Webinar – Palestra Online

Mudando para o Canadá com a família

Se você está pensando em embarcar com a família para o Canadá, você não pode deixar de assistir ao vídeo abaixo.

Na ocasião, o diretor educacional da 3RA Intercâmbio, Francisco Zarro, recebeu clientes que já estão no Canadá com os filhos além de representantes de um programa de verão para crianças em Vancouver.

Clique no “play” e acompanhe na íntegra a gravação do evento. Logo abaixo, você também encontra os principais tópicos abordados na gravação em texto. 

 

Tópicos discutidos durante o webinar:

Perfil dos convidados:

Paulo Girelli: Chegou ao Canadá em Julho de 2016. Pai de dois meninos, um de 8 anos, que já está na escola, e outro de 4 anos, que ainda não é elegível para o ensino público gratuito por conta da idade. Atualmente faz pós-graduação na Capilano University.

Alan e Aline Abrante: Estão morando no Canadá há um ano e seis meses. Pais de gêmeos, com 10 anos de idade. Os dois estão na elementary school.

Rhoda Miller e Kevonnie Whyte: Representantes do OAC Kids Camp, que conta com diversas atividades para crianças em Vancouver.

Melhores perguntas do webinar:

Há muitas opções de lugares para levar as famílias em Vancouver?

Sim. Vancouver é uma ótima cidade para famílias e conta com diversas opções gratuitas, como o Stanley Park, Kitsilano, False Creek, inúmeros parques etc. Além disso, há algumas outras opções pagas, mas que oferecem opções de pagamento anuais, que saem por um preço bem mais em conta. Alguns exemplos são o Science World, o aquário de Vancouver, a Playland, entre outras. O valor anual do passaporte custa em torno de $ 150 dólares e não há limites de visitas. Vancouver também conta com inúmeros community centres que oferecem atividades culturais e esportivas para as famílias.

Como funcionam os summer camps durante as férias escolares?

Há muitas opções de Summer Camps em Vancouver. Normalmente a cidade conta com programas nos quais as crianças passam metade do dia, o dia inteiro ou até mesmo passam a noite no local. Há ainda Summer Camps focados em determinadas atividades ou gerais.

O OAC Kids Camp, por exemplo, tem uma proposta diferente. Eles querem estimular as crianças a adotarem um estilo de vida mais saudável, que é uma característica muito forte em Vancouver. As crianças irão aproveitar a área verde de Vancouver e irão aprender de uma maneira divertida como cuidar de sua saúde física e mental.

O OAC Kids Camp custa $ 150 por semana. As crianças ficam no local de segunda a sexta, das 9h às 16h.

Qual foi um dos principais desafios que os convidados enfrentaram quando chegaram ao Canadá com a família?

Paulo: “Quando a gente chega ao Canadá com a família, nós temos um desafio maior. Um dos fatores que foi um pouco mais complicado foi a questão do local onde morar e local onde os filhos irão estudar. Por exemplo, eu moro na última rua de Vancouver, na divisa com Burnaby, e tem uma escola a apenas 400 metros de minha casa. Porém, como teoricamente eu moro em Vancouver e a escola já fica em Burnaby, que é outra cidade, eu não consegui matricular meu filho lá. Nós acabamos tendo que matriculá-lo em uma escola mais longe, a cerca de 2 quilômetros de casa”.

Aline: “Eu concordo com o Paulo e indico fazer uma pesquisa bem legal antes da chegada. Quando nós viemos para o Canadá e começamos a procurar casas, nosso primeiro foco era ficar próximo ao College onde eu estudaria, em uma vizinhança que tivesse escola por conta das crianças, e com fácil acesso ao transporte público. Na nossa rua, por exemplo, tem uma escola a 200 metros de casa. No entanto, mesmo com esse planejamento, a escola só tinha uma vaga para os meus filhos. Então precisei matriculá-los em outra escola e, por isso, tivemos que comprar um carro”.

Francisco: “Nós sempre indicamos que os nossos clientes cheguem ao Canadá com alguma antecedência, pois para matricular o filho na escola será preciso ter um contrato de aluguel. O legal é sempre chegar, ficar em um local provisório e ver Vancouver com seus próprios olhos. Assim você consegue definir o melhor local para morar e terá tempo de escolher seu imóvel e pensar na logística que precisará ser feita”.

Como foi a adaptação dos filhos de vocês em uma nova cultura?

Paulo: “A adaptação do meu filho tem sido maravilhosa. Meu filho foi abraçado na escola. O professor já tinha experiência com alunos internacionais e quando ele soube que o meu filho era alfabetizado em português, achou ótimo. O professor usava o google translator para ajudar o meu filho e chegou a pedir para a Secretaria de Educação enviar algumas das atividades em português. Meu filho não falava absolutamente nada de inglês, entrou na escola em Setembro do ano passado, ou seja, há menos de um ano, e hoje ele já pode até corrigir o meu inglês”.

Aline: “Eu acho que a adaptação depende muito da personalidade de cada criança. Os meus são mais tímidos e reservados, então eles levaram um tempo maior para se adaptar e se soltar. Porém, eu costumo dizer que é mais fácil nós nos adaptarmos ao que é melhor. As escolas aqui do Canadá estão muito preparadas para receber os imigrantes. Por exemplo, quatro vezes por semana os meus filhos são retirados da sala para fazer aulas de inglês. Então tem todo um preparo para receber essas crianças”.

Francisco: “O Canadá é um país muito novo com muitos imigrantes. Então é difícil ver alguém que tenha o inglês como primeira língua. O país está acostumado a lidar com estrangeiros”.

Como funciona Daycare em Vancouver? Qual o preço médio?

Francisco: “Em Vancouver, o valor aproximado gira em torno de $1000 e $1400 dependendo da idade da criança. Quanto mais novo, mais caro”.

Paulo: “Não é muito fácil de conseguir vagas em Daycare aqui em Vancouver. O meu filho mais novo tem quatro anos de idade, a minha universidade tem um daycare dentro do campus, mas não é fácil conseguir vaga. Perto da minha casa, por exemplo, tem um daycare que custa $ 900, mas ninguém acha vaga. E fora o daycare, tem também o before e after school, que não é barato”.

O ano letivo canadense começa em Setembro. Se a família chegar ao Canadá depois disso, as crianças serão aceitas na escola? Ou é preciso esperar até o início do outro ano?

Rhoda: “Não. Isso acontece com muitas famílias. Se as crianças estão dentro dos requisitos, elas serão matriculadas independente da época do ano”.

Aline: “O Canadá está tão preocupado com isso que a prioridade é não deixar as crianças fora da escola”.

Qual a opinião dos convidados sobre a segurança nas escolas de Vancouver?

Aline: “As escolas aqui elas normalmente são abertas. Tem um parque enorme, você pode entrar a hora que você quiser. No primeiro dia que eu fui buscar as crianças, eu fiquei assustada. Eles não falavam inglês ainda e eu entrei na escola e vi aquele parque todo aberto. Fiquei desesperada. Mas isso é muito bacana. É tudo muito aberto. Na hora do almoço elas ficam soltas e até se os pais quiserem, eles podem ir almoçar com os pequenos”.

>