Posts

Depoimento: “Como consegui um emprego na minha área mesmo ainda sendo estudante no Canadá”

Conseguir um emprego em sua área de atuação é o sonho de qualquer brasileiro que chega ao Canadá. Afinal, nada melhor do que trabalhar com o que a gente gosta, não é mesmo?

Porém, muitas vezes, quando se é estudante, a limitação do visto de 20 horas semanais pode tornar a busca por esse trabalho um pouco mais complicada, já que as empresas costumam preferir pessoas com disponibilidade full-time e, por isso, nesta fase inicial, os estudantes costumam buscar mais por posições entry level.

No entanto, com muito esforço e dedicação, os caminhos vão se abrindo e nós da 3RA Intercâmbio temos excelentes exemplos que comprovam esse fato. Um deles é o Danilo Sales, de 22 anos, nosso cliente, que atualmente é agente de reservas e vendas da Harbour Air.

Danilo é de São Paulo e chegou em Vancouver em dezembro de 2015. “Vim pela primeira vez em dezembro de 2011 para estudar inglês. Passei dois meses aqui e foi uma experiência incrível, me identifiquei muito com a cidade. Na época eu tinha 17 anos, então tive que voltar ao Brasil. Comecei a faculdade, mas sempre tive em minha cabeça que iria voltar”, disse.

Formadovancouver-2 em Aviação Civil, antes de embarcar para o Canadá ele trabalhava como analista de rentabilidade e vendas na Avianca Brasil. Atualmente, Danilo estuda Business Management na Douglas College.

“O curso de aviação civil é muito específico, então queria um curso que poderia complementar a graduação que já tenho no Brasil e que poderia abrir mais as portas para mim aqui em Vancouver. Fui na 3RA de São Paulo e conversei com a Hebe, que me apresentou algumas opções. Escolhi a Douglas, e não me arrependo da escolha”, contou.

Antes de conseguir o emprego na Harbour Air – uma empresa de hidroaviões de Vancouver – Danilo teve alguns outros empregos na cidade. “Meu primeiro trabalho foi no BC Place, o estádio onde acontecem os jogos do Whitecaps e do BC Lions. Comecei a trabalhar lá em março de 2016, mas era um trabalho casual, só trabalhava quando tinha jogo, ou seja, em torno de quatro vezes por mês, já que a temporada do BC Lions ainda não tinha começado. Trabalhei como caixa nos stands de alimentação”, falou.

Durante o primeiro semestre na Douglas, Danilo optou por ficar apenas neste emprego, já que ainda estava se adaptando ao College que, de acordo com ele, é bem puxado. “Quando entrei no summer break, na metade de abril de 2016, queria encontrar um trabalho full-time e a primeira oportunidade que apareceu foi em um warehouse, mas logo em seguida, também fui contratado por um fast-food mexicano. Porém, fiquei muito pouco tempo lá, já que recebi a proposta da Habour Air, onde trabalho atualmente”, relembrou.

Segundo Danilo, a Habour Air faz voos regulares para algumas cidades de British Columbia e também voos panorâmicos em Victoria, Vancouver e Whistler. “Me inscrevi para a vaga pelo próprio site da empresa no início de fevereiro de 2016 e não tinha recebido nenhum contato deles, até que na metade de abril do mesmo ano recebi um e-mail da gerente da área de reservas informado que eles tinham aberto novas vagas para o Verão e perguntando se eu tinha interesse de participar do processo seletivo. Respondi o e-mail logo em seguida e marcamos uma entrevista”, disse.

De acordo com ele, a entrevista durou cerca de uma hora e no dia seguinte a gerente já enviou um e-mail agradecendo e pedindo por referências, incluindo alguma que já estivesse no Canadá. “Passei duas referências do Canadá e uma do Brasil, mas ela só entrou em contato com uma delas, e no Brasil. Fui contratado uma semana depois, exatamente no dia do meu aniversário, 26 de abril. Trabalhei full-time durante o verão e, quando as minhas aulas recomeçaram, passei a trabalhar somente as 20 horas semanais que o meu visto permite e passei de temporário para regular”, destacou.

Danilo aprendeu com a prática como conciliar o estudo e o trabalho. “O College é bem puxado, são muitos trabalhos e provas, mas como meus shifts no trabalho são regulares, isso me ajuda muito. Além disso, no meu primeiro semestre eu estava fazendo quatro matérias, depois disso aprendi e passei a pegar só três matérias, acho que foi uma ótima decisão para poder conciliar estudo e trabalho”, explicou.

Workshops da 3RA Intercâmbio

Antes de conseguir o emprego, Danilo participou de dois workshops da 3RA Intercâmbio sobre emprego. “Os wvancouver-3orkshops da 3RA esclareceram muitas coisas sobre o mercado daqui e também sobre como fazer um currículo e uma cover letter no modelo canadense, que era o que eu tinha mais dificuldade. A Brenda – que é a palestrante – é uma pessoa incrível e após um dos workshops que participei, enviei meu currículo para que ela avaliasse e ela respondeu prontamente com um feedback sobre as alterações que eu deveria fazer”, contou.

Dicas

Para quem está buscando emprego na área, a dica de Danilo é persistir. “Você não pode se acomodar. Tem que correr atrás e não se limitar apenas a uma ferramenta de busca. Tem que entrar nos sites das empresas e se cadastrar, usar o Linkedin, Monster.ca, Indeed, além de comparecer nas feiras de recrutamento que sempre aparecem pela grande Vancouver. Eu fui em todas que apareceram. Nessas feiras, você vai ter contato direto com o empregador e vai poder entregar o seu currículo diretamente para ele”, aconselhou.

Já para quem é recém-chegado e precisa conciliar estudo e trabalho, Danilo tem outra dica. “Eu recomendaria focar primeiramente no estudo e na adaptação da nova rotina e depois se preocupar com o trabalho. Foi isso que eu fiz. Tenho certeza que esse primeiro semestre de adaptação foi essencial para mim”, revelou.

Para completar, Danilo conta que o segredo é nunca desistir. “Passamos por muitas dificuldades no início dessa nova vida, mas tenho certeza que tudo vai valer a pena”, finalizou.

Depoimento: O primeiro emprego no Canadá – Desafios e futuro

Todos os anos, milhares de brasileiros deixam para trás suas carreiras e chegam ao Canadá em busca de novas oportunidades e qualidade de vida. De olho no futuro, enquanto estudam e aprimoram o inglês para conseguir uma colocação na área que desejam, eles partem para os empregos “entry level”, como aqui são conhecidos os cargos nas áreas de comércio e construção, por exemplo. Ao contrário do que muita gente pensa, esses cargos não são exclusividade de estrangeiros: Existem milhares de canadenses que também trabalham nessas vagas. No Canadá não existe este tipo de preconceito e trabalho é trabalho. Todo mundo consegue viver bem trabalhando com o que escolheu. Por isso, antes de embarcar, é preciso deixar este pensamento de lado e, em seguida, se preparar para garantir o seu primeiro emprego em terras canadenses.

O administrador de empresas Henrique Matsuda Itoh deixou o Brasil há quase dois anos atrás. Ele viajou para Vancouver com a intenção de aprimorar o inglês, mas encontrou inúmeras novas possibilidades no país e agora estuda para trabalhar no futuro com ilustração, animação e modelagem 3D. “Eu sempre gostei muito de desenhar e meus amigos, familiares e professores sempre elogiavam meu trabalho. Quando cheguei ao Canadá descobri inúmeras empresas da área de cinema e inúmeras escolas. Vi uma oportunidade única de conseguir conhecimento e, quem sabe, uma chance de expor minha habilidade e garantir o emprego dos meus sonhos”, revelou.

henriqueEnquanto se prepara para a nova carreira, Henrique trabalha como lavador de pratos em um restaurante.  “Eu era caixa de banco no Brasil e apenas essa informação já mostra o quanto era estressante a minha vida profissional. Trabalhar como lavador de pratos nunca me incomodou, ainda mais porque no Brasil eu trabalhava em um emprego que não gostava. Agora estou focado no futuro, pois quero trabalhar com algo que me dê prazer. Nós passamos grande parte da vida trabalhando, então tem que ser com algo que a gente goste”, destacou.

Para conseguir o primeiro emprego em um restaurante, como todo recém-chegado ao país, Henrique precisou se preparar e contou com a ajuda de amigos. “Como não conhecia como era o sistema empregatício no Canadá fiquei muito perdido. Por sorte, um amigo me indicou para o trabalho. Aqui o mercado para empregos entry level é abundante, mas é preciso saber como procurar por essas vagas. Tudo depende muito do tipo de trabalho que você está procurando”, falou.

Segundo Henrique, o que sempre funcionou para ele na hora de buscar um emprego foi poder contar com sua rede de contatos e persistência. “As empresas aqui prezam muito por indicação. Por isso a minha dica é sempre fazer o máximo de contatos possível. Para quem acabou de chegar e ainda não conhece ninguém, é bom sempre ter cópias do currículo com você e ir andando pela cidade. Sempre tem alguma placa de ‘contratando’ em alguma loja. Também é legal procurar em sites como o Craigslist. Outro ponto importante é persistir. Se o empregador prometeu que vai ligar e não ligou, volte e pergunte sobre o emprego novamente”, sugeriu.

Por fim, Henrique destacou que antes de embarcar é preciso ter pé no chão. “Se você não é daqueles que já vem com um emprego garantido do Brasil para cá, não tenha a ilusão de que você vai conseguir um emprego na sua área rapidamente quando chegar aqui. É importante se preparar e estudar bastante. Antes de cair de cabeça nesta aventura, pesquise muito sobre sua área de atuação. Já para aqueles que assim como eu irão mudar de área, é bom ter em mente que a mudança não será apenas na carreira, mas também no estilo de vida. Aqui o clima é diferente, a cultura é diferente, a comida… mudança total”, finalizou.

Clique aqui e saiba como estudar e trabalhar no Canadá

Concluindo um curso no Canadá? Saiba como os recém-graduados de sua área estão se saindo no mercado

Muitas pessoas que chegam ao Canadá para fazer programas de certificado, diplomas, bacharelados ou até mesmo mestrados, costumam ficar um pouco perdidas no início, sem saber muito sobre a realidade de sua profissão e dos recém-formados naquela área. É normal ter curiosidade em saber como é o salário e a empregabilidade de uma pessoa que concluiu o mesmo tipo de programa que você está cursando e, na maioria das vezes,  por ser novo no país, você não tem a quem recorrer para adquirir essa informação. Por isso, nós da 3RA Intercâmbio resolvemos apresentar uma ferramenta muito útil desenvolvida pelo governo do Canadá: a “career tool”.

Para quem não conhece, a career tool é uma das muitas utilidades do site “Job Bank” – que já abordamos em textos anteriores. Ela oferece um relatório completo e detalhado das mais diversas áreas de formação e o mais interessante é que é possível pesquisar as informações baseando-se nos níveis educacionais. Por exemplo: Se você é um profissional de Marketing e está concluindo o seu curso de diploma em um College, é só colocar essas informações no sistema de busca. Veja na imagem abaixo:

Marketing 1 step
Ao clicar na opção “Search”, imediatamente a ferramenta irá gerar um relatório completo mostrando a porcentagem dos recém-graduados no Canadá que estão empregados, desempregados e que não estão procurando por oportunidades no momento. Além disso, você também terá acesso a média salarial anual e suas variações. Você também vai saber se eles estão empregados em áreas relacionadas ou não, quantos deles escolheriam estudar marketing novamente e quantos pensam em continuar seus estudos. Desta forma, você consegue ter um panorama geral do mercado de acordo com o curso que escolheu ou está cursando.

Marketing step 2

 

Na mesma ferramenta, você também consegue acessar as 25 áreas mais bem pagas de acordo com o nível educacional: Diploma, Bachelor ou Master.

Marketing step3

E não para por aí! Você também consegue ter uma visão geral da sua profissão atualmente em cada província canadense. É só clicar no campo “outlook” e digitar o emprego desejado. Por exemplo, nós pesquisamos sobre a profissão “jornalista” em British Columbia e o site informou que as perspectivas de emprego para estes profissionais são boas entre 2015 e 2017. Veja abaixo o relatório completo:

 

Gostou das dicas? Então não perca tempo! É só pesquisar pelo nome de sua profissão e programa para descobrir muitas informações interessantes!

Clique aqui e saiba como trabalhar no Canadá