Posts

Currículo e cover letter para procurar emprego no Canadá

O mundo mudou. A tecnologia conecta pessoas mais do que nunca, mas para conseguir uma entrevista de emprego o melhor caminho ainda é investir no bom e velho currículo. Esse sim, precisou acompanhar as mudanças do mercado e, principalmente, chamar atenção do selecionador em no máximo 10 segundos.

Isso mesmo! 10 segundos é o tempo que você tem para convencer a empresa que é o melhor candidato para a vaga através do seu currículo.  Quem revela esse segredo do mundo das contratações é a especialista em consultoria de emprego e programas de treinamento para o mercado de trabalho, Brenda Crump. E tem mais, a primeira coisa que o responsável pela contratação vai olhar no currículo é se você tem as habilidades procuradas para a vaga, se essa informação não estiver muito clara, e exposta no documento no local estratégico, em alguns segundos seu currículo será deixado de lado e sua chance também.

Outro ponto que precisa ganhar destaque no seu resumo profissional é a vaga que você está interessado. Nos cruciais 10 segundos, essa informação também precisa ser facilmente localizada pelo empregado. Só depois de checar qual vaga a pessoa está interessada e se ela possui as habilidades desejadas, é que o empregador vai dedicar mais tempo para olhar os outros detalhes do seu resumo profissional.

Importância do currículo no Canadá

Apesar do crescimento de outras ferramentas de contratação como o LinkedIn (rede social focada em negócios, carreira e emprego), Crump conta que, no Canadá, um bom currículo ainda pesa muito para que qualquer pessoa consiga uma chance para ser entrevistado e assim mostrar pessoalmente para a empresa suas qualidade. “O resume é um documento muito importante para aqueles que estão a procura de emprego no Canadá”, explica.

Outra dica que a especialista dá é sobre o modelo do currículo. Segundo Crump, oportunidades diferentes de trabalho vão mudar também o estilo do documento. No Canadá são usados principalmente três tipos, sendo dois deles muito populares. Ela explica que “se você, recém-chegado no Canadá, quiser  impressionar o empregador, é muito importante escolher o estilo certo de currículo, especialmente se você tem um alto nível de educação e está disposto a entrar no mercado de trabalho mesmo que atendendo a cargos iniciais de carreira”.

Sobre a Cover Letter

Perguntamos para a especialista qual outro ponto que atrapalha os candidatos quando estão buscando por emprego. Para os brasileiros um ponto que deixa a desejar é a Cover Letter, já que esse tipo de documento não é usado no Brasil. Crump explica que a carta realmente é importante para os empregadores canadenses, e que precisa ser escrita pensando exclusivamente na vaga que o candidato está aplicando. Além da própria apresentação, o documento deve incluir informações sobre a empresa, a vaga desejada e como o candidato se vê na posição e como poderia ajudar a empresa em seus objetivos. O fato é que para escrever esses pontos, o candidato precisa de conhecimento, pesquisa, dedicação. As empresas gostam de ver isso. 

Mão na massa

Procurar emprego é uma tarefa que muda de um país para outro, e não conhecer os aspectos diferentes desse processo pode tirar bons candidatos da competição. Por isso, pensando em ajudar seus clientes a se destacarem na busca por oportunidades de emprego no Canadá, a 3RA Intercâmbio promove mensalmente workshops presenciais explicando justamente como deixar seu currículo do Brasil com cara de canadense, como escrever sua cover letter e claro, como se portar na hora da entrevista. Tudo isso para aumentar as chances de você, que já está no Canadá, conseguir um emprego.

Fique de olho na nossa fanpage para saber mais sobre os workshops e outros eventos feitos especialmente para você!

O que colocar no currículo para procurar emprego no Canadá

10 segundos. Esse é o tempo que você tem para convencer a empresa que é o melhor candidato para a vaga através do seu currículo.  Quem revela esse segredo do mundo das contratações é a especialista em consultoria de emprego e programas de treinamento para o mercado de trabalho, Brenda Crump. E tem mais, a primeira coisa que o responsável pela contratação vai olhar no currículo é se o candidato tem as habilidades procuradas para a vaga, se essa informação não estiver muito clara e exposta no documento, em menos de 10 segundos seu currícilo será deixado de lado.

Outro ponto que precisa ganhar destaque no seu resumo profissional é a vaga que você está interessado. Essa informação também precisa ser facilmente localizada pelo empregador nos 10 segundos de análise do seu currículo. Só depois de checar qual vaga a pessoa está interessada e se ela possui as habilidades desejadas, é que o empregador vai dedicar mais tempo para olhar os outros detalhes do seu resumo profissional.

Apesar do crescimento de outras ferramentas de contratação como o LinkedIn (rede social focada em negócios, carreira e emprego), Crump conta que um bom currículo ainda continua sendo a maneira número 1 para conseguir uma entrevista de emprego no Canadá. “O resume é um documento muito importante para aqueles que estão a procura de emprego no Canadá”, explica.

Outra dica que a especialista dá é sobre o modelo do currículo. Segundo Crump, oportunidades diferentes de trabalho vão mudar também o estilo do documento. No Canadá são usados principalmente três tipos, sendo dois deles muito populares. Ela explica que “se você, recém-chegado no canadá, quiser  impressionar o empregador, é muito importante escolher o estilo certo de currículo, especialmente se você tem um alto nível de educação e está disposto a entrar no mercado de trabalho mesmo que atendendo a cargos iniciais de carreira”.

Erros mais comuns

Perguntamos para a especialista quais são os erros mais comuns que os candidatos internacionais cometem quando estão a procura de emprego no Canadá. Além do ponto já mencionado em relação ao template do documento, outro erro comum é quando o brasileiro vai traduzir as habilidades e experiências anteriores e acaba usando termos errados, que em inglês não significam o que o candidato quis dizer. “É aconselhável deixar que um profissional em currículo verifique os termos usados no seu documento para ter certeza que tudo está perfeito antes de enviar para a empresa em que busca da vaga”, Crump.

Quando o candidato recebe esse suporte de um profissional que entende de currículo, ele sai na frente até mesmo dos canadenses. Brenda conta que muitos nativos não sabem como fazer um currículo profissional. “Ter a ajuda de um especialista é uma forma do profissional brasileiro se destacar no processo de seleção”.

Mão na massa

Procurar emprego é uma tarefa que muda de um país para outro e não conhecer os aspectos diferentes desse processo pode tirar bons candidatos da competição.  A 3RA Intercâmbio decidiu então abordar temas relacionados ao mercado de trabalho e procura de emprego com o intuito de instruir seus clientes que estão no Canadá. Por isso, a empresa oferece mensalmente workshops presenciais em Vancouver ministrados pela especialista em carreiras Brenda Crump. Curta nossa fanpage no facebook para saber a data do próximo evento.