Posts

Nove dicas de atividades para os dias de sol em Dublin

O site Dublin News divulgou uma reportagem com nove dicas de atividades para se fazer em dias ensolarados na Irlanda. Está certo que o sol não é aquele “muy amigo” dos irlandeses e, às vezes, demora muito para aparecer. Por isso que, quando ele aparece, é tipo um grande evento e que merece ser celebrado. E nós, brasileiros, AMAMOS um dia mais quentinho, certo? A gente sai de casa, coloca uma roupinha mais fresquinha e passeia nem que seja na esquina, rs. Então, não perca estas dicas!

1 – Faça um piquenique no Phoenix Park – Pode parecer simples, mas um encontro com amigos em um piquenique no Phoenix Park debaixo daquele solzinho é uma das coisas mais bonitas do mundo. Pode ser uma caminhada ou uma visita ao zoológico, tudo vale a pena!

2 – Ir no pub do Trinity College – Ir no “The Pavilion pub” é uma boa pedida para se divertir com amigos, principalmente quando o sol dá o ar da graça, criando uma atmosfera diferenciada. Este pub fica dentro da universidade e os preços são bem acessíveis.

3 – Forty Foot – Esta enseada de águas profundas escondida entre as rochas acidentadas de Sandycove e Bullock Harbor ao sul de Dun Laoghaire é um ímã para quem procura emoções e definitivamente vale o esforço. Mas fique atento, pois as águas continuam frias, mesmo em dias ensolarados!

4 – Jogue uma partida de golfe – Há vários campos de golfes em Dublin, como o Portmarnock e o Royal Dublin

5 – Passear até os Cliffs, em Howth – Howth Head é uma península de 15 quilômetros na parte nordeste da cidade de Dublin e que oferece uma série de atrações. Vale a pena colocar na agenda! O cenário é fantástico e perfeito para uma caminhada em um dia ensolarado!

6 – Passar um dia em Dun Laoghaire – Dun Laoghaire é uma cidade costeira no condado de Dublin, a cerca de 12 km ao sul do centro da cidade. Você pode escolher uma caminhada, parar para um almoço com sua família ou até mesmo tomar um sorvete no Scrumdiddly, que oferece mais de 2.500 opções de sabores.

7 – Tome algumas “pints” cercado por um belo jardim – A pint, já conhecida por muitos, nada mais é que a medida de um copo de 500 ml de cerveja utilizada pelos irlandeses. É Não há nada mais agradável do que tomar uma cervejinha com seus amigos à luz do sol. Toner, House e The Living Room são as melhores escolhas de Dublin.

8 – Vá ao Jardim Botânico – Localizado a aproximadamente três quilômetros do centro de Dublin, o Jardim Botânico Nacional tem entrada gratuita e você pode passar horas entre uma diversidade de lírios e muitas árvores. É um lugar deslumbrante com uma fabulosa variedade de flores.

9 – Vá até a praia de Portmarnock – Como bons irlandeses, é só subir um pouco a temperatura que eles já estão na praia! Localizado ao norte de Dublin, a orla se estende por oito quilômetros até a praia de Malahide.

Aventure-se também na vila de Malahide e desfrute de um passeio ou uma corrida com uma vista espectacular sobre as montanhas de Dublin e Howth Harbor.

Leia mais: 

Conheça cinco costumes curiosos dos irlandeses

Parques de Dublin: Cada um mais lindo do que o outro

 

sistema bancário na Irlanda

Como funciona o sistema bancário na Irlanda

Na Irlanda, as principais instituições financeiras são o Bank of Ireland e o AIB. De modo geral, o sistema bancário é bem parecido com o que conhecemos no Brasil, com alguns aspectos positivos e outros nem tanto, mas isso pode variar de banco a banco. Por exemplo, quase todas as grandes instituições financeiras cobram por transações na conta, seja para retirada em caixas eletrônicos ou mesmo transferências. Por isso, é muito importante pesquisar bem antes.

Uma das primeiras coisas a fazer quando chegar na Ilha Esmeralda é abrir uma conta bancária. O processo é muito fácil. Basta levar um documento de identificação, que pode ser um passaporte válido, carteira de habilitação ou documentos emitidos pelos órgãos do governo com seu nome, além de um comprovante de endereço na Irlanda.

Se você for estudante, a escolha do banco será feita pela escola onde você vai estudar, pois cada instituição faz parceria com um banco específico para abertura da conta dos seus alunos. A escola libera uma carta para os alunos e esta deve ser apresentada juntamente com o passaporte para abertura da conta.

O segundo passo será transferir sua primeira quantia para sua conta irlandesa. Neste caso, um dos métodos mais fáceis para fazer esta operação é utilizando o Transferwise, um método que caiu na graça dos viajantes, pois oferece taxas muito atrativas. O envio do dinheiro em reais pode ser feito pela sua conta bancária ou cartão de débito e o destinatário recebe a quantia em euros diretamente da conta bancária local da TransferWise. Clique aqui e saiba mais sobre como enviar e receber dinheiro na Irlanda.

Antigamente, era obrigatório abrir uma conta em banco irlandês para dar entrada no visto Stamp 2, porém, foi divulgado no primeiro trimestre de 2016 a notícia que os estudantes que estiverem no processo para obtenção do visto não precisarão necessariamente abrir uma conta bancária na Irlanda para comprovar os três mil exigidos pela imigração. O processo pode ser feito agora por meio de um Bank Draft (cheque bancário).

Tipos de contas bancárias:

Conta corrente (conta corrente): esta é uma conta para usar diariamente. Você receberá um cartão em torno de sete dias para fazer pagamentos em geral, depósitos, saques, compras pela internet, etc.

Poupança (Saving account): Na maioria dos bancos é gratuito e com ela você recebe um cartão que você pode sacar dinheiro em caixas eletrônicos da mesma rede bancária. Esta é uma conta que você escolhe se tiver uma graninha extra para deixar rendendo.

Saiba mais sobre os bancos na Irlanda

Bank of Ireland – o Banco da Irlanda é o maior e mais popular entre os estrangeiros do país. Quase todas as principais cidades da Irlanda possuem uma sucursal. Além disso, você encontrará ATMs (caixa eletrônico) na área da Irlanda do Norte, onde você pode acessar libras esterlinas em dinheiro com seu cartão de débito com conversão do dia que sacar o dinheiro.

AIB (Allied Irish Bank) – o IAB ocupa o segundo lugar na lista de popularidade de bancos irlandeses e estão espalhados por todo o país. Como no exemplo do Bank of Ireland, não será difícil encontrar caixas eletrônicos, inclusive na parte da Irlanda do Norte com as mesmas condições que o Bank of Ireland.

Permanent TSB – embora um pouco mais “modesto” do que os anteriores, o TSB oferece muitas vantagens para os estrangeiros. Além disso, sua conta corrente é geralmente gratuita se o uso da conta é muito básico.

Ulster Bank – é muito utilizado na Irlanda do Norte e pelos ingleses. Essa conta é aconselhável se você pretende viajar regularmente para o Norte ou para a Inglaterra, já que não são cobradas taxas extras para saques de libras em caixas eletrônicos.

Auroral Boreal: um fenômeno mágico no céu da Irlanda

Poder presenciar a Aurora Boreal é o sonho de muita gente. E ele pode se tornar realidade na Irlanda. Isso mesmo! Apesar de a Ilha Esmeralda não ser o destino mais procurado para conferir essas luzes deslumbrantes, há relato de pessoas que conseguiram ver o fenômeno no país.  Por exemplo, em 2003, as auroras que apareceram no céu irlandês foram tão fortes, que foram vistas também dos Estados Unidos e Cuba.

Se você está pensando em aproveitar a sua estadia na Irlanda para tentar presenciar a Aurora Boreal, a primeira coisa que você precisa levar em consideração é o local. O norte da ilha é o ponto com a melhor visão do fenômeno, visto que o tempo nublado do resto do país poderá atrapalhar sua experiência. Além disso, o momento mais adequado para apreciar a Aurora Boreal é entre as estações outono e inverno (outubro a março), quando há períodos noturnos mais longos.

Porém, isso não elimina a possibilidade de ver o fenômeno em outras épocas do ano, no entanto, nestas ocasiões, a força das correntes magnéticas precisa estar maior, na medida que possa ultrapassar as nuvens, por exemplo. Caso você queira aumentar a probabilidade de presenciar a Aurora Boreal, os países mais indicados para presenciar a beleza das cores são Noruega, Finlândia, Islândia, Groenlândia, Suécia, Canadá e Estados Unidos.

 

Telefonia móvel na Irlanda: quais são as empresas e serviços disponíveis

Uma das primeiras aquisições do estudante internacional é o chip de telefone com plano de internet. Como no Brasil, a Irlanda também oferece diversos serviços de telefonia móvel, alguns mais em conta e outros nem tanto. O que vale é pesquisar bastante e identificar qual fornece benefícios mais atraentes e que atenda às necessidades de cada pessoa. Fique ligado também, porque vira e mexe há promoções sazonais que valem muito a pena.

Na Irlanda, as principais operadoras são: Lyca mobile, Three, Tesco Mobile, Vodafone e Meteor, que oferecem a opção de programa mensal ou pré-pago. Na primeira, você contrata um pacote e paga após usar o serviço; já a segunda alternativa é o pré-pago, que é ótimo para programar suas despesas, mas pode significar tarifas mais caras. Lembre-se de analisar sua programação de viagem pela Europa (caso você for fazer), pois os valores de serviços fora da Irlanda podem variar bastante.

Como tudo é novidade no primeiro momento, sabemos que fica difícil conhecer a fundo cada operadora e seus serviços. No entanto, existe um site chamado CallCost, que faz comparações entre os pacotes oferecidos de acordo com os dados informados em relação à utilização dos serviços. Uma vez conectado, você terá acesso aos aplicativos, que são muito úteis aos intercambistas, como o Dublin Bus, para pesquisar linhas de ônibus; e o Dublin Bikes, para encontrar estações de bicicletas mais próximas, sem contar o querido Google Translate, e todas as redes sociais.

Veja aqui a matéria que fizemos sobre os principais aplicativos gratuitos em Dublin.

Cinco dicas para não passar aperto (e não pagar mico) nos primeiros dias em Dublin

Quando chegamos em outro país, às vezes demora um pouquinho para nos ambientarmos e sabermos de fato quais as melhores opções que o lugar oferece. Mas é preciso ter calma! Isso é muito comum para qualquer ser humano. Ainda bem que existe a tecnologia e podemos conferir o que as pessoas estão fazendo pelo mundo e traçar nossos caminhos baseados em experiências que deram certo =).

Por isso nós da 3RA preparamos um artigo especialmente para você que está planejando sua viagem para Dublin, Assim você irá chegar munido de algumas informações super importantes para este primeiro momento.

Confira o que reservamos no texto abaixo:

1 – Como sair do aeroporto com transporte público

Uma das dúvidas mais frequentes entre as pessoas que aterrissam em um país diferente é: como vou sair do aeroporto por meio de transporte público? Uma opção bastante econômica em Dublin é o ônibus comum. Você pode optar entre duas linhas – o número 16 (que passa na O’Connell Street) e o 41 (que passa na Lower Abbey Street). Por apenas €3,30 você faz seu trajeto tranquilamente, já que há espaço para você colocar suas malas junto dos passageiros.

Vá com dinheiro certinho e em moedas, pois eles não devolvem troco e não permitem notas altas. Em caso de trocos para quantidades pequenas, eles te darão um papel para trocar o dinheiro no escritório do Dublin Bus, no centro.

2 – Preciso de internet o mais rápido possível!

Sim, nós te entendemos! Na era da tecnologia, a internet no celular chega a ser primordial em nossa vida, seja para dar um alô para a família e dizer que chegou bem, ou até postar aquela foto que inaugura sua estadia na Ilha Esmeralda. No primeiro momento você pode usar a internet do aeroporto de Dublin, mas e depois? A boa notícia é que a Irlanda conta com algumas operadoras de celular que oferecem planos acessíveis para quem acabou de desembarcar no país. Todas as lojas estão praticamente na Henry Street, que fica localizada no centro da cidade e bem próxima à famosa escultura The Spire.

3 – Não se perca nas ruas de Dublin

Falando em Spire, este é o local de encontro para quem quer se localizar nos primeiros dias em Dublin. A escultura, situada na O’Connell Street, coração de Dublin, possui 120 metros de altura com três metros de diâmetro em sua base, o qual vai estreitando até chegar aos 15 centímetros no ponto mais alto. De longe, você consegue enxergá-lo e se você perguntar para qualquer pessoa na rua, certamente ela saberá te direcionar até lá. O local tem uma atmosfera diferente, pois combina uma série de prédios clássicos e históricos, o que dá um tom bem peculiar para encontros entre amigos.

4 – Deixe uma blusa quentinha e um guarda-chuvas na bolsa de mão

Independente da época do ano que você vai desembarcar em Dublin, é fundamental que tenha uma blusa mais quentinha em mãos para não passar aperto. Aqui é assim: você acorda e olha pela janela aquele solzão. Vai tomar banho todo feliz já pensando na roupa que vai usar. Quando sai, o tempo já está meio nublado e ventando.. Então, se você checou a temperatura dos primeiros dias de Dublin, certamente ela vai mudar (rs).

Outro ponto importante a considerar é a chuva. Às vezes, o guarda-chuva não será o suficiente, então se você tiver um casaco impermeável será bem-vindo, porque venta muito! No verão (entre junho e agosto), outono (setembro a novembro) e inverno (dezembro a fevereiro) o clima é chuvoso. A época do ano mais ensolarada e com temperaturas frescas é a primavera (março a maio).

5 – Costumes curiosos

A primeira coisa que nós, brasileiros, achamos bem diferente em países na Europa é a capacidade de cumprimentar e agradecer por tudo. E por aqui não é diferente. Desde uma pessoa na rua que deixou você atravessar na frente ao motorista do ônibus que parou no ponto, os tradicionais“Hello” (olá, em inglês) e o “Thank you” (obrigada, em inglês) são muito utilizados.

Outra coisa muito bacana dos irlandeses é que eles te dão troco em moedas caso você precise pagar o ônibus. É só fazer uma compra de qualquer valor no seu cartão e pedir o “cashback”, ou seja, a pessoa do caixa vai passar uma quantia superior no cartão e devolver aquela diferença em moedas.

Não se preocupe se você não tem a roupa da moda ou acha que não está “apropriado” para sair. Aqui na Irlanda as pessoas não ligam para isso, sério! Se você sair de pijama, saia, short ou cabelo para cima, ninguém vai te julgar. Portanto, a dica é: não faça cara de desaprovação quando encontrar algum irlandês com uma roupa diferente ou penteado alternativo pela rua.

Como levar medicamentos para a Irlanda

Levar remédios em viagens internacionais é sempre uma dúvida, pois a regra pode variar de acordo com o país de destino. Pensando nisso, fizemos um texto para esclarecer o tema aos viajantes que estão planejando sua estadia na Irlanda.

De modo geral, qualquer quantidade de remédios que exceda três meses, além dos remédios controlados e seringas ou agulhas devem ser declarados e explicados por meio de carta de seu médico.

Posso levar qualquer tipo de remédio? Sim, desde que ele seja legal e esteja na embalagem original, acompanhado da receita em caso de medicamentos controlados. É recomendado levar todos os remédios que você costuma tomar no Brasil, pois na Irlanda, a comercialização de remédios é bem restrita. Mesmo que você vá ao médico, ele pode prescrever algum medicamento que não seja o que você está acostumado.

Devo levar os remédios na mala de mão ou despachá-los? Não há nenhum tipo de problema em despachar os remédios na mala. Apenas, certifique-se de que eles estejam vedados corretamente, sem perigo de vazamento no caso dos medicamentos líquidos. É muito importante manter a bula nas embalagens, pois caso alguém lhe pergunte, você tem todas as informações necessárias. Se precisar tomar algum remédio durante a viagem, você pode levá-lo dentro da bagagem de mão. Caso ele seja controlado, carregue um laudo, com seu nome e assinatura de um médico, justificando o uso contínuo do medicamento.

Qual a quantidade máxima de medicamentos que eu posso levar? A recomendação é que você leve a quantidade de remédios que atenda o tempo que você permanecer no país (Ex.: anticoncepcional, aspirinas, etc). Medicamentos como colírios e soros fisiológicos para lentes de contato podem ser transportados sem prescrição médica, desde que não excedam 100 ml.

É necessário que meu médico faça uma declaração em inglês? Não há nenhuma recomendação oficial sobre transportar declarações em inglês, mas é bom se prevenir. Como você está indo para um país de língua inglesa, vale a pena pedir ao seu médico que faça uma declaração simples, com o número de caixas ou cartelas levadas, atestando a necessidade do uso daquele medicamento.

Como levar seu animal de estimação para a Irlanda

É muito difícil fazer um intercâmbio e deixar para trás o nosso querido animal de estimação, afinal de contas, ele também faz parte da família, não é mesmo?

Portanto, se você vai embarcar para a Irlanda e quer  levar o seu bichinho, é preciso ficar atento! O país tem um controle rígido para a entrada de pets a fim de garantir que doenças como a raiva não entrem na ilha.

É importante saber que as regras são diferentes dependendo do país de origem. De uma maneira geral, os países de fora da União Europeia (UE) são divididos em duas categorias: países de baixo risco e países de risco elevado.

Confira aqui a lista dos países considerados de baixo risco

Um animal de estimação proveniente de um dos países da lista acima – ou seja de baixo risco e elegível – que não seja membro da União Europeia (UE), precisa seguir os requisitos abaixo na seguinte ordem:

1 – Ser identificado por um microchip
2 – Ser vacinado contra a raiva
3 – Ter um certificado veterinário emitido e aprovado por uma autoridade competente do país de origem. Os cachorros precisam ser tratados contra a tênia entre 24 e 120 horas anteriores à viagem. Tratamento para carrapatos não é obrigatório, mas é aconselhável realizá-lo obedecendo o mesmo tempo de antecedência do tratamento da tênia.

O animal de estimação proveniente de um país de elevado risco e não elegível, como no caso do Brasil, precisa preencher todos os requisitos anteriores e ainda realizar uma análise sanguínea após a vacinação contra a raiva, com, no mínimo, três meses de antecedência da viagem. Além disso, o animal precisa ser transportado para a Irlanda por meio de linha aérea aprovada e esta deve ser informada com certa antecedência que o animal está viajando com você para fins não comerciais.

Para mais informações, consulte o site do Departamento da Agricultura, Alimentação e Vida Marinha.

Principais aplicativos gratuitos para intercambistas em Dublin

Na era da tecnologia, tudo está conectado e pronto para facilitar nossa vida. Os aplicativos de celular fazem parte do nosso cotidiano e nos direcionam em diversas situações como nos quesitos transporte, acomodação, clima, entre outros temas. Além disso, muitos deles oferecem descontos para passeios e eventos, que só podem ser acessados via mobile. Então, se você está em Dublin, se liga nas dicas abaixo sobre os aplicativos que são realmente “uma mão na roda”.

Dublin Bus

Disponível para Android e iOS, o Dublin Bus te ajuda a não perder o horário do seu ônibus. O aplicativo tem mais de cinco mil veículos cadastrados, além de te mostrar num mapa todos os pontos onde o ônibus escolhido tem parada. Você consegue programar sua viagem, uma vez que você tem acesso ao cronograma de horários em tempo real e assim, sair com a antecedência necessária de sua casa. Se você utiliza diariamente o mesmo sistema de transporte, é possível salvar as paradas mais utilizadas.

Dublin Bikes

A cidade de Dublin proporciona uma estrutura muito favorável para os apaixonados por bicicleta. Há várias faixas exclusivas e a população tem consciência que este é um dos principais meios de transporte por lá. Por isso, há várias estações de bike, que você pode encontrar facilmente pelo aplicativo Dublin Bikes, disponível para clientes Android. Cada ponto tem aproximadamente 15 bicicletas e para usar, basta acessar com seu ticket (paga-se uma anuidade para utilização durante 30 dias) e pegar uma bicicleta em qualquer estação e depois devolvê-la no mesmo ponto ou em outro credenciado.

Veja aqui o que você precisa saber ao andar de bike em Dublin.

Dublin Map and Walks

Este aplicativo é direcionado ao amantes da caminhada, que gostam de desbravar a cidade a pé. E para você não perder tempo, o aplicativo Dublin Map and Walks vai te ajudar a encontrar diversas atrações turísticas durante seu trajeto e qual o melhor caminho para chegar caminhando até o local. O aplicativo é gratuito, mas está disponível apenas para usuários iOS. Quem tiver Android, uma alternativa é o Dublin Offline City Map, que oferece suporte bem semelhante e ainda funciona sem conexão à internet.

Luas

O Luas é uma espécie de metrô de superfície que liga a região central de Dublin com áreas mais afastadas da cidade. Disponível para clientes Android e iOS, o aplicativo te permite acessar em tempo real as chegadas em cada ponto, calcular o valor das tarifas entre diferentes estações, horários de funcionamento, encontrar os pontos mais próximos baseados em sua localização e te direcionar até lá.

Hailo

Raramente você precisará de um táxi em Dublin, já que a cidade oferece estrutura muito eficiente com seu transporte público. Porém, se for necessário em algum momento, o aplicativo que vai te ajudar é o Hailo, que está disponível para Android e clientes iOS. Pela plataforma, é possível encontrar o táxi mais próximo e fazer o pagamento via cartão previamente cadastrado.

Dublin Event Guide for Free Events

Com este aplicativo você terá diariamente uma lista de eventos gratuitos que estarão rolando pela cidade de Dublin. Nada melhor que ter tudo na palma da mão para se organizar e aproveitar melhor cada momento de sua viagem, e ainda com opções gratuitas. O aplicativo está disponível para download apenas para clientes iOS , porém você clicar neste link e acessar a página de eventos do aplicativo pelo navegador de seu celular ou computador.

Just eat

Para aqueles dias mais preguiçosos, é muito bom pedir comida em casa, não é? Para isso, o aplicativo Just Eat é uma ótima opção. Colocando apenas o CEP, o aplicativo se encarrega de listar todos os restaurantes próximos, aí é só pedir! Disponível para clientes Android e iOS.

Quer conhecer mais a cidade de Dublin? Clique aqui e saiba mais.

St patricks day

Saint Patrick’s Day: conheça a data mais importante para os irlandeses

O Saint Patrick’s Day é o feriado mais esperado e festejado na Irlanda. Comemorado no dia 17 de março, a data é uma homenagem a São Patrício, o padroeiro do país. As pessoas saem às ruas para assistirem aos desfiles vestidas de verde, uma tradição desde o fim dos anos 1700, que exalta a cor da Irlanda e também do trevo da sorte que acompanha São Patrício. Diversos outros países, como Estados Unidos, Canadá e Austrália também comemoram amplamente a data, e até o nosso querido Brasil já aderiu ao tema.

A festa se propõe a refletir os talentos e conquistas do povo irlandês, portanto não se restringe à capital Dublin. As paradas acontecem em diversas cidades, com muita gente pela rua fantasiada e pintada de verde. Entre as crianças, há a tradição de beliscar os amigos que não vestem a cor tradicional neste dia. A programação é bastante variada com shows, feiras e muita cultura pela O’Connel Street, que fica lotada, portanto chegue cedo para conseguir assistir aos desfiles, que são gratuitos. E se você quiser participar de uma dessas paradas, é só acessar o site do evento e se programar.

Sabemos que é proibido consumir bebida alcoólica nas ruas da Irlanda, porém no Saint Patrick’s Day é aberta uma exceção, apesar de existirem alguns relatos que policiais permanecem nas ruas recolhendo bebidas, portanto, fique atento!

Embora seja primavera na época do festival, vá preparado para rua, pois é frio! Os termômetros começam a ensaiar uma alta, porém a média fica em torno de °C 6. Mas se engana quem pensa que o frio espanta as pessoas. Faça chuva ou faça sol, as ruas permanecem lotadas.

Conheça os feriados na Irlanda

O governo irlandês reconhece nove feriados oficiais no país ao longo de um ano, que podem ser comemorados em um dia especial ou às segundas-feiras. Eles são chamados de feriados bancários (Bank Holiday, em inglês) e nestes dias, instituições de ensino e a maior parte do comércio não abrem. Serviços públicos como transporte, saúde e segurança seguem operando, mas em esquema de plantão ou com horários restritos.

Os nove feriados de âmbito nacional na Irlanda são:

Ano-Novo (1° de janeiro) – O primeiro dia do ano é bem parecido com o que acontece no Brasil. A maior parte das lojas, bem como os restaurantes e pubs fecham, e caso façam expediente podem mudar o horário, como iniciarem as atividades mais tarde ou terminarem mais cedo. O transporte público funciona, mas com algumas limitações.

St. Patrick’s Day (17 de março) – O feriado de São Patrício é o mais importante celebrado pelos irlandeses. Na verdade, é uma grande festa aguardada por todos, com desfiles e alegria de sobra pelas ruas. Antigamente era um feriado religioso, mas hoje é uma representação da cultura irlandesa. As lojas terminam o expediente mais cedo e o transporte público funciona com algumas restrições.

Segunda-feira de Páscoa (17 de abril) – A Páscoa é uma data muito importante para os irlandeses, já que o país é predominantemente católico. Neste dia, pubs e restaurantes podem mudar seus expedientes, como abrirem mais tarde ou fecharem mais cedo. O transporte público também funciona com restrições, mas tudo vai depender do local onde você está.

Há ainda diversos feriados públicos entre maio e outubro na Irlanda. Nestas datas, os estabelecimentos comerciais das áreas urbanas permanecem abertos, porém em lugares mais distantes, como cidades menores e aldeias, o serviço fica mais limitado. O transporte público também funciona com restrições. Veja abaixo quais são esses feriados:

Primeira segunda-feira de maio (1° de maio) – Dia do Trabalho – Momento em que as pessoas reservam para fazer campanhas em direito aos trabalhadores.

Primeira segunda-feira de junho (5 de junho) – Feriado bancário de junho – Momento para desfrutar do clima primaveril e participar de eventos culturais e esportivos locais.

Primeira segunda-feira de agosto (7 de agosto) – Feriado bancário de agosto – Muitas pessoas tiram um curto período de férias ou fazem visitas a eventos culturais na Irlanda.

Última segunda-feira de outubro – (30 de outubro) – Feriado bancário de outubro / Halloween
É tempo de festivais culturais, além dos tradicionais eventos de Halloween.

Feriados de Dezembro:

Natal (25 de dezembro) – No Dia em que é celebrado o Natal, você vai encontrar praticamente todos os estabelecimentos comerciais fechados e o transporte público não funciona. Porém, é possível reservar um táxi.

St. Stephen’s Day (26 de dezembro) – O Dia de São Estevão, também chamado de Boxing Day na Irlanda do Norte, é o início não oficial das liquidações pós-Natal, porém em algumas cidades menores, as lojas permanecem fechadas. Os pubs abrem e o transporte público funciona com restrições.