3RA Intercâmbio

Culinária canadense: Hábitos alimentares

Culinária canadense: Veja hábitos de alimentação no país

3K Shares

No Brasil, estamos muito acostumados com feijoadas e churrascos todo final de semana, uma grade variedade de frutas e verduras e um prato típico diferente a cada 50 quilômetros, não é mesmo? Por isso, muitas pessoas ficam preocupadas com a alimentação quando fazem intercâmbio. Afinal, nunca sabemos o que esperar ou se teremos a mesma variedade presente em nossa terra natal! Portanto, se você está intrigado, pensando em como é a culinária canadense e o que você terá para comer neste país frio, fique tranquilo! Aqui neste texto você vai descobrir muitas coisas sobre os habitos alimentares no Canadá.

Hábitos alimentares dos canadenses

Café da manhã no Canadá

Durante a semana, para aqueles que vão para a faculdade cedo ou trabalham, é bem comum passar em uma cafeteria cerca de uma hora antes para buscar um café e um sanduíche ou um salgado para a viagem. O pessoal costuma ir comendo no caminho mesmo ou guarda para comer na sala de aula ou no local de trabalho.

via GIPHY

Tem ainda aqueles que podem fazer o famoso home office. Quando não querem trabalhar de casa, eles geralmente optam por ligar o laptop e trabalhar de dentro da própria cafeteria durante toda a manhã. No inverno, o menu é sempre um café ou chá quentinho. Já no Verão, os chás e cafés gelados tomam conta. Para comer, há os famosos bagels, donuts e croassaints. 

Já os que por algum motivo permanecem em casa durante a semana, o menu é basicamente o mesmo do americano para o desjejum. Ele conta com ovos, bacon, panquecas, waffles, e tudo aquilo que você já viu em filme e achou estranho!

Claro que há algumas particularidades da culinária canadense. O Maple Syrup (xarope de Maple), feito da seiva da típica árvore canadense Maple, é apreciado com as panquecas, waffles, e outros tipos de pães.

via GIPHY

Além disso, as frutas vermelhas, facilmente encontradas no país, também fazem parte do cardápio matinal dos mais saudáveis. Normalmente elas são acompanhadas de iogurte, mel ou do próprio xarope de Maple.

Almoço no Canadá

Sabe aquela particularidade da cultura brasileira de ter ao menos uma hora de intervalo para o almoço? Aquele horário em que todo mundo pega o elevador ao mesmo tempo para se dirigir a algum restaurante na rua? Então, isso praticamente não existe na cultura canadense.

Ao menos nas grandes cidades, não importa a província, as pessoas levam a marmita de casa e a esquentam no microondas. Isso mesmo! Seja na faculdade ou na empresa onde trabalham, a marmitinha está lá, sempre pronta para ser esquentada. 

É meio que regra as empresas e colleges fornecerem microondas e outros utensílios para que as pessoas possam “preparar” suas refeições.

Aliás, um outro fato curioso que difere da realidade no Brasil é que após aquecer o alimento no microondas, os funcionários da empresa costumam voltar ao trabalho, ou seja, comem enquanto continuam trabalhando. Isso acontece pois, dependendo da empresa, o intervalo para almoço não é pago e, muitas vezes, é de apenas 30 minutos.  Neste caso, o empregado opta por trabalhar oito horas seguidas até mesmo para poder sair uma hora mais cedo.

Você pode estar achando bem estranho este tipo de prática. Acontece que os canadenses não costumam comer no almoço aquele pratão com arroz, feijão, carne, e salada como você deve estar pensando. Geralmente, após um café bem caprichado, eles comem um sanduíche ou tomam uma sopa no almoço. Esses são alimentos muito comuns na culinária canadense. 

via GIPHY

Jantar no Canadá

Este geralmente é o horário que a família canadense se reúne em volta de uma mesa para ter uma refeição mais “decente”. E tem mais: Canadense janta cedo, igual a nossa avó e avô no Brasil. Às seis horas da noite, no mais tardar às seis e meia, já está todo mundo comendo.

Tanto as famílias como os estudantes geralmente comem em casa. Primeiro porque é mais barato, segundo porque é o momento que as famílias têm para estarem reunidas. Um outro fato que talvez colabore para esse hábito é o costume de ir direto para casa após o trabalho devido ao frio. Nota-se isto não apenas em cidades pequenas, mas até mesmo nas principais cidades de províncias como Alberta e Saskatchewan. No inverno, no final da tarde, não se vê mais quase ninguém na rua.

Alimentação aos finais de semana

Com relação ao final de semana, algo muito popular no café da manha é tomar um brunch. Diferente do Brasil, onde se paga um valor fixo e se tem direito a comer e beber à vontade, aqui o brunch geralmente é a la carte. Mas o menu costuma ser bem extenso e variado.

Os canadenses também curtem ir às cafeterias com a família ou amigos ao estilo europeu. Vão de chá ou de algum tipo de café acompanhado de um croissant.

No Verão, as mesas do lado de fora dos estabelecimentos lotam, tornando o ambiente super agradável debaixo do sol.

Caso queiram também almoçar, restaurantes de todos os lugares do mundo são as alternativas nas cidades maiores. Nas menores, é possível desfrutar de restaurantes locais muito aconchegantes.

O mesmo esquema se aplica na hora do jantar. Porém, como já dito anteriormente, por volta das seis da tarde já não se vê muito movimento nas ruas. É claro que cidades maiores como Toronto, Montreal e Vancouver são exceção. Essas costumam ter uma vida noturna mais ativa. 

Gastronomia canadense: Multicultural

É verdade que em muitas capitais do Brasil é possível encontrar restaurantes internacionais facilmente. Porém, sejamos francos. Normalmente estes restaurantes são geridos por brasileiros e também contam com chefs brasileiros.

O interessante no Canadá é que devido a quantidade imensa de imigrantes, os restaurantes internacionais são de propriedade dos respectivos imigrantes, ou seja, um restaurante italiano terá um dono italiano e muito provavelmente chefs italianos, fazendo com que os pratos sejam realmente típicos e com o toque real da nação de origem.

via GIPHY

Quem já teve a oportunidade de usufruir desta experiência há de concordar que esta originalidade faz toda a diferença. O cliente se sente dentro da cultura do restaurante e ainda experiementa um sabor único. 

O Canadá, como todos sabem, conta com muitos imigrantes de literalmente todas as partes do mundo. Por este motivo, não é difícil para um residente ou turista matar a saudade das comidas típicas de seu país, já que aqui o leque de opções é muito vasto. 

Então, como já deu para perceber, a culinária canadense conta com uma imensa diversidade!

Pelo grande volume de imigrantes indianos, asiáticos da China e da Coreia e europeus, não faltam opções gastronômicas ligadas principalmente a estas regiões. E o mais excelente nisso tudo é que o preço nos cardápios não assusta!

Chamamos atenção a isto porque sabemos que no Brasil restaurantes estrangeiros tendem a ser sofisticados e com um cardápio de valores bem salgados. Aqui você pode ir num restaurante de culinária mediterrânea, por exemplo, num ambiente absolutamente elegante, com vista para uma bela paisagem e receber ao final uma conta com um valor total digno do seu sorriso.   

E para os amantes da nossa comidinha, há também diversas opções em várias cidades canadenses. Nós já até fizemos alguns artigos em nosso blog sobre onde encontra comida brasileira em Vancouver e onde encontrar comida brasileira em Toronto.

Culinária canadense: Alimentação sem ostentação

Agora, se você precisa ou quer economizar, há diversas outras alternativas, sejam elas saudáveis ou não.

Basicamente todas as redes de fast food que você frequenta no Brasil são da América do Norte e, se não são, mesmo assim provavelmente você vai encontrá-las no Canadá.

Um nome local bastante famoso é o Tim Hortons, um restaurante que parece lanchonete, mas tem gosto de cafeteria.

Podemos afirmar que o Tim Hortons aqui seria como uma padaria no Brasil. Tem em toda esquina. Você pode se deparar com uma loja assim que aterrissar no país, já que a marca está presente em quase todos os aeroportos do Canadá. O café é realmente barato, assim como os lanches e o famoso donuts.

Outra rede de restaurantes bem popular é o Warehouse, que possui diversas unidades nas províncias de British Columbia, Ontario e Quebec. O mais curioso sobre esta casa é o preço fixo, no qual cada item do cardápio custa apenas $5.95. Por lá você encontra desde hambúrgueres suculentos até pratos com apenas saladas para os mais preocupados com a saúde.  

Os food trucks também são bem comuns no país, tanto por causa do preço baixo dos lanches como pela variedade de alimentos oferecidos.

Até mesmo para aqueles que desejam abrir um negócio próprio esta não seria uma má ideia para começar. Você pode alugar um truck e pagar uma mensalidade razoável por ele, que já vem com a cozinha e a parte elétrica toda equipada para o empreendedor.

O que não podemos deixar de destacar no assunto “comer barato” é a quantidade de restaurantes com culinária japonesa. Algo que é tão caro no Brasil, no Canadá é bem acessível.

Embora tenha comida japonesa no país inteiro, pode-se dizer que nas províncias de British Columbia e Ontario é exagerado. Eles não contam necessariamente com modelo de rodízio (“all you can eat”) que estamos acostumados no Brasil. No Canadá, os restaurantes japoneses oferecem combos a preços bem baixos e com uma qualidade incrível.

via GIPHY

Caso queira outras recomendações de onde comer bem e barato, o portal BuzzFeed compartilhou 23 lanches deliciosos abaixo de $10 no Canadá. O site Food Network também conta com uma lista de 10 refeições baratas nas cidades canadenses com maior número de estudantes. 

Nós, da 3RA Intercâmbio, também preparamos uma lista com 5 locais baratos para comer em Vancouver. Agora se você está indo para Toronto, não deixe de verificar o nosso texto “Como comer bem e barato em Toronto“.

Comida caseira no Canadá

Se levarmos em conta a nossa cultura, a maioria dos brasileiros gosta de comer em casa.

Na realidade brasileira, comer em casa costuma ser mais barato e muitas vezes mais gostoso também. Aqui não é tão diferente. Se você não tem tempo para preparar a própria comida ou realmente prefere comer fora, o tópico anterior pode servir como direcionamento em relação a se alimentar fora de casa no Canadá, de forma financeiramente acessível.

Porém, se você realmente aprecia e faz questão de fazer sua comida, as chances de cozinhar um prato brasileiro são boas.

No Canadá, é possível encontrar diversos ingredientes básicos que temos no Brasil, como arroz, feijão, carne e salada. No entanto, isto não quer dizer que eles têm o mesmo sabor e qualidade que estamos acostumados.

Pode acontecer de você preparar o típico “prato feito” e ao dar a primeira garfada perceber que não tem exatamente o mesmo gosto. Mas engana bem, viu! 

Mandioquinha, farofa, polvilho, e muitos tipos de frutas, entretanto, não existem no Canadá. Eles podem até ser encontrados em loja de importados, mas nada é garantido.

Alguns outros itens, especialmente da categoria laticínios, também não existem aqui, como por exemplo o requeijão e o catupiry. Aliás, esta categoria é bem controlada no país. O Canadá é bem fechado para a entrada de leite e derivados em seu território e o governo estimula o consumo dos produtos locais.  

Mas voltando ao menu caseiro, não fique achando que será obrigado(a) a comer fast food todos os dias e o dia inteiro.

via GIPHY

Você terá bastante alternativas para cozinhar em casa. Com exceção de carne, que no Canadá costuma ser um item um pouco mais caro, todo o resto pode ser comprado a um valor bem acessível.

Outra categoria não muito barata é a de frutas. Tirando as frutas típicas de regiões frias como as frutas vermelhas e a maçã, a grande maioria é um pouco mais cara. Mas a banana, mesmo sendo importada, também é bem barata. As frutas tropicais, que temos em abundância em nossa terra natal, costumam ter um preço um tanto elevado, como a manga, que no Brasil é tão comum que até tropeçamos nelas.

Supermercados no Canadá

Mas onde comprar todos estes ingredientes no Canadá? Bem, abaixo seguem algumas redes de supermercado presentes no país:

– No Frills: considerado um dos supermercados mais baratos, do “povão”, pode ser encontrado em praticamente todo o país, exceto na província de Quebec.

– Whole Foods: nas províncias de Ontario e BC, este mercado tem produtos voltados especialmente aos vegetarianos, veganos e de alto poder aquisitivo. É conhecido por proporcionar uma ampla quantidade de produtos orgânicos.

– Safeway: com inúmeras unidades na maioria das províncias, mas com forte concentração em BC e Alberta, este supermercado atende a classe média com produtos de boa qualidade e um ambiente bem organizado.

– IGA: amplamente presente na província de Quebec, apesar de não ser um supermercado focado em preços mais baixos, há sempre boas promoções em seus produtos.

Claro que não podemos esquecer do bom e velho Walmart, que tem presença garantida em todas as províncias.

Aqui no blog da 3RA você encontra uma lista com os 5 supermercados mais baratos para fazer compras em Vancouver. Nós também temos uma lista com os supermercados mais em conta de Toronto. Assim fica muito barato aderir à culinária canadense 😉

via GIPHY

Menu especial 

Se o Canadá é de todos, então há alimento para todos.

Queremos dizer com isto que no país é muito fácil encontrar um estímulo e um apoio para todos aqueles que têm alguma restrição alimentar. Pessoas que não podem comer gluten ou lactose, por exemplo, econtram muitas opções no país. 

O mesmo vale para vegetarianos e veganos. Na culinária canadense, as opções são muitas!

Seja em cafeterias, restaurantes ou supermercados, você consegue encontrar alternativas deliciosas. 

Aliás não são poucos os restaurantes focados em alimentos a base de vegetais, geralmente orgânicos.

Há inclusive mercados especializados em alimentos veganos, que podem ser comprados na loja física ou online.

Comidas típicas do Canadá

Quais seriam os pratos tipicamente canadenses? Bom, não são muitos.

Poutine talvez seja o mais conhecido, que é basicamente batata frita com queijo, bacon e molho em cima.

via GIPHY

Montreal tem seu famoso sanduiche a base de carne defumada e mostarda, chamado Montreal-style Smoked Meat.

Para sobremesa, há a muito querida butter tart. Ela é literalmente uma tortinha a base de manteiga, canela, muito açúcar, baunilha, ovos, uva passa e o tradicional xarope de Syrup. Tão doce quanto o nosso brigadeiro!

Alimentação no Canadá: Butter Tart Canada

Se você quiser conhecer mais pratos típicos da culinária canadense, nós temos uma lista com 20 delícias que você não pode deixar de experimentar no Canadá.

Na real, sem clichês, a culinária canadense é composta do conjunto de pratos internacionais que vem tomando conta do país há décadas e que, pouco a pouco, um dia irá também aderir a diversificada culinária brasileira, com uma boa pitada de sal em cima. 😉