3RA Intercâmbio

Tendências do mercado de trabalho canadense em 2017

0 Compart.

O site Monster.ca – especialista em mercado de trabalho – publicou recentemente um texto com as tendências do mercado de trabalho canadense para 2017 e nós decidimos reproduzir cinco delas aqui em nosso blog, já que são dicas muito importantes e que podem ser úteis para muitos brasileiros que moram no Canadá.

De acordo com a publicação, muitas das mudanças que devem acontecer se devem ao avanço da tecnologia. Porém, há também aquelas tendências que começam a ser observadas por conta da inserção da Geração Z no mercado.

Veja abaixo:

1) Membros da Geração Y estão assumindo posições de liderança

Os primeiros canadenses membros da Geração Y nasceram por volta de 1982. Portanto, neste ano de 2017 eles estão com 35 anos e são os mais velhos deste grupo. Cada vez mais pessoas desta geração estão sendo promovidas a cargos de gerência. Alguns deles chegam até mesmo a cargos como vice-presidente ou chefe de tecnologia.
Esses novos chefes eram apenas crianças (ou adolescentes) quando a tecnologia explodiu. Eles apreciam o trabalho, mas são resistentes à empregos nos quais precisam estar presos 24 horas por dia. Então podemos esperar mais iniciativas direcionadas à horas de trabalho mais flexíveis, trabalho remoto e melhoria de alguns benefícios.

2) Crescimento do mercado freelancer

Atualmente no Canadá, 15% dos profissionais preferem trabalhar como freelancers em vez de terem um trabalho regular e full-time. Mais de 40% das vagas de emprego atualmente são consideradas casuais.

A maioria das empresas hoje em dia no Canadá contam com trabalhadores temporários e freelancers quando precisam.

3) As formas de comunicação diárias estão mudando

Secretária eletrônica, e-mail, mensagens de texto, plataformas comunicação instantânea, videoconferência…A tendência agora é utilizar cada vez mais as formas de comunicação virtual para melhorar a produtividade, em vez de nos afastar das novas tecnologias.

Em 2017, softwares como Slack, Trello e Basecamp irão tornar cada vez mais fáceis a comunicação entre funcionários e o gerenciamento de projetos.

4) Diversidade no mercado de trabalho

As pessoas mais velhas da geração Z já estão na busca pelo primeiro emprego. Criados na internet e com acesso a mídias sociais, eles representam uma nova geração de funcionários. Muitos deles podem apresentar falta de paciência, já que estão acostumados a obter respostas instantâneas.
Eles também veem as definições de gênero de maneira mais ampla, já que enxergam mais opções entre o totalmente feminino e o totalmente masculino, aumentando a diversidade no ambiente de trabalho.

5) Feedbacks e análises de desempenho mais frequentes e pontuais

Os profissionais de hoje em dia desejam feedbacks mais regulares. Para eles, esperar seis meses ou um ano para ter uma avaliação é muito tempo. Atualmente os empregadores estão realizando avaliações com mais frequência e a tendência é que permaneça desta forma. Feedbacks mais regulares oferecem mais oportunidades de melhoria.

Fonte oficial: http://www.monster.ca/career-advice/article/workplace-trends-for-2017?re=swoop