Posts

Como levar medicamentos para a Irlanda

Levar remédios em viagens internacionais é sempre uma dúvida, pois a regra pode variar de acordo com o país de destino. Pensando nisso, fizemos um texto para esclarecer o tema aos viajantes que estão planejando sua estadia na Irlanda.

De modo geral, qualquer quantidade de remédios que exceda três meses, além dos remédios controlados e seringas ou agulhas devem ser declarados e explicados por meio de carta de seu médico.

Posso levar qualquer tipo de remédio? Sim, desde que ele seja legal e esteja na embalagem original, acompanhado da receita em caso de medicamentos controlados. É recomendado levar todos os remédios que você costuma tomar no Brasil, pois na Irlanda, a comercialização de remédios é bem restrita. Mesmo que você vá ao médico, ele pode prescrever algum medicamento que não seja o que você está acostumado.

Devo levar os remédios na mala de mão ou despachá-los? Não há nenhum tipo de problema em despachar os remédios na mala. Apenas, certifique-se de que eles estejam vedados corretamente, sem perigo de vazamento no caso dos medicamentos líquidos. É muito importante manter a bula nas embalagens, pois caso alguém lhe pergunte, você tem todas as informações necessárias. Se precisar tomar algum remédio durante a viagem, você pode levá-lo dentro da bagagem de mão. Caso ele seja controlado, carregue um laudo, com seu nome e assinatura de um médico, justificando o uso contínuo do medicamento.

Qual a quantidade máxima de medicamentos que eu posso levar? A recomendação é que você leve a quantidade de remédios que atenda o tempo que você permanecer no país (Ex.: anticoncepcional, aspirinas, etc). Medicamentos como colírios e soros fisiológicos para lentes de contato podem ser transportados sem prescrição médica, desde que não excedam 100 ml.

É necessário que meu médico faça uma declaração em inglês? Não há nenhuma recomendação oficial sobre transportar declarações em inglês, mas é bom se prevenir. Como você está indo para um país de língua inglesa, vale a pena pedir ao seu médico que faça uma declaração simples, com o número de caixas ou cartelas levadas, atestando a necessidade do uso daquele medicamento.