3RA Intercâmbio

Como tornar seu currículo mais atrativo aos olhos do mercado canadense

2K Shares

Quando uma vaga para um processo seletivo é aberta, as empresas recebem milhares de currículos e, por isso, costumam dedicar apenas um pequeno intervalo de tempo na análise de cada um deles. De acordo com especialistas, esse tempo não ultrapassa os 10 segundos! Por isso, é preciso saber montar cuidadosamente o seu documento. É ele que, juntamente com a cover letter, irá garantir a sua vaga para a entrevista.

Veja abaixo algumas dicas que irão fazer o seu currículo chamar a atenção do empregador:

1)Use gráficos e torne o seu currículo mais fácil de ler

Gráficos resumem bem as informações e tornam mais fácil a compreensão do empregador. Por exemplo, se você quer mostrar que o seu projeto foi responsável por um aumento de 25% nas vendas da última empresa que você trabalhou, um gráfico vai mostrar isso de uma forma bem mais interessante do que um simples texto.

2) Retire todas as informações desnecessárias de seu currículo

Um currículo muito longo pode desanimar o entrevistador. No Canadá normalmente os currículos contam com apenas uma página, no máximo duas.

3) Escolha um formato apropriado para a vaga que você está tentando

Aqui em nosso blog você consegue ter acesso à três tipos diferentes de currículo. Escolha aquele que mais valorize a sua experiência e que mais se adeque a posição de trabalho desejada.

Além de seguir as dicas acima, é importante saber também algumas coisas que você não deve fazer de maneira alguma em seu currículo. Desta forma, você evita ser “cortado” logo de cara na primeira etapa da seleção.

Veja abaixo:

1) Não coloque a sua idade. Esta não é uma prática comum no Canadá. Desta forma você evita também não ser chamado por ser “muito velho” ou “muito novo” para a posição desejada.

2) Nunca revele características como estado civil, religião, orientação sexual, etc. Se uma característica não tem absolutamente nada a ver com o trabalho, nunca a inclua no currículo.

3) Não adicione seus “hobbies” em seu currículo. Se não é algo relevante para a vaga, não coloque.

4) Não adicione sua foto. Essa não é uma prática comum no Canadá. Os empregadores estão mais interessados nas suas habilidades do que em sua aparência.

5) Se você tem “gaps” em sua história de trabalho, não explique o porquê em seu currículo. “Gaps” são comuns, mas o currículo não é lugar para você justificá-los.

Quer saber mais sobre currículos e cover letters? Clique aqui e assista ao hangout que fizemos com a especialista canadense Brenda Crump.