Posts

Área de TI no Canadá: “Como eu consegui o meu primeiro emprego”

Todos os anos, muitos brasileiros da área tecnológica chegam ao Canadá em busca de novas oportunidades. Atraídos por informações de que a área de TI no Canadá está crescendo e que a demanda de profissionais é grande, eles chegam esperançosos e a procura de seu lugar ao sol no mercado canadense. 

E foi pensando nisso que nós decidimos entrevistar o nosso cliente Leandro Pimentel, de São Paulo. Morando no Canadá há pouco mais de um ano, ele atualmente trabalha como Software Technical Support em uma empresa especializada em desenvolvimento de softwares para parques e áreas de recreação de municípios canadenses. 

A busca pelo primeiro emprego na área de TI no Canadá

De acordo com Leandro, no início, a caminhada foi difícil. “Cheguei ao Canadá em Julho de 2016 e foi complicado acostumar com o processo seletivo daqui. Fui gerente de customer support no Brasil na Microsoft e, por isso, pensei que seria relativamente tranquilo. Me enganei”, contou.

Diferenças entre os processos de seleção no Brasil e no Canadá

Segundo ele, uma das principais diferenças que notou foi a duração dos processos seletivos. “No Canadá a seleção é bem mais lenta e com muitas etapas”, disse.

Outro ponto observado por ele foram os fatores considerados pelo empregador canadense na hora de escolher o melhor candidato. “Fiz várias entrevistas para cargos da área de TI. Neste processo, percebi que as empresas não se importam tanto com o cargo que você tinha em seus trabalhos anteriores. Eles avaliam muito mais como era o seu dia a dia e quais eram as suas funções”, falou.

A adaptação do currículo e o conhecimento de termos específicos utilizados pela área de TI no Canadá também fizeram a diferença na busca pelo emprego.  “Quando comecei a ser chamado para entrevistas, notei que muitas eram para vagas relacionadas a área de vendas e não de TI. Foi aí que me deram uma dica para mudar o título da vaga que estava procurando. No Brasil, parte das vagas da área de suporte tem título de customer service, mas aqui no Canadá é necessário ser bem mais específico na busca. Então comecei a procurar por vagas com o título technical support analyst e deu certo”, revelou Leandro.

O primeiro emprego na área de TI veio após três meses de Canadá. “Sempre estudei bastante sobre as empresas antes do processo seletivo. Eu procurava me adaptar aos tipos de perguntas que elas geralmente faziam. Mesmo assim, demorou para conseguir algo. Acho que o principal motivo foi o fato de eu não ter experiência na área no país”, revelou Leandro.

Carreira na área de TI no Canadá

O primeiro emprego de Leandro na área foi como Technical Support Analyst em uma empresa que desenvolve sistemas para bares e restaurantes dos Estados Unidos e do Canadá. “O salário era menor do que o que eu ganhava trabalhando em construção – que foi um trabalho temporário que tive – mas era a única maneira de eu entrar no mercado de TI aqui no Canadá. Foi um excelente período de aprendizado, usei o inglês quase 100% do meu dia e aprendi que o ritmo de trabalho aqui é mais tranquilo do que no Brasil”, destacou.

Após quatro meses, Leandro foi chamado para o emprego atual, na empresa que desenvolve softwares para parques e áreas de recreação. “Minhas responsabilidades vão desde testar o software para achar possíveis falhas, até entrar em contato com o cliente e garantir que está tudo funcionando perfeitamente”, explicou. “Hoje, sinto que estou no caminho certo. Me sinto feliz onde trabalho, tenho a oportunidade de crescer profissionalmente, fazer amigos de várias culturas diferentes e continuar aprendendo algo novo todo dia”.

Dicas para os recém-chegados ao Canadá

Para quem está embarcando ou acabou de chegar ao Canadá, Leandro tem uma dica: “Acho que a maior lição que você aprende quando vem para o Canadá é recomeçar.  É preciso ser humilde e não tirar o foco do seu objetivo, pois o mercado canadense é exigente. Talvez você tenha que trabalhar com algo totalmente novo no início. Outras vezes, você vai até duvidar de si mesmo. Porém, no final, a recompensa é grande: a qualidade de vida.”

Leia mais:

TI no Canadá: Profissões em demanda

Depoimento: “Como consegui um emprego na área de recursos humanos no Canadá”

emprego no Canadá

Empregos no Canadá: como organizar sua pesquisa

Mandar currículo para todas as vagas de empregos no Canadá pode parecer uma estratégia. Isso é muito comum, principalmente, quando estamos iniciando nossa carreira no país. Porém, esta busca desenfreada por empregos no Canadá significa criar diversos modelos de currículos e cartas de apresentação (cover letters), além de ter que acompanhar diversos prazo de entrevistas. Com tudo isso, a gente acaba ficando meio desorganizado.

Para te ajudar a não cair nestas armadilhas, seguem algumas dicas para manter sua pesquisa mais disciplinada e assertiva.

Trabalhar no Canadá: tenha objetivos para sua carreira

Comece pensando qual o seu objetivo profissional no Canadá. É muito fácil sair mandando muitos currículos, mas antes disso, trace um caminho onde você possa se ver no futuro. Por exemplo, pense na tão tradicional pergunta: onde você gostaria de estar em dez anos?

Não se preocupe, você não precisa ser excessivamente específico. Uma vez que você tenha uma ideia geral em mente, trabalhe para trás, ou seja, vá pensando no 5° ano, depois no primeiro e por fim, nos primeiros seis meses.

Reflita sobre o que você gosta de fazer agora e o que você gostaria de fazer no futuro. Uma vaga aplicada neste momento pode lhe trazer frutos? Às vezes, este processo pode demorar um pouquinho, mas com certeza esta estratégia inicial te guiará a entrar em um mercado competitivo de empregos no Canadá.

Lembre-se, ao fazer isso, certifique-se de levar em consideração a família, a educação e as finanças. Você terá que se comprometer ao longo do caminho, mas se você tiver um plano B, poderá se sair muito melhor no decorrer deste trajeto.

Empregos no Canadá: crie um cronograma de ações

Depois de pensar nos seus objetivos, é hora de começar a elaborar um cronograma. Afinal, para alcançar suas metas, você precisará de tempo. E é muito importante que você defina objetivos de curto e longo prazo. O que preciso fazer antes de tudo?

O primeiro passo é reservar um tempinho para a procura da tão sonhada vaga em um mundo de empregos no Canadá. O ideal é separar duas horas do seu dia. Você acha que isso é possível? Nem sempre, não é mesmo? Diante de tantas tarefas diária, pode parecer impossível, mas não se preocupe, que, com o passar dos dias, você vai acabar se organizando. Basta pensar em quanto tempo você gasta nas mídias sociais durante uma semana!

Em seguida, comece a criar o seu cronograma. Você pode, por exemplo, começar dedicando uma hora para atualizar seu perfil do LinkedIn. Separe mais uma hora ou duas para colocar em dia as informações do seu currículo e criar modelos de carta de apresentação para diferentes trabalhos.

Também é uma boa ideia criar alertas de trabalhos em sites de busca de empregos no Canadá. Estas mensagens cairão diretamente em sua caixa de entrada de e-mail, o que facilitará o rastreio de novas oportunidades.

Estratégia para encontrar sua vaga de emprego no Canadá

Aplicar para uma tonelada de empregos no Canadá pode te fazer pensar que está evoluindo. Mas não está. Esta é a maneira mais fácil de se tornar desorganizado (e desencorajado).

Lembra dos objetivos de curto e longo prazo que você definiu? Neste passo é que você os coloca em ação. Além disso, mantendo seus objetivos em mente poderá ajudá-lo a restringir sua busca a empregos.Ter em mente sempre onde você quer chegar é uma forma de economizar tempo, pois você começará a restringir sua busca a apenas vagas que te ajudarão a conquistar seus objetivos.

Uma boa maneira de fazer isso é restringir os filtros de busca para apenas oportunidades que correspondam às suas habilidades. Ao se ver em posições apropriadas, você pode aumentar suas chances de ser chamado para as entrevistas de emprego.

Encontre seu emprego no Canadá: acompanhe suas aplicações

Busy Jim Carrey GIF - Find & Share on GIPHY

É neste momento que as informações podem ficar bem confusas. Aplicar para várias posições de uma vez deixa você com muitas informações diferentes para gerenciar. Para te ajudar neste processo e garantir sua tranquilidade, é muito importante acompanhar todos os detalhes ao longo do caminho.

Uma das melhores maneiras de fazer isso é criar um sistema que acompanhe cada vaga. Você pode começar criando uma planilha. Não se preocupe em fazer nada extravagante. Certifique-se apenas de incluir informações, como:

  • O nome da empresa que você está se candidatando;
  • O nome, e-mail e o número de telefone do seu contato na empresa;
  • A data em que você aplicou para aquela vaga;
  • Datas e horários para prazos e entrevistas;
  • Datas a partir do primeiro contato do empregador;
  • Status da sua aplicação (mesmo que você tenha recebido uma resposta negativa, aguardando entrevista ou que já tenha uma agendada).

Dica: o Excel é uma das ferramentas mais utilizadas na hora de rastrear suas informações. Mas se você não é um grande fã desta ferramenta, há outras opções pela internet, como é o caso da JibberJobber.

Todo este processo de busca de emprego pode parecer complicado e, às vezes, te levar a sentir-se desencorajado. Mas não desanime! O tempo será seu maior aliado. Seguindo estas dicas, você estará pronto para uma busca de trabalho eficaz, organizada e positiva.

Boa sorte!

Fonte: Workopolis

Você também poderá gostar destes artigos:
Emprego no Canadá: Como procurar por vagas online com segurança
Profissões em alta no Canadá em 2017