Posts

Estudante internacional, saiba como emitir o Social Insurance Number (SIN) para trabalhar no Canadá

Todos os estudantes internacionais, que estão no Canadá cursando programas que também dão direito a trabalhar, precisam emitir o Social Insurance Number – SIN.  Esse número é como se fosse a carteira de trabalho que você tem no Brasil, que registra seu histórico e garante seus direitos enquanto trabalhador. É uma das primeiras coisas que o empregador canadense vai te pedir durante uma entrevista. É através desse número que você vai ser registrado, irá recolher impostos e pedir a restituição, chamada de tax refund.

Para solicitar esse número é muito simples e não custa nada. Veja o passo a passo aqui:

  1. Study Permit válido: Você precisa ter uma permissão de estudo válida e que te garanta o direito a trabalhar. Na permissão de estudo virá a mensagem no final da página, em observações, explicando o tipo de permissão de trabalho do aluno. Estudantes de idiomas não podem mais trabalhar no país.
  2. Documentos originais: Para pedir o SIN você precisa apresentar seu passaporte e a folha de study permit, os dois precisam ser os originais. Leve também algum comprovante de endereço.
  3. Onde solicitar: Os estudantes internacionais devem solicitar o SIN number em algum centro de serviços canadenses chamado de Service Canada Office. Clique aqui para encontrar a agência mais perto do seu endereço e os horários de funcionamento. Em Vancouver os estudantes podem procurar a Sinclair Center,  na Hastings Street, número 457, escritório 125.
  4. SIN Number: Você pegará uma senha e, provavelmente, será atendido muito rápido. Se toda a documentação estiver correta, ao final do atendimento você já terá seu número SIN.

 

Salário mínimo nas províncias canadenses

Cada província no Canadá tem seu próprio valor de salário mínimo, não é como no Brasil onde todos os estados seguem um valor único. Seis províncias canadenses sofreram reajuste em 2015: British Columbia, Alberta,  Saskatchewan, Manitoba, Ontario e Newfoundland and Labrador.

Quem mais sentiu a diferença no bolso foram os trabalhadores de Alberta, já que o salário subiu de CAD $10.20 para 11.20, por cada hora de trabalho. Em Saskatchewan e Manitoba a diferença foi de $0.30 centavos, subindo, na mesma ordem, de CAD $10.20 a hora para $10.50 e de CAD $10.70 para $11.00. Já os salários de Ontário e Newfoundland and Labrador  tiveram acréscimo de CAD $0.25 centavos, agora valendo: CAD $11.25 e CAD $10.50, respectivamente.  Em British Columbia os sálarios foram alterados de CAD $ 10.25 para $10.45.

Esse novo reajuste reorganizou o ranking de melhores e piores salários do Canadá. The Northwest Territories ocupa o primeiro lugar, pagando CAD $12.50 pela hora trabalhada, e New Brunswick o último, com salário de CAD $10.30/por hora. Confira o gráfico com todas as províncias:

CBC graphics

Via: cbc.ca

Quem pode estudar e trabalhar no Canadá?

Antes de junho de 2014 quem estudava inglês ou francês no Canadá podia pedir uma permissão de trabalho chamada “work permit”. Essa permissão dava ao aluno o direito de trabalhar a mesma quantidade de horas estudadas depois que o curso de idiomas terminasse. Porém, no dia 1 de junho de 2014 essa lei canadense mudou. Veja o vídeo do diretor educacional da 3RA falando mais a respeito desse assunto:

Com a mudança da lei, para conseguir a permissão de trabalho o aluno precisa cursar um programa pós-secundário (após conclusão do ensino médio), vocacional ou college. Ou seja, se você está estudando apenas inglês no Canadá, não poderá trabalhar no país

Programas pós-secundários

As regras sobre a parte de trabalho dos programas pós-seundários também foi alterada com a lei. Enquanto está tendo aula no programa full-time o aluno internacional pode trabalhar até 20 horas por semana (part-time). A parte de trabalho full-time vai depender do tipo de programa que o aluno está estudando. Pode ser feita durante o período de férias (se o programa tiver essa opção) ou durante a parte prática do programa de estudo, os chamados CO-OP.

Há cursos que ainda dão direito à solicitação do Pós-graduation Work Permit, uma permissão de trabalho que é concedida após a conclusão do curso no Canadá. Mas é preciso ficar atento! Nem todos os programas dão direito ao benefício. Confira a lista de colleges que dão direito ao PGWP. 

Saiba mais sobre o PGWP.

Para saber qual tipo de programa combina mais com seu perfil é necessário conversar com um consultor educacional que te indicará a melhor opção. A 3RA Intercâmbio trabalha com profissionais especialistas em Canadá, focados nas melhores escolas, colleges e universidades canadenses que aceitam  alunos brasileiros. Clique aqui e comece a conversar com um deles.