encaixa.

4) Não consegui o contrato de trabalho. Como meu cônjuge poderá continuar no Canadá?

Neste caso, as opções são ou o cônjuge se matricular em uma instituição de ensino e estender sua estadia como estudante ou então apenas como turista. Porém, caso você consiga um contrato de trabalho depois, o seu cônjuge poderá aplicar novamente para a permissão de trabalho.

5) Todos os cursos dão direito ao estudante aplicar para o PGWP?

Não. Para ter direito a pedir pelo PGWP, o aluno deverá ter concluído um programa em uma faculdade pública de no mínimo oito meses de duração ou um programa de degree em faculdades particulares (no caso das privadas, não valem diplomas e certificados). Ainda existem uma série de outros requisitos que devem ser seguidos. Por isso, é sempre importante contar com uma agência especializada como a 3RA Intercâmbio. Assim você terá a garantia de que irá se matricular em uma instituição que lhe dará esse direito.

Para te ajudar ainda mais, o Governo Canadense liberou uma lista com todos os colleges que dão direito ao PGWP.  Seguindo os passos da tela,  você vai encontrar a província, o nome da instituição e se aquele college é elegível ao PGWP através das opções sim e não.

 

Outras informações sobre o PGWP podem ser obtidas no site oficial da imigração canadense.

Conheça mais sobre o Post-graduation Work Permit – PGWP

Quem está planejando estudar e/ou imigrar para o Canadá com certeza já deve ter ouvido a sigla PGWP, certo?

Para quem ainda não sabe, o Post-graduation Work Permit – PGWP – é uma permissão de trabalho de 8 meses a 3 anos de duração que os estudantes internacionais têm direito de solicitar após completarem seus estudos no Canadá. Por oferecer mais tempo de permanência no país e permissão de trabalho sem restrição de horas, o PGWP é hoje uma das principais opções para ajudar aqueles que desejam imigrar futuramente.

Porém, o que nem todo mundo sabe é que não são todos os cursos ou escolas que oferecem ao estudante esse direito de pedir pelo PGWP. Já recebemos em nossa agência muitas pessoas desesperadas que investiram um valor altíssimo em colleges de dois anos no Canadá, e que no final do curso descobriram que não teriam o direito de pedir o visto aberto de trabalho. Imagine a frustração e arrependimento dessas pessoas?

Uma das vantagens de contar com a assistência de uma agência especializada como a 3RA Intercâmbio é ter a garantia de se matricular em uma instituição que lhe dará esse direito (caso essa seja a sua vontade, já que a 3RA também oferece cursos vocacionais). Por ter duas agências no Canadá – uma em Vancouver e outra em Toronto – a agência tem uma relação muito próxima com as instituições de ensino e é  é especialista no assunto.

O diretor educacional da 3RA, Francisco Zarro, gravou um vídeo explicando um pouco mais sobre o PGWP, instituições e o formato dos cursos que dão ao aluno esse direito. Veja aqui:

 

Veja abaixo algumas dúvidas frequentes de nossos alunos sobre o PGWP:

1) Quando preciso aplicar para o PGWP?

Você tem até 180 dias após o recebimento da carta oficial de conclusão de seu curso para aplicar para o PGWP e você precisa ter um status válido no Canadá, caso faça a aplicação dentro do país. Para mais informações, entre em contato com a equipe da Immi Canada pelo e-mail [email protected]

2) Como aplicar para o PGWP e quais documentos irei precisar?

Você poderá aplicar online no site oficial da imigração canadense ou pelo correio.

  • Será preciso enviar todos os formulários exigidos pela imigração;
  • a cópia do passaporte completo;
  • cópia da permissão de estudos;
  • cópia do diploma ou certificado da instituição canadense ou do histórico escolar ou uma carta oficial da instituição declarando o término do curso.

3) O meu cônjuge também terá direito a estender a permissão de trabalho junto com o meu PGWP?

Para que o cônjuge consiga estender a permissão de trabalho junto com o aplicante principal, o estudante, no momento da aplicação do PGWP, deverá ter um contrato simples de trabalho firmado com uma empresa, em uma vaga full-time, dentro dos NOCs 0, A ou B. Para quem não sabe, o NOC é um sistema nacional que classifica e descreve todas as ocupações no país. Neste link você consegue descobrir em qual NOC a sua posição de trabalho se encaixa.

4) Não consegui o contrato de trabalho. Como meu cônjuge poderá continuar no Canadá?

Neste caso, as opções são ou o cônjuge se matricular em uma instituição de ensino e estender sua estadia como estudante ou então apenas como turista. Porém, caso você consiga um contrato de trabalho depois, o seu cônjuge poderá aplicar novamente para a permissão de trabalho.

5) Todos os cursos dão direito ao estudante aplicar para o PGWP?

Não. Para ter direito a pedir pelo PGWP, o aluno deverá ter concluído um programa em uma faculdade pública de no mínimo oito meses de duração ou um programa de degree em faculdades particulares (no caso das privadas, não valem diplomas e certificados). Ainda existem uma série de outros requisitos que devem ser seguidos. Por isso, é sempre importante contar com uma agência especializada como a 3RA Intercâmbio. Assim você terá a garantia de que irá se matricular em uma instituição que lhe dará esse direito.

Para te ajudar ainda mais, o Governo Canadense liberou uma lista com todos os colleges que dão direito ao PGWP.  Seguindo os passos da tela você vai encontrar a província, o nome da instituição e se aquele college é elegível ao PGWP através das opções sim e não.

Outras informações sobre o PGWP podem ser obtidas no site oficial da imigração canadense.

Leia mais:

Dúvidas frequentes: Estudo no Canadá

Dúvidas frequentes: Cursos vocacionais